Category: design grafico

Desygner – milhares de imagens da Shutterstock de GRAÇA!

Desygner – milhares de imagens da Shutterstock de GRAÇA!

Uma das grandes mazelas dos designers e profissionais criativos no geral, é a falta de recursos de qualidade para poder compor e criar seus projetos com excelência. Mas fique tranquilo porque a Desygner veio para te ajudar nessa questão.

Muitos profissionais de edição de vídeos, criação de materiais publicitários e também pequenos empreendedores sempre tiveram dificuldades em conseguir um banco de imagens que fosse gratuito, de qualidade e também tivesse uma grande quantidade de material gráfico para ser usado de uma forma rápida.

Até antigamente, esse era um problema muito sério, mas a Desygner, uma plataforma de que trouxe a possibilidade de qualquer, chegou para resolver e ajudar todas essas pessoas. Se você ainda não conhece essa plataforma, hoje vamos aprender mais sobre ela, o que ela pode te oferecer e como ela pode transformar todo seu trabalho de design muito mais simples.

A plataforma Desygner hoje já é usada por mais de 60 milhões de pessoas, que não estão dispostas a pagar os grandes orçamentos que muitos profissionais de edição pedem por suas criações.

E se você um Designer Gráfico, Web Designer, UI designer, que deseja trazer o nível de suas artes, projetos e até mesmo publicidade da sua empresa para outro patamar, é importante contar com uma plataforma de edição de material publicitário de qualidade. Hoje, mais de 60 mil pequenas e médias empresas confiam na Desygner para ser a principal base de material para seus folhetos e material gráfico online.

Versão Gratuita com inúmeros recursos de graça na Desygner

Ao contrário de outras plataformas de material gráfico, o Desygner possui um plano gratuito, que oferece muitas opções para quem está começando seu negócio e tem ainda poucos recursos para investir em publicidade.

O Desygner possuo uma grande opção de recursos, que vão facilitar a vida de todos os usuários, dos mais inexperientes aos mais avançados. Entre os recursos de destaque, podemos destacar as milhares de artes vetoriais, imagens e fundos de uso gratuito, disponíveis em apenas um clique.

O banco de dados do Desygner é um dos maiores do mercado, e compete em pé de igualdade com os outros bancos de imagens mais caros do mercado. Além disso, o Desygner possui um recurso que até mesmo algumas plataformas pagas não oferecem aos seus usuários – a criação de banners online sem a necessidade de instalar outros programas pesados em seu computador.

E não é só na criação de banners que a Desygner oferece uma solução completa e fácil de usar. Na plataforma também é possível criar cabeçalhos para seus blogs, sites e lojas virtuais, além de contar com imagens e outros materiais de marketing exclusivos da plataforma.

Se você deseja atrair cada vez mais interessados em sua marca ou na marca de seus clientes através das redes sociais, a Desygner oferece uma solução perfeita para a criação de imagens e postagens perfeitas para subir diretamente nas redes sociais.

Você não vai precisar mais ficar mudando o tamanho ou o formato das imagens para usar em suas postagens nas redes sociais. Todos os recursos da plataforma já estão disponíveis no formato e no tamanho correto para o uso correto em todas as redes.

Além desse ambiente voltado a criação de material publicitário para as redes sociais de destaque, a Desygner também oferece aos seus clientes que criam peças publicitárias para as redes de pesquisa, como o Google, uma solução completa e muito fácil de usar.

Sabemos que nem sempre é fácil ficar corrigindo os detalhes dos anúncios que são recusados pela gigante da internet. Até mesmo os detalhes mais pequenos são percebidos pela empresa líder do mercado, por isso é importante contar com uma plataforma de criação que também conheça e respeite as diretrizes do Google.

A plataforma Desygner também oferece uma gama de recursos para quem trabalha na criação de apresentações e documento. Uma apresentação bem feita é essencial para se vender qualquer ideia ou produto, e contar com uma plataforma especialista em material gráfico pode tornar essa missão um pouco mais fácil. CLIQUE AQUI para conhecer a Desygner

Versão PRO da Desygner – Poder de 96 milhões de imagens da Shutterstock para você utilizar no seu design  

E se você está pensando que somente pequenas empresas e profissionais em começo de carreira confiam na Desygner para seus trabalhos, saiba que algumas das maiores empresas do mundo confiam seus trabalhos internos a Desygner.

Entre elas, a gigante do mundo da informática CISCO, a maior provedora de internet da argentina, a Fibertel, a rede Domino´s de pizza, toda a rede Carrefour e também a maior empresa global de consultoria de gestão, a Accenture.

Todas essas empresas confiam no Desygner pela sua facilidade na criação de conteúdo. A plataforma oferece uma ferramenta intuitiva, que pode ser acessada até mesmo nos aparelhos que possuem pouco poder de processamento, como tablets e celulares mais antigos.

Com todas as ferramentas sendo do estilo arrasta e solta, até mesmo as pessoas que possuem pouca ou nenhuma experiência em edição de conteúdo poderá usar seus benefícios sem problemas. Dessa forma, é possível modificar imagens, textos, slogans, cores e também posicionamento dos itens de uma forma simples.

Um outro grande benefício da plataforma é o seu sistema de salvamento dinâmico, que é muito importante para quem precisa produzir conteúdo diariamente. Se você já perdeu horas de trabalho pelo não salvamento de qualquer projeto, sabe muito bem do que estamos falando.

Com diversos templates prontos e editavéis para serem usados pelos profissionais, a Desygner oferece uma biblioteca de recursos que compreende todos os mercados. Do mercado pet ao mercado de hoteleiro, existem diversos modelos prontos para serem alterados de acordo com a necessidade do cliente.

Mesmo que você tenha uma grande demanda de peças publicitárias dos seus clientes ou da sua empresa, não se preocupe em ficar sem imagens ou ideias para suas criações. A Desygner conta uma incrível quantidade de imagens e gráficos, para você usar como quiser.

Além disso, você poderá contar com um plano empresarial da ferramenta, a Desygner Business, e ainda ter a sua disposição todas as imagens de outra plataforma muito usada pelos designers de todo o mundo, a Shutterstock. No total, você terá acesso a mais de 125 milhões de imagens, de todos os mercados.

