Category: webdesign

Desygner – milhares de imagens da Shutterstock de GRAÇA!

Desygner – milhares de imagens da Shutterstock de GRAÇA!

Uma das grandes mazelas dos designers e profissionais criativos no geral, é a falta de recursos de qualidade para poder compor e criar seus projetos com excelência. Mas fique tranquilo porque a Desygner veio para te ajudar nessa questão.

Muitos profissionais de edição de vídeos, criação de materiais publicitários e também pequenos empreendedores sempre tiveram dificuldades em conseguir um banco de imagens que fosse gratuito, de qualidade e também tivesse uma grande quantidade de material gráfico para ser usado de uma forma rápida.

Até antigamente, esse era um problema muito sério, mas a Desygner, uma plataforma de que trouxe a possibilidade de qualquer, chegou para resolver e ajudar todas essas pessoas. Se você ainda não conhece essa plataforma, hoje vamos aprender mais sobre ela, o que ela pode te oferecer e como ela pode transformar todo seu trabalho de design muito mais simples.

A plataforma Desygner hoje já é usada por mais de 60 milhões de pessoas, que não estão dispostas a pagar os grandes orçamentos que muitos profissionais de edição pedem por suas criações.

E se você um Designer Gráfico, Web Designer, UI designer, que deseja trazer o nível de suas artes, projetos e até mesmo publicidade da sua empresa para outro patamar, é importante contar com uma plataforma de edição de material publicitário de qualidade. Hoje, mais de 60 mil pequenas e médias empresas confiam na Desygner para ser a principal base de material para seus folhetos e material gráfico online.

Versão Gratuita com inúmeros recursos de graça na Desygner

Ao contrário de outras plataformas de material gráfico, o Desygner possui um plano gratuito, que oferece muitas opções para quem está começando seu negócio e tem ainda poucos recursos para investir em publicidade.

O Desygner possuo uma grande opção de recursos, que vão facilitar a vida de todos os usuários, dos mais inexperientes aos mais avançados. Entre os recursos de destaque, podemos destacar as milhares de artes vetoriais, imagens e fundos de uso gratuito, disponíveis em apenas um clique.

O banco de dados do Desygner é um dos maiores do mercado, e compete em pé de igualdade com os outros bancos de imagens mais caros do mercado. Além disso, o Desygner possui um recurso que até mesmo algumas plataformas pagas não oferecem aos seus usuários – a criação de banners online sem a necessidade de instalar outros programas pesados em seu computador.

E não é só na criação de banners que a Desygner oferece uma solução completa e fácil de usar. Na plataforma também é possível criar cabeçalhos para seus blogs, sites e lojas virtuais, além de contar com imagens e outros materiais de marketing exclusivos da plataforma.

Se você deseja atrair cada vez mais interessados em sua marca ou na marca de seus clientes através das redes sociais, a Desygner oferece uma solução perfeita para a criação de imagens e postagens perfeitas para subir diretamente nas redes sociais.

Você não vai precisar mais ficar mudando o tamanho ou o formato das imagens para usar em suas postagens nas redes sociais. Todos os recursos da plataforma já estão disponíveis no formato e no tamanho correto para o uso correto em todas as redes.

Além desse ambiente voltado a criação de material publicitário para as redes sociais de destaque, a Desygner também oferece aos seus clientes que criam peças publicitárias para as redes de pesquisa, como o Google, uma solução completa e muito fácil de usar.

Sabemos que nem sempre é fácil ficar corrigindo os detalhes dos anúncios que são recusados pela gigante da internet. Até mesmo os detalhes mais pequenos são percebidos pela empresa líder do mercado, por isso é importante contar com uma plataforma de criação que também conheça e respeite as diretrizes do Google.

A plataforma Desygner também oferece uma gama de recursos para quem trabalha na criação de apresentações e documento. Uma apresentação bem feita é essencial para se vender qualquer ideia ou produto, e contar com uma plataforma especialista em material gráfico pode tornar essa missão um pouco mais fácil. CLIQUE AQUI para conhecer a Desygner

Versão PRO da Desygner – Poder de 96 milhões de imagens da Shutterstock para você utilizar no seu design  

E se você está pensando que somente pequenas empresas e profissionais em começo de carreira confiam na Desygner para seus trabalhos, saiba que algumas das maiores empresas do mundo confiam seus trabalhos internos a Desygner.