A impressão de documentos também é um desafio para quem está começando a fazer suas primeiras peças publicitárias, e a Desygner também se destaca nessa tarefa. Muitas plataformas obrigam os usuários a baixar os documentos prontos, e alterarem as configurações para conseguir uma impressão correta.

Mas com a Desygner é diferente. A plataforma conta com todos os recursos necessários para que a impressão sempre aconteça de forma otimizada, sem gastar mais tempo do profissional. Na hora da impressão, você vai se surpreender com todos os recursos que a Desygner oferece para tirar seus projetos da tela, e transferir para o papel.

E não é somente no momento da impressão que a Desygner se destaca. Se você trabalha em equipe, já deve ter passado por maus momentos quando tentou compartilhar algum documento urgente, e teve que baixar e enviar por outras formas de comunicação.

Pensando que muitos profissionais trabalham em equipes dinâmicas, a Desygner criou uma solução de compartilhamento perfeita para seus usuários. Na plataforma, é possível compartilhar diretamente todos os projetos pelo Instagram, pelo Facebook e também por outras redes sociais.

Além disso, a Desygner oferece uma solução de impressão completa para todos os usuários. Na plataforma, é possível solicitar a impressão dos projetos, que são entregues em sua casa. Uma ideia simples, mas que pode te fazer economizar muito tempo e recursos, aumentando muito assim sua produtividade.

A Desygner também se destaca pela área de apresentação de projetos já finalizados. Com a autorização dos usuários, a plataforma exibe milhares de projetos prontos, que podem servir de inspiração para suas próximas criações.

Edição online e criativa através da ferramentas da Desygner

Uma facilidade que muitos usuários fazem questão de comentar a respeito da plataforma é a opção de redimensionar os projetos para que sejam usados em diferentes lugares, como nas redes sociais e também nas campanhas de anúncios pagos.

Podendo alterar o tamanho e a largura das artres, os usuários economizam muito tempo, pois não precisam mais ficar alterando as dimensões para cada meio de comunicação que será usado. Além disso, a plataforma conta com uma opção de redimensionamento automático, que coloca seus projetos nos tamanhos recomendados para qualquer plataforma.

Além do incrível poder da plataforma na criação de peças publicitárias, ela também oferece aos seus usuários um ambiente completo de edição de documentos em pdf. Muitas empresas precisam assinar planos pagos para terem toda a liberdade na edição desses documentos, e com a Desygner, esse gasto pode ser retirado das obrigações de qualquer empresa.

Outro grande diferencial da plataforma Desygner é o oferecimento de profissionais para te auxiliarem em seus projetos, ou até mesmo para serem responsáveis por eles. A Desygner conta com uma equipe super qualificada, que pode realizar qualquer tipo de serviço que você precise. De um simples folheto a uma campanha de ano inteiro de material gráfico, os especialistas da Desygner podem te oferecer um serviço premium por um preço muito menor em comparação a muitas plataformas de freelancers que existem.

Nem sempre mantemos todos nossos arquivos organizados no computador, e pensando nisso, a Desygner oferece muito espaço para que todos os usuários deixem gravados seus projetos. Mesmo se tratando de peças criadas a muito tempo, a Desygner permite o salvamento e o compartilhamento de todos os arquivos já criados na plataforma.

O armazenamento de todos os logotipos, materiais prontos e também as imagens criadas especialmente para sua empresa ou de seus clientes em um mesmo local efetivamente economiza muito tempo de qualquer profissional, que não precisa mais ficar procurando os arquivos no computador no momento da criação.

A Desygner também oferece uma opção de integração com as duas mais poderosas formas ferramentas de integração da internet, o Google Drive e o Dropbox. A solução da Google oferece até 15 gigas gratuitos para todos os usuários, e o com o Dropbox, quase dois teras de espaço de armazenamento.

Além disso, a Desygner oferece a todos os usuários a possibilidade de criação de templates próprios da sua marca. Dessa forma, todos os responsáveis se sentirão muito mais seguros na hora de criar novas peças, tendo a certeza que estão respeitando todas as diretrizes pertencentes a sua identidade visual. Durante a criação dos templates, é possível restringir a edição de algumas áreas do documento, um grande benefício que somente a Desygner oferece para seus usuários.

Claro, tudo isso sem aquela irritante marca de água que algumas plataformas insistem em colocar em algumas peças publicitárias durante o download. A Desygner ainda se destaca pelo uso em alguns sistemas operacionais não suportados por outras plataformas, como o Android e o IOS, da Apple.

Falando em suporte, a Desygner oferece aos seus usuários diversas formas de comunicação, através do e-mail, suporte ao vivo via chat, e também oferece vários treinamentos e tutoriais em seu blog, que possui muitos artigos e tutoriais em português.

Considerações finais

Sem dúvida, a Desygner é uma plataforma que vai elevar sua marca para outro patamar, e vai facilitar muito sua rotina, caso você seja um designer que está procurando sempre melhorar sua produtividade.

Com um sistema de armazenamento e integração sem igual, a plataforma irá facilitar todo o seu trabalho. Além disso, a plataforma conta com um sistema de criação de templates perfeito, que irá reduzir muito o tempo de criação de cada projeto.

Para conferir mais sobre a empresa, conheça o Instagram da Desygner. Lá, além de atualizações, você vai conhecer mais sobre os serviços e a sua forma de se relacionar com os clientes.

Portanto, aproveite a versão free. Teste, confira todos os recursos e se gostar adquira a versão PRO. CLIQUE AQUI para conhecer a DesygnerAté mais.
The post Desygner – milhares de imagens da Shutterstock de GRAÇA! appeared first on Chief of Design.

Desygner – milhares de imagens da Shutterstock de GRAÇA!
Fonte: Chef of Design

Em quais áreas um Designer Gráfico pode atuar?

Em quais áreas um Designer Gráfico pode atuar?

Eae! Tudo bele?

Você já parou para pensar que o Design Gráfico está em toda parte? Quando você utiliza um aplicativo para entrega de comida ele está lá, quando você observa um poster ele também está lá.

Mas a maioria das pessoas não tem noção de como o Design Gráfico é muito mais abrangente. 

Um Designer Gráfico pode ir além de manipular imagens no Photoshop. Ele possui um 

conjunto de habilidades e conhecimentos que o ajudam a pensar sobre o propósito de um design antes mesmo de abrir um software gráfico.