Entre elas, a gigante do mundo da informática CISCO, a maior provedora de internet da argentina, a Fibertel, a rede Domino´s de pizza, toda a rede Carrefour e também a maior empresa global de consultoria de gestão, a Accenture.

Todas essas empresas confiam no Desygner pela sua facilidade na criação de conteúdo. A plataforma oferece uma ferramenta intuitiva, que pode ser acessada até mesmo nos aparelhos que possuem pouco poder de processamento, como tablets e celulares mais antigos.

Com todas as ferramentas sendo do estilo arrasta e solta, até mesmo as pessoas que possuem pouca ou nenhuma experiência em edição de conteúdo poderá usar seus benefícios sem problemas. Dessa forma, é possível modificar imagens, textos, slogans, cores e também posicionamento dos itens de uma forma simples.

Um outro grande benefício da plataforma é o seu sistema de salvamento dinâmico, que é muito importante para quem precisa produzir conteúdo diariamente. Se você já perdeu horas de trabalho pelo não salvamento de qualquer projeto, sabe muito bem do que estamos falando.

Com diversos templates prontos e editavéis para serem usados pelos profissionais, a Desygner oferece uma biblioteca de recursos que compreende todos os mercados. Do mercado pet ao mercado de hoteleiro, existem diversos modelos prontos para serem alterados de acordo com a necessidade do cliente.

Mesmo que você tenha uma grande demanda de peças publicitárias dos seus clientes ou da sua empresa, não se preocupe em ficar sem imagens ou ideias para suas criações. A Desygner conta uma incrível quantidade de imagens e gráficos, para você usar como quiser.

Além disso, você poderá contar com um plano empresarial da ferramenta, a Desygner Business, e ainda ter a sua disposição todas as imagens de outra plataforma muito usada pelos designers de todo o mundo, a Shutterstock. No total, você terá acesso a mais de 125 milhões de imagens, de todos os mercados.

A impressão de documentos também é um desafio para quem está começando a fazer suas primeiras peças publicitárias, e a Desygner também se destaca nessa tarefa. Muitas plataformas obrigam os usuários a baixar os documentos prontos, e alterarem as configurações para conseguir uma impressão correta.

Mas com a Desygner é diferente. A plataforma conta com todos os recursos necessários para que a impressão sempre aconteça de forma otimizada, sem gastar mais tempo do profissional. Na hora da impressão, você vai se surpreender com todos os recursos que a Desygner oferece para tirar seus projetos da tela, e transferir para o papel.

E não é somente no momento da impressão que a Desygner se destaca. Se você trabalha em equipe, já deve ter passado por maus momentos quando tentou compartilhar algum documento urgente, e teve que baixar e enviar por outras formas de comunicação.

Pensando que muitos profissionais trabalham em equipes dinâmicas, a Desygner criou uma solução de compartilhamento perfeita para seus usuários. Na plataforma, é possível compartilhar diretamente todos os projetos pelo Instagram, pelo Facebook e também por outras redes sociais.

Além disso, a Desygner oferece uma solução de impressão completa para todos os usuários. Na plataforma, é possível solicitar a impressão dos projetos, que são entregues em sua casa. Uma ideia simples, mas que pode te fazer economizar muito tempo e recursos, aumentando muito assim sua produtividade.

A Desygner também se destaca pela área de apresentação de projetos já finalizados. Com a autorização dos usuários, a plataforma exibe milhares de projetos prontos, que podem servir de inspiração para suas próximas criações.

Edição online e criativa através da ferramentas da Desygner

Uma facilidade que muitos usuários fazem questão de comentar a respeito da plataforma é a opção de redimensionar os projetos para que sejam usados em diferentes lugares, como nas redes sociais e também nas campanhas de anúncios pagos.

Podendo alterar o tamanho e a largura das artres, os usuários economizam muito tempo, pois não precisam mais ficar alterando as dimensões para cada meio de comunicação que será usado. Além disso, a plataforma conta com uma opção de redimensionamento automático, que coloca seus projetos nos tamanhos recomendados para qualquer plataforma.

Além do incrível poder da plataforma na criação de peças publicitárias, ela também oferece aos seus usuários um ambiente completo de edição de documentos em pdf. Muitas empresas precisam assinar planos pagos para terem toda a liberdade na edição desses documentos, e com a Desygner, esse gasto pode ser retirado das obrigações de qualquer empresa.

Outro grande diferencial da plataforma Desygner é o oferecimento de profissionais para te auxiliarem em seus projetos, ou até mesmo para serem responsáveis por eles. A Desygner conta com uma equipe super qualificada, que pode realizar qualquer tipo de serviço que você precise. De um simples folheto a uma campanha de ano inteiro de material gráfico, os especialistas da Desygner podem te oferecer um serviço premium por um preço muito menor em comparação a muitas plataformas de freelancers que existem.

Nem sempre mantemos todos nossos arquivos organizados no computador, e pensando nisso, a Desygner oferece muito espaço para que todos os usuários deixem gravados seus projetos. Mesmo se tratando de peças criadas a muito tempo, a Desygner permite o salvamento e o compartilhamento de todos os arquivos já criados na plataforma.

O armazenamento de todos os logotipos, materiais prontos e também as imagens criadas especialmente para sua empresa ou de seus clientes em um mesmo local efetivamente economiza muito tempo de qualquer profissional, que não precisa mais ficar procurando os arquivos no computador no momento da criação.

A Desygner também oferece uma opção de integração com as duas mais poderosas formas ferramentas de integração da internet, o Google Drive e o Dropbox. A solução da Google oferece até 15 gigas gratuitos para todos os usuários, e o com o Dropbox, quase dois teras de espaço de armazenamento.

Além disso, a Desygner oferece a todos os usuários a possibilidade de criação de templates próprios da sua marca. Dessa forma, todos os responsáveis se sentirão muito mais seguros na hora de criar novas peças, tendo a certeza que estão respeitando todas as diretrizes pertencentes a sua identidade visual. Durante a criação dos templates, é possível restringir a edição de algumas áreas do documento, um grande benefício que somente a Desygner oferece para seus usuários.

Claro, tudo isso sem aquela irritante marca de água que algumas plataformas insistem em colocar em algumas peças publicitárias durante o download. A Desygner ainda se destaca pelo uso em alguns sistemas operacionais não suportados por outras plataformas, como o Android e o IOS, da Apple.

Falando em suporte, a Desygner oferece aos seus usuários diversas formas de comunicação, através do e-mail, suporte ao vivo via chat, e também oferece vários treinamentos e tutoriais em seu blog, que possui muitos artigos e tutoriais em português.

Considerações finais

Sem dúvida, a Desygner é uma plataforma que vai elevar sua marca para outro patamar, e vai facilitar muito sua rotina, caso você seja um designer que está procurando sempre melhorar sua produtividade.

Com um sistema de armazenamento e integração sem igual, a plataforma irá facilitar todo o seu trabalho. Além disso, a plataforma conta com um sistema de criação de templates perfeito, que irá reduzir muito o tempo de criação de cada projeto.

Para conferir mais sobre a empresa, conheça o Instagram da Desygner. Lá, além de atualizações, você vai conhecer mais sobre os serviços e a sua forma de se relacionar com os clientes.

Portanto, aproveite a versão free. Teste, confira todos os recursos e se gostar adquira a versão PRO. CLIQUE AQUI para conhecer a DesygnerAté mais.
The post Desygner – milhares de imagens da Shutterstock de GRAÇA! appeared first on Chief of Design.

Desygner – milhares de imagens da Shutterstock de GRAÇA!
Fonte: Chef of Design

O que é WordPress? Como funciona? Como começar?!

O que é WordPress? Como funciona? Como começar?!

Eae, td bele?

Vamos falar sobre WordPress?

Você já desenvolveu sites estáticos? Tipos aqueles com poucas páginas de puro HTML?

Talvez você já tenha feito…Talvez não… Mas o fato é que dependendo do projeto, eles podem ser ainda usados. Entretanto, com o passar do tempo, alguns projetos crescem e necessitam de assumir funções de sites dinâmicos.

Caso você não saiba, um site dinâmico é aquele permite receber e processar informações de visitantes, gerenciar conteúdo, entre outras funções; e que só podem ser alcançadas com o uso de linguagens de programação integradas com banco de dados. Funções estas que não possíveis com sites estáticos.