E esse conjunto de habilidades e conhecimentos servem como base para que você inicie diferentes ramificações do Design, mesmo que originalmente, sua formação não cubra todos os requisitos das funções destinadas a essas áreas. 

Neste artigo eu vou apresentar as principais aplicações de Design Gráfico para você, que é aspirante, possa explorar.

Design Gráfico para identidade visual

Aqui está um ramificação do Design Gráfico muito interessante para atuar e com grandes oportunidades. Trabalhar com criação de Identidades Visuais possibilita para você usar seus conhecimentos de design com intuito de manipular um conjunto de elementos visuais que representarão algo, como por exemplo, uma empresa, um produto, um serviço, etc.

Esse conjunto de elementos visuais serão a identidade de marca, com formas e cores, a fim de dar vida à história da marca.

Se você optar por trabalhar com construção de Identidade Visuais você poderá definir a logo, paleta de cores, tipografia, padrões, texturas, mascotes, ícones , entre outros que poderão ser em diferentes aplicações como:

Papelaria institucional;Embalagens;Aparência do PDV;Uniformes;Sinalização;Sites, aplicativos e redes sociais;entre outros.

Possuir um conhecimento geral de todos os tipos de design gráfico te ajudará a criar elementos da Identidade Visual que sejam adequados em todas as mídias visuais.

No mundo moderno somos bombardeados com ações de marketing e publicidade que visam divulgar ideias, produtos e serviços.

Design gráfico para marketing e publicidade

As empresas precisam aplicar esforços nessas ações para explorar o processo de tomada de decisão de seu público-alvo e sobreviver em um mercado cada vez mais concorrido.

E como o Design Gráfico pode contribuir nessas ações?

O Design Gráfico ajuda as empresas a se promover e se comunicar com mais eficácia porque proporciona ao público-alvo a sensação de um conteúdo visual mais envolvente.

Você que pretende atuar com Design Gráfico para marketing e publicidade poderá trabalhar com proprietários de empresas, diretores, gerentes ou profissionais de marketing para planejar e criar peças para estratégias de marketing.

Entre as aplicações mais comuns podemos destacar:

Cartazes, banners e outdoors;Anúncios em revistas e jornais;Folhetos (impressos e digitais);Envoltórios de veículos;Sinalização e displays para feiras;Infográficos;Apresentações em PowerPoint;Modelos de marketing por email;Anúncios, banners e gráficos nas redes sociais;Imagens para sites e blogs.

Praticamente o Design Gráfico para marketing e publicidade nasceu para impressão, mas evoluiu para incluir peças digitais, especialmente para uso em marketing de conteúdo e publicidade digital. 

Cresceu tanto que podemos destacar o Design centrado em Social Media, que pode demandar uma dedicação integral do profissional e praticamente ser um nicho exclusivo de atuação. Por isso, dedicamos um tópico à parte só para esse tipo.

Design gráfico para marketing e publicidade (Social Media)

Não dá para negar como o advento das redes sociais foi e ainda é impactante na vida das pessoas.

Conforme o acesso a internet fica mais facilitado, mais tempo as pessoas ficam conectadas às redes sociais e passam uma parte do seus dias navegando e interagindo nas principais redes sociais.

Percebendo isso, as empresas viram aí uma oportunidade de divulgar suas ações de marketing e publicidade dentro destas redes sociais. 

E para isso precisavam construir peças específicas para cada canal, visando que o público que usa as mídias sociais percebam a marca como autoridade e passa a acompanhá-la e consumir os produtos que ela oferece.

Hoje em dia temos profissionais especialistas em Social Media que planejam, criam e monitoram ações para as mídias sociais.

O que acontece é que as marcas, para continuarem sendo relevantes para o público dentro das redes sociais, precisam de um volume muito alto de peças que valorizam os conteúdos que serão compartilhados. 

Dependendo do projeto o cronograma de postagens pode ser intenso.

E adivinha que criar essas peças? O Designer Gráfico.

Pode ser chamado também de Social Media Designer,e terá as funções de usar os conceitos de design para aplicar a identidade visual de determinada empresa na comunicação em redes sociais como Facebook, Instagram, Youtube, entre outras.

Se você tem interesse em atuar como Designer Gráfico para Social Media trabalho não faltará, pois o mercado de trabalho para o profissional desta área está em constante ascensão.

Você pode saber um pouco mais neste artigo.

Design de produto

O Design de produto, ou Product Design é um termo que identifica a área de atuação do Designer de produto, também chamado de Product Designer, nada mais é do que a pessoa que concebe a criação de um produto, seja ele físico ou digital, participando de todo o processo.

Se você optar por ingressar nessa área se tornará em uma espécie de gestor das etapas fundamentais na criação de um produto e não necessariamente mexerá com softwares gráficos.

As etapas fundamentais são: Entendimento, Definição, Ideação, Prototipação e Teste.

Se você quiser entender melhor sobre o que faz um Product Designer tem um artigo dedicado no Chief of Design. Mas saiba de antemão que para atuar nesta área você precisará entender e transitar por outras áreas do design, como por exemplo, A (Arquitetura da informação), UI Design (Design de Interface), IxD Design (Design de Interação), UX. (Experiência do Usuário) e Design Visual.

Logicamente que você não precisa ser especialista em todas elas, mas sim ter conhecimento necessárias saber gerenciar as pessoas que atuam nessas áreas

Design gráfico para interface do usuário

Outra área importante que um Designer Gráfico pode atuar é com a construção de interfaces. 

UI Design ou User Interface Design (Design de Interface do Usuário) é a área que estuda o meio pelo qual uma pessoa interage ou controla um dispositivo, software ou aplicativo.

E é trabalho do IU Designer equilibrar apelo estético com funcionalidade técnica nas interfaces.

A interface é o meio pelo qual o usuário interage com o sistema. Essa interação pode ser feita através de elementos que forneçam ações entre o dispositivo e o usuário, como por exemplo, botões, links, menus e qualquer outro elemento que permita uma interação.

E só neste contexto percebemos a importância desta área nos dias atuais pela quantidade de dispositivos de interação que existem e com a possibilidade de surgir muitos outros.

Um UI Designer pode criar aplicativos de desktop, aplicativos móveis, aplicativos da web e jogos, websites, até para smartwatches. 