Se você enxerga que precisa entregar sites dinâmicos para seus clientes ou até para você mesmo e você não tem conhecimento em linguagens de programação, por exemplo, a mega utilizada PHP, você tem 3 caminhos a seguir, dependendo do seu projeto:

1° Aprender uma linguagem de programação.

Porém vai levar um tempo, quiçá um bom tempo, para você conseguir desenvolver sites completos. Sabendo disso, você pode considerar a segunda opção a seguir;

2° Contratar um programador.

Neste caso talvez você não queira ficar por muito, pois pode requerer investir uma boa grana na mão de obra do desenvolvedor.

Ainda mais quando souber que existe uma terceira opção que pode ser utilizada para diversos casos (claro que não todos absolutamente) e com uma curva de aprendizado mais curta que o aprendizado de certas linguagens.

E este é o terceiro caminho que você pode seguir, que é:

3 °Aprender a utilizar um CMS como o WordPress. 😀

Portanto será sobre este terceiro caminho que trataremos neste artigo, bele? Preparado?

Então… “Ale hop”!

Neste artigo você saberá:

O que é o WordPress;O que você poderá fazer caso domine este CMS chama WordPress;Quais recursos o WordPress oferece;Porque você deve aprender a mexer na plataforma WordPress;Que existe outro tipo limitado de WordPress para você não se confundir;Vídeos ensinando a instalar o WordPress;Plugins essenciais;Dicas para você utilizar o WordPress.

O que é o WordPress?

Caso você nunca tenha ouvido falar em WordPress saiba que ele é uma plataforma de Gerenciamento de conteúdo, ou para muitos o CMS (que tem na prática o mesmo significado). Esta a é a plataforma para publicação de conteúdo mais usada no mundo e engloba quase 70% do mercado que trabalham com CMSs.

CMS é o acrônimo de Content Management System — que traduzindo significa, sistema de gerenciamento de conteúdo.

Existem vários CMS por aí e você, caso tenha conhecimentos em programação, pode até criar o seu. O Objetivo de um CMS, como o WordPress, é facilitar a criação e a edição de conteúdos em um site sem a necessidade de lidar diretamente com uma linguagem de programação.

Portanto, a ideia é que qualquer um possa criar um site, um blog, por exemplo, e também atualizá-lo, sem necessariamente ter domínio de linguagens de programação. Com o Wordpres é possível criar conteúdos de forma simples e intuitiva, adicionando textos, inserindo imagens e vídeos, desenvolvendo formulários, etc; e até mesmo editando o layout e estrutura do site, sem necessariamente colocar a mão em códigos.

Grandes sites, de grandes corporações, em todo o mundo utilizam o Wordpres. Existem pesquisas que apontam que mais de 30% dos sites da web, de todo o mundo, são feitos em WordPress.Aqui no Brasil, temos alguns exemplos como o site da Toyota, da editora Abril, do Rock in Rio, da Gisele Bündchen e até mesmo o blog do Wix (vejam só hehehe) é feito em WordPress.

A Anyssa Ferreira, designer e desenvolvedora que já entrevistei aqui no Chief, tem um post em seu site sobre o tema.

Quais as vantagens e benefícios de usar o WordPress?

Existem várias vantagens em utilizar o CMS mais utilizado no mundo, abaixo cito as principais que acredito e tornam o WordPress tão útil.

É livre;

O WordPress é open source e livre de restrições comerciais e limitações. Trata-se um software livre, ou seja, qualquer um pode desenvolver e criar temas, plugins, melhorias, etc; e publicar na comunidade.

É gratuito;

Você não precisa pagar para utilizar o WordPress. Basta baixar e instalar o software no seu servidor, ou até mesmo localmente na sua máquina, e pronto. Você já pode começar a criar e mexer no seu site.

Além do software, existem vários recursos para ele como plugins e temas, totalmente gratuitos. A variedade de recursos gratuitos é muito grande.

Existe certa confusão entre WordPress.org e WordPress.com, mas a seguir falaremos sobre isso.