E não podemos esquecer que atuar com UI Design proporcionar focar de forma constante com a experiência do usuário e possivelmente gerar uma estreita colaboração com profissionais de UX. 

Design gráfico para animações 

File:Motion-.gif: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Motion-.gif

Por muito tempo os projetos de animações eram reservados para TV e cinema, mas com os avanços tecnológicos o custo de produção se tornou mais acessível e o processo mais veloz possibilitando a produção também para plataformas digitais.

Conhecido também como Motion Design, o Design gráfico para animações é uma técnica audiovisual que utiliza-se de recursos visuais e elementos gráficos para diversas plataformas.

Logicamente que os fundamentos do design são aliados da aplicação das técnicas de animação para que se obtenha os melhores resultados.

Podemos ver o uso de animações em:

Anúncios;Apps;Apresentações;Banners;Gifs;Jogos de vídeo;Logotipos animados;Sites;Vídeos promocionais;Vídeos tutoriais.

Design gráfico para produção impressa

Niels Heidenreich Portfolio: https://www.flickr.com/photos/schoschie/179953464

O design para produção impressa é um tipo clássico de design. O enfoque é em publicações onde o Designer tem a função de definir a tipografia, criar layouts, capas, gráficos entre outros elementos de modo a transmitir a mensagem de seu trabalho e facilitar a compreensão pelo leitor.

Quando pensamos neste tipo de design pensamos logo em livros , jornais, revistas e catálogos. Mas o Designer que atua com publicações pode atuar também com  publicação online, visto que seus conhecimentos também são aplicados para construção de ebooks, jornais e revistas digitais.

Portanto, se você quer trabalhar nesta área é válido conhecer os processos que envolvem a  impressão e também se aventurar com a publicação digital.

A publicação deste tipo de design gráfico se dá em:

Boletins informativos;Catálogos;Jornais;Livros;Relatórios anuais;Revistas.

Design de embalagem

Happy Cow- Smolyar Design: http://www.smolyardesign.com/happy/cow

O design de embalagens é uma área que abrange muitas disciplinas. Geralmente o desenvolvimento de embalagens é mais direcionada para profissionais de Desenho Industrial ou Product Design.

Mas como já mencionado esta é uma área que abrange muitas disciplinas e o Designer Gráfico pode dar um imensa contribuição quando participa de uma equipe multidisciplinar para desenvolvimento de uma embalagem.

Os profissionais da área de produto estarão focados em como cada tipo de embalagem poderá proteger o produto, como ela se comporta durante o armazenamento, distribuição e venda, como será a utilização pelo usuário e até questões referente à sustentabilidade.

Já o Designer Gráfico poderá contribuir com outros ativos para o produto, como fotografia, ilustração e adequação da identidade visual à embalagem.

Design ambiental

File:Link wayfinding (4284654122).jpg: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Link_wayfinding_(4284654122).jpg

Segundo a SEGD (Society for Environmental Graphic Design), Design Gráfico Ambiental é uma prática multidisciplinar que abrange disciplinas de design, arquitetura, urbanismo, interiores e desenho industrial, todos preocupados com os aspectos visuais da sinalização, identidade e comunicação, informação e formação da ideia de lugar.

Projetos de Design ambiental tem como objetivos informar, orientar, identificar e ambientar espaços. Esta prática reúne conceitos de sinalização, sinalética e wayfinding. Basicamente, na aplicação destes conceitos, são utilizados elementos visuais que auxiliam e orientam o público sobre como se deslocar em um ambiente sem dificuldades, necessidade de ajuda ou interpretação errada de informações.

Normalmente são implementados em lugares de grande acesso como shoppings, museus, supermercados, terminais de transporte, aeroportos, rodoviárias, estradas, hospitais, edifícios complexos, parques, feiras, eventos, faculdades, stands e lugares públicos em geral.

Aqui no Chief of Design tem um artigo sobre sinalética que compartilha uma introdução interessante sobre o assunto.

Conclusão

Neste artigo podemos ver que existem muitas opções disponíveis para aspirantes a designers.

Logicamente que será necessário mais estudos para que você possa avançar profissionalmente nessas áreas. 

Mas como já foi dito aqui você possui um conjunto de habilidades e conhecimentos que servem como base para que você inicie diferentes ramificações do Design.

A questão que fica agora é: Qual será o próximo passo?

Aqui no Chief of Design você pode pesquisar sobre diferentes temas que podem te orientar qual caminho seguir como Designer Gráfico. Sugiro que você vá até o topo do site e aprecie nosso menu de opções.

E você. Em qual vertente do design você atua ou pretende atuar?
The post Em quais áreas um Designer Gráfico pode atuar? appeared first on Chief of Design.

Em quais áreas um Designer Gráfico pode atuar?
Fonte: Chef of Design

Curso de Identidade Visual

Curso de Identidade Visual

Eae, tudo bele? Vamos falar sobre curso de Identidade Visual?

Você sabe o que é Identidade Visual e como funciona um curso de Identidade Visual? Pois bem, neste artigo você vai entender tudo isso e verá também como você pode sim aprender a desenvolver marcas únicas e de personalidade.

Toda empresa, não importa qual (seja ela grande ou pequena, não interessa), precisa de uma identificação visual. E mais do que se distinguir, cada vez mais, em um mundo super competitivo, elas precisam passar através da sua comunicação visual credibilidade, clareza e originalidade. E você designer de marcas, ou aspirante a designer, pode ser o grande responsável por essa tarefa tão importante e precisa dentro de uma corporação.

Ao contrário que muitos pensam, você não precisa de dom ou talento para criar logos que atendam as necessidade dos seus clientes. Tudo pode ser aprendido, e desde que você siga uma metodologia correta de criação tudo é possível no mercado de design de marcas.Design é ciência, portanto utilizamos de pesquisa, testes, cálculos e embasamento teórico, mais a prática, para criarmos soluções eficientes que resolvem determinado problema. E como você pode perceber isso tudo nada tem a ver com “dom divino”.

Então prossiga a leitura para você entender tudo sobre Curso de Identidade Visual e como você pode ser tornar uma designer de marcas.Neste artigo você vai aprender:

O que é Identidade Visual;A diferença entre logo, logotipo, símbolo e identidade visual;O que é marca publicitária?;O que é branding?;O que é necessário para se criar uma identidade visual;Como escolher um curso de Identidade Visual.