A curva de aprendizagem é menor se comparada com outras opções;

O WordPress é fácil de aprender. Seu painel é intuito e bem simples de utilizar. Inclusive o painel de administração do WordPress e também as interfaces para criar post e páginas são semelhantes a outros que utilizamos em nosso cotidiano.

Comunidade gigante;

Essa é uma dar partes mais legais. A comunidade do WordPress é muito grande no mundo inteiro. Aqui no Brasil temos uma das maiores comunidade do mundo. O nosso WordCamp SP já é o maior do mundo.

E uma comunidade grande significa que temos mais segurança, melhorias constantes e coisas novas sendo criadas a todo momento.

Maior número de Plugins (wordpress plugins);

Plugins são extensões que adicionam novas funcionalidades ao seu WordPress. Essas funcionalidades podem ser desde itens para acrescentar no seu site até mesmo artefatos para melhor a sua experiência de uso do sistema.

A quantidade de plugins que o WordPress tem é incomparável com qualquer outro CMS. Inclusive sempre costume dizer que caso não exista um para o WordPress provavelmente não exista para nenhum outro, devido a essa enormidade.

Maior número de Temas (WordPress Themes);

Tema WordPress nada mais é do que um modelo de site pronto para editar. Existem modelos Free (gratuitos) e Premium (pagos).

E também nesse quesito o WordPress ganha de lavada. Existem milhares de temas, free ou premium, para você fazer download.

É seguro;

Devido a todo esse volume de pessoas utilizando, é claro que o volume de ataque e tentativas de invasão são grandes. Porém, como já foi dito, a comunidade é gigante e por isso temos diversos plugins e atualizações para garantir a segurança do sistema.

Normalmente erros de segurança são devido a erro humano e não do software.

Tem muita coisa em português;

Graças a grande comunidade brasileira, temos muita coisa de WordPress em português. O próprio WordPress já tem como padrão uma instalação em português.

É otimizado para SEO;

Todo site precisa ser “encontrável”. Isso  independe do nicho, do tema, da ferramenta que você utiliza.  SEO significa otimização para buscadores, e o WordPress é bem-conceituado neste quesito.

Nada mais, nada menos que Matt Cutts, engenheiro de software e ex-chefe da equipe de spam da web no Google declarou que o WordPress cuida de 80 a 90% de SEO.

Caso você não saiba o que é SEO, sugiro que depois leia este artigo.

Não precisa fazer do zero;

Com o WordPress você não precisa desenvolver do zero. Com temas e plugins abundantes, você consegue criar um site muito mais rápido.

Eu tenho um outro artigo onde falo sobre porque utilizar o WordPress, caso queira saber mais clique aqui.

O que você poderá fazer caso domine este CMS chamado WordPress?

Depende do objetivo. Se você pretende apenas trabalhar com conteúdo você poderá administrar todas as publicações do site através da construção de páginas, galeria de imagens, páginas de produtos, posts de blogs, entre outro tipos de conteúdo, e também executar agendamento e exclusão dos mesmos.

Aqui em meus projetos sempre que posso utilizo o WordPress. Os blogs Chief of Design e Designimador são feitos em WordPress. E não só eles, mas tudo o que envolve com página de eBooks, hangouts e etc.

Eu palestrei no WordCamp SP 2018 falando como o WordPress pode ser uma ótima ferramenta de marketing digital. Se quiser conferir, depois acesse esse link (clique aqui).

Com o WordPress você também poderá instalar funcionalidades através de instalação de plugins e gerenciar comentários, se ativada esta função no projeto, e até gerenciamento de contas de colaboradores do projeto.

Caso seu objetivo seja a construção de um site, você poderá usar de recursos próprios do WordPress para agilizar seu trabalho e até ativar funcionalidades interessantes na própria interface desta plataforma sem muitas dificuldades. Entretanto você potencializará os seus layouts caso possua conhecimentos em linguagens de marcação, estilização [** Dica: To falando do HTML & CSS  e o melhor é que temos um ebook pra isso, viu! É só clicar no banner que está aí algum lugar desta página :P]  e/ou programação.

Quais recursos o WordPress oferece?

Além das inúmeras funcionalidades que esta plataforma disponibiliza, através de seus temas e plugins, também possui suporte em uma das comunidades mais engajadas que podemos encontrar na web, o que possibilita a você encontrar muitas variedades de soluções para problemas diversos.

Porque você deve aprender a mexer nesta plataforma?

O aprendizado deste CMS é imprescindível nos dias de hoje porquê:

pelo fato do mercado exigir cada vez mais profissionais habilitados nesta plataforma, pela possibilidade de oferecer aos criativos que não lidam com programação uma forma de aplicar funcionalidades através de configurações intuitivas em seu painel de controle;porque possibilita a profissionais de front-end personalizar temas já existentes através de HTML e CSS e a desenvolvedores criarem temas do zero bastando ter acesso à documentação do WP;E o principal: como esse sistema possibilita o gerenciamento, seus clientes poderão realizar a atualização dos conteúdos dos sites sem depender de você, bastando que ele seja orientado com as ferramentas de publicação que o WordPress oferece.

Não confunda WordPress.ORG com WordPress.COM

É importante ressaltar que tudo que foi dito até agora foi sobre o WordPress.ORG.

O WordPress.ORG é um projeto que oferece um aplicativo gratuito cujos arquivos você tem a total liberdade para modificá-los. Para que este aplicativo funcione, e você possa mexer na plataforma para construir seu site, você precisa hospedá-lo em um servidor.

Em relação ao WordPress.COM se trata de uma plataforma online, isso quer dizer que você não precisa baixar arquivos de forma alguma para instalar em uma hospedagem. Todos os recursos já vem prontos em uma hospedagem própria da plataforma. Mas possui muitas limitações. Exemplo: para que você ative funcionalidades extras você é obrigado a adquirir planos pagos para isso. Para você ter uma ideia para apenas adicionar um domínio é precisa pagar um plano.

Já com o WordPress.ORG. não existem estas limitações em relação as customizações, e grande parte das funcionalidades que você instala através de plugins é gratuita.

E por onde começar com o WordPress?

Além de ficar atentos aos próximos conteúdos aqui no Chief que abordarão um pouco mais sobre o WP, sugiro fortemente que você aprenda a instalar o WordPress para que você possa conhecer a interface da administração deste CMS e até fazer pequenas experiências.

Você pode instalar o WordPress tanto local, ou seja, no seu computador, para poder testar como publicar na internet. Para publicar na web você precisa de hospedagem.

A seguir vou te mostrar como você pode instalar o WordPress na sua máquina. Para isso disponibilizo dois vídeos sobre instalação local do Wordpress.

Instalação XAMPP

Este é um vídeo que faz parte de um dos vários módulos do meu curso de Web Designer e que estou liberando para este artigo para você possa fazer pequenos testes aí na sua máquina. Nele ensino a instalar o XAMPP que é um servidor local que possibilita que você rode o WordPress em sua máquina sem a necessidade de contratar um serviço de hospedagem.

Instalação WordPress

E agora neste vídeo eu mostro como instalar o WordPress em seu servidor local (como já disse anteriormente, esse vídeo faz parte do meu treinamento de Web Designer ).

Instalação WordPress no Servidor

Agora, caso você tenha um serviço de hospedagem, você pode instalar o WordPress no seu servidor web. Dependendo da sua empresa de hospedagem a forma de instalação pode ser diferente. No exemplo a seguir mostraremos uma instalação em uma hospedagem que tem o Cpanel.

Plugins essenciais para você utilizar no seu WordPress.

W3 Total Cache

Um aspecto importante que devemos levar em consideração é a performance das páginas de nossos sites. Isso porque o tempo de carregamento pode determinar o sucesso de nosso projetos.

Um site que carrega lento pode fazer que visitantes desistam de navegar em seu site o que é extramente ruim porque seu projeto não conseguirá atingir seus objetivos. E ainda poderá ter consequências ruins porque cada desistência reflete no aumento de taxa de rejeição que não é bem-vista pelo Google.

Levando tudo isso em consideração é importante utilizar um plugin que melhore o desempenho de seu site WordPress como o W3 Total Cache.

Ele aumentará a velocidade de seu site, porque ele executa uma otimização em diferentes aspectos como compactação de HTML, CSS e Javascript, e execução de caching dos conteúdos e arquivos, diminuindo assim o tempo de carregamento das páginas.