O que é Identidade Visual?

Identidade visual (IDV) é um conjuntos de elementos visuais que representam algo, como por exemplo, uma empresa, um produto, um serviço, etc. Trata-se de um programa visual determinado e orientado para representar a empresa no âmbito da comunicação visual.

Esse conjunto de elementos pode variar de acordo com cada projeto, mas é comum encontrar elementos como paleta de cores, tipografia, padrões, texturas, mascotes, ícones, entre outros.

Dentre esses elementos temos o Logo, que é assinatura visual da empresa, também conhecida por marca gráfica. A partir desse elemento que todos os outros tomam forma, ou seja, todos os componentes de um projeto de Identidade Visual são oriundos e circundam o elemento principal que é o Logo.

Todos esses outros elementos de um projeto de IDV atuam como coadjuvantes da marca com o objetivo de potencializá-la, como se fossem escudeiros de um cavaleiro, afim de fixa-la na mente do seu público.

Algumas pessoas confundem ou associam identidade visual apenas ao Logo. É muito comum. Obviamente que isso faz sentido, pois como vimos trata-se do principal ator de projeto de IDV. Todavia um projeto desses não é composto apenas por este único elemento. Um projeto de Identidade Visual trata-se de do conjunto de elementos visuais que possuem a finalidade de representar e distinguir algum produto, serviço, etc.

O profissional responsável por um projeto de IDV é justamente um Designer, ou uma equipe de Designers.

Normalmente um projeto de identidade visual é acompanhado por um manual de marca, que é um documento onde se coloca todas as diretrizes de aplicação e utilização correta da Identidade Visual.

Caso queira saber mais sobre manual de marca, nós temos aqui no Chief um artigo exclusivo sobre manual de marca. Clique aqui para acessar.E para aprender a criar identidades visuais, conheça o nosso Curso de identidade Visual.

A diferença entre logo, logotipo, símbolo e identidade visual

Apesar de serem termos semelhantes e muitas vezes usados como sinônimos, existem diferença entre eles.

Talvez para uma pessoa que não seja da área, que não seja realmente o profissional que lida com a criação desses elementos, identificar tais diferenças seja insignificante e sem uso, mas você designer gráfico tem que saber as diferenças e como funciona cada um.Então a seguir vamos entender e conversar sobre cada um deles.

O que é um Logo?

Um logo (marca gráfica) é um símbolo gráfico facilmente reconhecível que identifica uma empresa, um produto comercial ou qualquer entidade pública ou privada. É uma das formas de distinguir uma marca num mundo competitivo, repleto de elementos gráficos que procuram chamar a nossa atenção todos os dias. Um logotipo é geralmente uma combinação de tipografias, símbolos, gráficos e cores. É um elemento gráfico que faz parte da identidade visual de uma marca, normalmente o principal elemento de programa de comunicação visual.

Portanto, a principal função de logo é a identificação. Um logo identifica uma empresa ou produto por meio do uso de uma bandeira, símbolo ou assinatura. Um logo não vende ou descreve diretamente um negócio, são funções diferentes.

De uma forma mais simples, podemos definir um logo como um símbolo que identifica uma empresa sem explicação ou descrição anterior. Para ilustrar esse conceito, acho que um logotipo pode representar uma pessoa. Quais são as qualidades, as diferenças que a distinguem de outras pessoas?

Preferimos ser chamados por nossos nomes – como Mário, Maria, João – ao invés da descrição confusa de nossa entidade como “o cara que sempre usa rosa e tem cabelo loiro “. Da mesma forma, um logo não deve descrever literalmente o que a empresa faz, mas sim, identifica a empresa de uma forma que seja reconhecível e memorável.

Também é importante notar que somente após um período de tempo o logo se torna familiar (falaremos sobre isso na parte de marca e branding), porque nesse ponto, o cérebro memorizou o símbolo que identifica nossa empresa. O logo identifica uma empresa ou produto em sua forma mais simples.

Você certamente está familiarizado com os logotipos de empresas famosas: Nike, McDonald’s, Nescafé, BMW, Heineken, Disney e Gillette – para citar algumas empresas que estão no top 100 das marcas mais poderosas do mundo.

O que é um Logotipo e um símbolo?

Existe muita confusão entre logo e logotipo, segundo a literatura nacional.

Começando pelo Logotipo, ele se refere à tipografia ou letras que identificam a marca. É bom lembrar que existem marcas que apenas são feitas por logotipo como por exemplo a marca do Fedex.

O símbolo trata o ícone gráfico da marca, pode ser um ícone com representação literal ou abstrato.

Portanto, o logo seria o conjunto de logotipo mais símbolo gráfico.

E para maior aprendizado, saiba que existe diferenças entre logo e logotipo. Para entender a diferença veja o vídeo abaixo:

O que é Identidade Visual?

Como já vimos anteriormente a Identidade visual (IDV) é um conjuntos de elementos visuais que representam algo, como por exemplo, uma empresa, um produto, um serviço, etc.

Logo, logotipo e símbolo não devem ser confundidos com Identidade visual. Na verdade eles são integrantes da Identidade Visual e podem ser chamados de marca gráfica.

Falaremos melhor de marca na tópico a seguir, mas marca gráfica, assim como todos elementos da Identidade Visual (paleta de cores, tipografia, padrões, texturas, mascotes, ícones, entre outros) são ativos tangíveis que representam uma marca afim de fixa-la na mente do seu público.

O que é Marca?

Você pode encontrar diferentes conceitos sobre Marca dependendo da área.

O pessoal que trabalha com design geralmente pode explicar o conceito de marca com algo similar ao seguinte pensamento:

“Marca é um símbolo gráfico visual que representa algo, como uma empresa, produto, serviço, pessoa, entre outros; com a função de identificá-la e distingui-la de um modo imediato.”

Por outro lado se você perguntar o pessoal que trabalha com marketing ou publicidade, provavelmente eles terão como resposta algo semelhante a seguinte afirmação:

“Marca é o conjunto de valores, percepções e experiência que ela passa ou representa para o seu público. Com isso marca não é somente um símbolo gráfico, mas sim a representação de um todo perante o seu nicho de atuação e também ao seu público.”

Ambas afirmações estão corretas e se complementam, afinal não basta apenas criar um símbolo gráfico e achar que ele será uma marca reconhecida mundialmente. Será preciso também elaborar estratégias de marketing e publicidade para que a marca seja reconhecida.

Essas estratégias em conjunto visam fazer que a representação simbólica visual realmente se firme passando bons valores e percepções par ao seu público e mercado de atuação.

Por isso é comum alguns profissionais usarem o termo “marca gráfica” quando se referem exclusivamente ao símbolo gráfico e não a todas as outras questões que envolvem a conceituação e estratégia da marca.

O que é Branding?

Como só ter uma marca gráfica não se consegue um posicionamento estratégico para alcançar objetivos planejados, precisamos criar e executar ações relacionadas com todas as questões de valores, experiências e percepções planejadas para a marca. E nessa hora que entra em campo o Branding.

Branding é o gerenciamento e posicionamento estratégico da marca. Trata-se de um conjunto de ações estratégicas para a construção dos valores e percepções planejados para o seu público.

Todos os pontos de contato do público com a marca, são planejados ou gerenciados pelo Branding. Esse trabalho ajuda tanto a fidelizar os clientes quanto prospectar novos clientes.

Com isso enxergamos que no processo de construção de uma marca perante ao mercado e o público-alvo o Branding tem um valor fundamental. Para isso o Branding alinha as estratégias de comunicação e posicionamento da marca utilizando-se dos elementos de identidade visual.

Esse trabalho é normalmente elaborado por uma equipe multidisciplinar composta por designers, publicitários, social medias, atendimento, etc. Por exigir uma equipe multidisciplinar, comumente, e principalmente quando se trata de grandes empresas, esse trabalho é executado por agências especializadas.

Para melhor entendimento, você pode conferir o vídeo abaixo onde explico as diferenças de forma completa.

O que é necessário para criar uma identidade visual?

Para criar uma identidade visual você precisa aprender sobre design gráfico: metodologia de projeto e fundamentos do design.

É difícil especificar tudo o que você precisará ao longo da sua trajetória, mas esses dois tópicos sintetizam tudo o que você precisa e dentro do nosso curso de Identidade Visual, daremos para você a conhecimento sobre esses temas.

O primeiro item, a metodologia de projeto, trata-se do entendimento de como começar e elaborar uma forma cartesiana.

Por isso, você deve entender sobre abordagem, briefing, mapa mental, processo criativo, métodos de pesquisa, entre outros temas.

Já no tópico fundamentos do design, você precisa ter conhecimento sobre tipografia, cores, gestalt, semiótica e tudo que cerceia o design gráfico e visual.

A parte de metodologia se refere ao pensamento e planejamento, já a parte de fundamentos trata da aplicação e execução conforme o elaborado no passo anterior.

Para criar um projeto de identidade visual coeso, você precisa unir essas duas partes e saber utilizá-las de forma racional e com técnica.

Como escolher um curso de Identidade Visual?

Se você quer começar ou aprimorar a criação de identidades visuais, fazer um bom curso de identidade visual vai te poupar tempo e te dar o direcionamento correto para você seguir. Mas é preciso tomar cuidado para não investir em um curso que não te passa uma metodologia cartesiana e nem te instiga a ter independência e um pensamento crítico sobre o tema.

O nosso curso de identidade visual tem como objetivo desenvolver a sua técnica junto com o seu pensamento analítico e critico. Em nosso curso não queremos que você vire um papagaio que apenas imita o que foi te passado. O nosso objetivo é fazer você agir e projetar como um Designer profissional faz.

Mais do que mostrar tal tendência, tal técnica…O nosso objetivo é realmente trabalhar o seu lado projetista, afinal, um Designer é um projetista e um curso de identidade visual tem que instigar e te provocar para você desenvolver esse músculo profissional.

Por aqui no curso de marcas nós temos aulas sobre:

Definições e termosMetodologia de projetoProcesso criativoConceitos de DesignExecução práticaDesafios para a criação de projetos.

Outros pontos a considerar antes de adquirir um Curso de Identidade Visual

Se o acesso é ilimitado, e você pode ver e rever as aulas quantas vezes achar necessário pelo prazo contratado.Se os conteúdos são disponibilizados em uma plataforma 24 horas no ar, e que você possa assistir às aulas a qualquer hora e qualquer lugar que tenha um dispositivo com acesso a internet. Se o curso tem certificação.Se o curso dispõe de um prazo de garantia mínima para que você possa avaliar o conteúdo para saber se é isso mesmo que você quer, e se ele atende às suas necessidades. Se o curso oferece um plus que beneficie seu aprendizado como conteúdos bônus que complementam o conteúdo principal do curso, ou alguma comunidade para interação entre alunos e suporte.

Agora que você já verificou alguns requisitos que beneficiam seu aprendizado em um curso online- o saiba que ao adquiri nosso curso você tem diversas vantagens como:

Atualizações gratuitas;Grupo fechado exclusivos de alunos;Certificado que comprovará que você realizou atividades complementares externas à Faculdade;Você pode assistir as aulas de qualquer local que tenha uma conexão com a internet e a qualquer hora;Entre outras vantagens.

Para saber mais eu te convido a conhecer a página do curso onde você encontrará mais detalhes sobre o conteúdo do curso, preço, garantia, formas de pagamentos, entre outros.

Clique neste link para ser redirecionado a página do curso.

Conclusão

Então é isso, Galucho! Essas são considerações que acreditamos ser importantes na hora de pesquisar sobre Cursos de Identidade Visual. E gostaríamos que você relatasse o que você acha importante na hora de escolher um curso.

Compartilhe a sua opinião, dúvida e/ou experiência deixando o seu comentário abaixo, bele?

Se você gostou desse post compartilhe com seus amigos que tiverem interesse em criar Identidades Visuais.

Aproveito aqui é reforço o convite para você conhecer nosso treinamento. Clique neste link para ser redirecionado para a página do curso.

Abraço!!!
The post Curso de Identidade Visual appeared first on Chief of Design.

Curso de Identidade Visual
Fonte: Chef of Design

O que é Visual Design?

O que é Visual Design?

Eae, tudo bele?Neste artigo você vai saber o que é Visual Design. Esse termo ganhou força recentemente entre designers e não é raro você encontrar vagas e profissionais se categorizando com esse nome.

Fora do Brasil, também vejo muitos conteúdos que utilizam o termo Visual Design para se referir a uma parte específica do design, apesar de sabermos que design não se limita apenas a parte estética e visual.

Então vamos entender nesse conteúdo o que é Design Visual, de onde ele vem e a relação com outras áreas do design.

Neste artigo você vai aprender:

O que é o Visual Design?De onde vem o termo o Design Visual?Fundamentos do Design VisualImportância do Visual Design para empresasFormação em Design Visual

O que é o Visual Design?

O Design Visual ou Visual Design é um ramo do design que se debruça ao estudo da comunicação visual. Para tanto, um bom profissional da área precisará ter expertise no manuseio dos softwares gráficos (como Adobe Photoshop, Adobe Ilustrator, Figma, entre várias outros) mas também, e principalmente, deverá conhecer os fundamentos do Design Visual, como tipografia, cores, gestalt, grid, semiótica, entre outros.

Vale ressaltar que não existe um consenso normativo sobre essa área ou termo, na verdade, se pararmos para analisar, o termo em si diz respeito ao trato da programação visual, portanto, um profissional de outras áreas do design, tais como o design gráfico, poderiam se enquadrar nesse como Visual Designer.Isso porque ambas as áreas dizem respeito a comunicação visual e utilizam de elementos visuais, tais como signos,imagens, gráficos, dentre outros recursos, que juntos, compõem um projeto de comunicar uma ideia e conceito

Apesar disso, trata-se sim de uma criação sistematizada, onde é possível observar um projeto de design com as etapas de planejamento, a pesquisa, as soluções, as prototipações, etc.

De onde vem o termo o Design Visual?

Diferentemente de outras áreas e termos do design, o Visual Design é uma terminologia que não se tem muitos estudos sobre como e onde surgiu, porém, sabe-se que se trata de uma nova terminologia que começou a ganhar força na mesma época que o UX e UI design, talvez, justamente para diferenciar e segmentar as camadas do design dentro de um projeto de um produto digital.

Basicamente o termo em si diz respeito ao design gráfico, só que voltado a produtos digitais. Ele seria mais uma etapa dentro de um projeto de digital, onde temos várias etapas no processo.

Desse modo, de forma resumida e prática, esse novo termo foi,ou é, uma alternativa para Designers gráfico se realocarem ou prospectarem novas oportunidades no mercado criativo, principalmente no digital.

É importante ressaltar que além desses sentidos associados ao termo, a expressão em si pode ganhar novos sentidos a partir do uso e de quem usa, por exemplo:

Existem designers que utilizam o termo com o objetivo de mostrarem que são designers especializados em design visual e estética, enquanto outros utilizam para se referir a uma forma mais abrangente, ou seja, que podem fazer design gráfico, mas também web design, ui design e outras coisas dentro do campo do design visual.

Pelo que vi, li e pesquisei, vejo que não existe um consenso e cada um acaba utilizando com um significado diferente.

Fundamentos do Design Visual

Os Fundamentos do Design Visual são um conjunto de conhecimentos essenciais para quem trabalha com comunicação visual e que podem ser utilizados em qualquer segmentação do design, como por exemplo, na web, etc.

Entendendo isso, você precisará aprender sobre várias coisas, já que trata-se de uma área multidisciplinar. Podemos listar algumas mais técnicas como por exemplo:

formas;imagens;texturas;composição;cores;tipografia;gestalt;grids, entre outros.

Para aprender sobre esses assunto e aprimorar a sua parte conceitual, nós temos o curso Fundamentos do Design Visual. Nesse curso você terá aulas que te proporcionaram uma base essencial para atuar com Design Visual. CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS.

Importância do Visual Design para empresas

O Visual Design é um segmento do design que pode ser aplicado em diversas áreas. Sendo assim, pensando no uso para empresas, a sua principal contribuição é uma melhor composição visual de produtos, serviços e da identidade da empresa.

Para isso é preciso ter um profissional que ajude a sistematizar, concatenar e ajustar os elementos visuais com os propósitos da marca ou produto.

Manter uma estética agradável, uma identidade visual, e coerência visual é de extrema importância para qualquer negócio. Isso porque você consegue comunicar a ideia principal de uma empresa, e conectar, de forma natural, o público a sua marca.

Formação em Design Visual?

Se você ficou interessado no Design Visual, e está querendo seguir profissionalmente essa área, você tem duas opções: a primeira é realizar uma graduação na área, e a segunda é se especializar nesse seguimento por meio de cursos oferecidos on-line e offline.

São poucas as graduações que utilizam o termo de Visual Design. Por isso um caminho é fazer uma faculdade de design ou curso de design gráfico.

Já o outro caminho, de cursos livres, pode ser feito tanto com ou sem faculdade. Aqui você tem as opções de cursos mais curtos e diretos, porém sem o mesmo peso acadêmico do que o anterior. Você também pode fazer uma faculdade e depois tentar fazer um curso focado em Design Visual para se especializar.

É válido ressaltar que optando por essa alternativa, a experiência será sua principal aliada.

Vídeo – O que é Design Visual?

Para complementar o conteúdo deste artigo e explicar com mais detalhes determinadas partes, segue o vídeo que gravei para o meu canal no youtube sobre Visual Design. Assista abaixo:

Considerações Finais

Como vimos ao longo do conteúdo, Design Visual nada mais é que comunicação visual e essa matéria já era tratada por outras áreas do design muito antes do surgimento ou fortalecimento desse termo.

Apesar de não ser errado utilizar o termo Visual Design, você como Designer deve saber que trata-se apenas mais de um termo que é usado para categorizar e até mesmo uma tentativa de valorizar o trabalho de um designer que trabalha com programação visual.

Independente de termos, nomes e novas definições que possam surgir, penso que o mais importante é você pensar em design de forma mais ampla e nunca resuma design apanas ao visual, apesar de ser uma parte intrínseca e importante dentro de um projeto.Seja designer sempre se mantendo atualizado e aberto a novos conhecimentos, você sempre terá que estudar bastante sobre vários assuntos, já que é uma área multidisciplinar.

E você já sabia o que era Visual Design? Tem algum comentário ou susgestão?Deixe abaixo o seu comentário ou dúvida.

Forte abraço.

Até mais.
The post O que é Visual Design? appeared first on Chief of Design.

O que é Visual Design?
Fonte: Chef of Design

Canva Online – O que é? Como usar? Vale a pena? Funciona?

Canva Online – O que é? Como usar? Vale a pena? Funciona?

Eae, tudo bele?

Você conhece o aplicativo Canva Design? Neste artigo vamos falar sobre esse software de Design que é gratuito e totalmente online.

Muito provavelmente se você não trabalha com Design e procurou na internet por algo para te ajudar a criar alguma peça gráfica, sem a necessidade de contratar um Designer, você deve ter encontrado a opção do Canva Online.

Independente do que você tenha necessidade de criar, como por exemplo, um post no Instagram ou Facebook, a capa para o seu canal no Youtube, um flyer para a balada que você tá agitando ou até mesmo um banner para o trabalho da faculdade… O Canva sempre aparece nos resultados de buscas, não é mesmo?

Por isso neste artigo eu destrinchar esse software e mostrar como você pode usá-lo. Lembrando que o que será apresentado aqui pode ser até para Criativos e Designers, pois essa ferramenta pode acelerar o seu processo de criação, além de ser mais uma opção e que você acessar e usar independente da configuração do seu computador. Dá para até para fazer pelo celular.Então vamos ver se o Canva Online é realmente bom e como funciona! Vamos nessa?

O que é o Canva Design Online?

O Canva Design é uma das ferramentas de criação de peças gráficas para diversas mídias. Com o Canva você pode criar artes para redes sociais (Instagram, Youtube, Facebook, entre outras), panfletos, cartazes, currículos, capas de livro, mural de fotos, infográficos, convites, cartão de visitas, entre muitos outros.A ideia é que qualquer um possa criar as suas própria peça sem precisar de conhecimentos rebuscados em Design. Para isso, para que você possa usar de forma mais simples, existem milahres de templates que você pode usar como base para a sua criação.

O Canvas Online pode ser uma alternativa para quem não domina o Adobe Photoshop, Adobe Illustrator, conhecimentos de Design, mas que deseja começar a criar por si só as suas peças gráficas.

Com uma interface bem simples de utilizar e sendo acessado diretamente pelo navegador, ou seja, não precisa de instalação de nada, a proposta é pluralizar e tornar mais acessível o acesso a ferramentas gráficas de edição.

E como já dito, com ele você pode criar inúmeras artes. Segue a lista com algumas delas:

Capa para Facebook Capa para KindleCapa para YoutubeCapa para TwitterCapa para eBBoksSocial MediaAnimações para Social MediaPinterestArtes para BlogFlyersApresentações e slidesConvitesCartões de VisitaPostersConteúdos com medidas personalizada.Entre outros.

Para quem é Canva Online?

O Canva é para basicamente para aquelas pessoas que precisam criar alguma arte, mas que não querem, ou não podem, contratar um profissional para fazê-lo.

É uma ferramenta muito utilizada por pequenos empreendedores, produtores de conteúdos, freelancers, redatores, entre outros. Mas qualquer um pode utilizar o programa.

Também é um aplicativo que serve para quem precisa de algo pontual ou esporádico, como criar um convite para um evento.

O Canva Design também pode ser a porta de entrada para alguns que desejam se aventurar no ramo do Design, mas que estão no começo e por isso não tem condições de adquirir outras ferramentas mais complexas. E o mais legal é que ele é totalmente em português brasileiro.

O Canva pode ser útil até para quem trabalha com Design, como Designer Gráfico, Web Designer, entre outros. Por ser totalmente online, de fácil uso e acesso, pode ser uma alternativa a ferramentas como o Adobe Photoshop. Aliado ao conhecimentos conceituais e técnicos que um Designer tem, é possível criar no Canva peça profissionais e prontas para serem publicadas.

Ao contrário que alguns possam alegar, de maneira nenhuma o Canva prejudica ou toma trabalhos de um Designer, pois nada substitui o conhecimento e a criatividade humana. Então encare o aplicativo como mais uma ferramenta que pode otimizar o seu trabalho no dia a dia.

Como começar a usar o Canva?

Para começar a usar Canva Online, é muito simples. Mais fácil que roubar doce de criança. Siga os passos a seguir:

Acesse agora o site do Canvas Design Online (CLIQUE AQUI)

Depois você vai criar um login e senha. Para agilizar você pode acessar através da sua conta do Google ou Facebook.

Feito isso, você já estará logado no Canva Online e pronto para começar a criar!

O Canva Online é pago?

Não. Você não precisa pagar nada para usá-lo. Obviamente que a ferramenta oferece a versão paga, que conta com uma infinidade de recursos, mas ela não é obrigatória.

Com a versão PREMIUM do Canva Online você tem direito a:

Garanta a uniformidade visual da sua marca com o Kit de Marca. Transforme uma imagem em várias graças ao redimensionamento com um único clique. Crie fundos transparentes para poder usar o seu design em qualquer lugar. Acesse milhões de imagens e templates exclusivos. Além de muitos outros recursos que vão agilizar o seu trabalho.

E caso você goste do aplicativo e queira testar antes de comprar a versão PREMIUM, saiba que é super possível.

Você pode testar por 30 dias a ferramenta na sua versão completa. Isso mesmo: sem compromisso. Se por acaso você não gostar ou quiser mudar, não terá que arcar com custo algum.

Vale a pena usar o Canva Online?

Sim, com certeza. Após a apresentação de todos esses benefícios, não tem como dizer o contrário, não é?

Como diz no próprio site do Canva Online:

Diferente de outros geradores de gráficos online, o Canva não é complicado nem demorado. Não existe uma curva de aprendizagem. Você consegue criar um gráfico ou diagrama em minutos para deixar os dados brutos visualmente atraentes e fáceis de entender. canvas.com

Sem falar da variedade de templates gratuitos, criados por profissionais, que o Canva Online te oferece.

Para começar a criar, tudo o que você precisa fazer é alterar o conteúdo para criar peças gráficas de forma simples e rápida.

Simples, rápido, direto e confiável. O Canva proporciona a melhor experiência quando o assunto é gerador gráfico online.

Acessa agora o site do Canva e confira por você mesmo. Você não vai se arrepender.

Até mais.

Forte abraço.
The post Canva Online – O que é? Como usar? Vale a pena? Funciona? appeared first on Chief of Design.

Canva Online – O que é? Como usar? Vale a pena? Funciona?
Fonte: Chef of Design