Link para o plugin W3 Total Cache »

Autoptimize

Ainda se tratando em desempenho de sites o Autoptimize é um plugin que também possibilita armazenar cópias em cache e comprimir arquivos. Mas o grande atrativo dele é a possibilidade de otimizar Google Fonts, remover emojis desnecessários e outros extras que aumentará a velocidade de suas páginas.

Link para o plugin Autoptimize »

EEE Image Optimizer

Essa é outra ferramenta que também aumenta a velocidade das páginas só que desta vez através da otimização das imagens.

A compactação resultante do plugin EEE Image Optimizer utiliza algoritmos exclusivos para obter a máxima compactação mas mantendo as imagens sem perdas visuais.

Com este plugin você poderá otimizar a imagem quando você enviar ao seu site e também otimizar as imagens existentes na biblioteca de mídia.

Link para o plugin EEE Image Optimizer »

Yoast SEO

O Yoast SEO trabalha com diferentes aspectos para otimização. Já na configuração é possível:

Fazer verificação com ferramentas para Webmasters como o Google Search Console, Ferramentas de Webmasters do Bing, Alexa ou Yandex;Configurações para títulos e meta-descrições;Configurações de meta robots;Configurações para informar os buscadores sobre as contas de redes sociais associadas ao site;Gerar de forma simples um arquivo sitemap.xml, entre outros.

Mas o ponto forte da ferramenta é como ela auxilia na tarefa de otimizar um conteúdo em texto.

Ela vem com um recurso que orienta sobre a utilização da palavra-chave para partes específicas do editor de conteúdo dando sugestão e guiando para melhorias.

Outro ponto interessante é Snippet Preview. Onde este possível editar e visualizar como o resultado da página publicada pode aparecer nos resultados dos mecanismos de buscas.

Neste campo o Yoast alerta também sobre as melhores práticas informando os limites de inserção de caracteres para o título e meta-descrição.

Link para o plugin Yoast SEO »

UpdraftPlus

Possuir um site Worpdress leva a uma obrigação posterior que é possuir um sistema que gerencie backups. Portanto instalar um plugin que execute esta tarefa deve ser uma das primeiras coisas que você deve fazer após instalação do WordPress.

Um plugin que sugiro é o UpdraftPlus. Ele possibilita criar backups automatizados e agendados e com várias opções de locais para armazenamento dos arquivos como no Google Drive e Dropbox.

Além de backup o plugin faz restauração de sites.

Link para o plugin UpdraftPlus »

Contact Form 7

Contact Form 7 é um plugin que permite que você construa um simples e eficaz formulário de contato para seu site.

Vejo o nosso aqui.

O máximo que exigirá de você será um conhecimento bem básico de HTML e da sintaxe do próprio plugin (que não é nada aterrorizante).

Link para o plugin Contact Form 7 »

Disqus

Este é um plugin responsável por gerenciamento de comentários e pode substituir o sistema padrão do WordPress.

O bacana dele é que, além de ter uma visual agradável, existe a possibilidade de enriquecer os comentários com a ferramenta que permite que o usuário vote nos comentários dando positivo ou negativo.

E você pode classificar os comentários por ordem de relevância ordenando para o Disqus exibir os mais votados.

Outra funcionalidade interessante é de compartilhamento dos comentários.

Link para o plugin Disqus »

­

Really Simple SSL

O certificado SSL (Secure Socket Layer) é uma proteção para manter uma conexão segura com a internet. A tecnologia envolvida evita que qualquer dado transferido entre usuário e website fique exposto evitando assim também ataques maliciosos.

Verificamos que um site possui o certificado SSL quando na barra de endereço contém o cadeado verde. Também será notado que o protocolo é https.

O certificado mostra ao visitante que seu site é autêntico e confiável.

Sabendo disto tudo o que você precisa de uma ferramenta que te ajude a configurar seu site para ser executado em https. E é nessa hora que entra o plugin Really Simple SSL.

Este plugin ativa o SSL em seu site com simples passos.

Mas existem um porém. É que você precisa obter um certificado SSL. Este plugin somente detecta o SSL e possibilita sua ativação. Entretanto a simplicidade de configuração que este plugin oferece faz dele um recurso necessário.

Link para o plugin Really Simple SSL »

Dicas para você utilizar o WordPress

Agora vou te passar uma relação de dicas que vão te ajudar em diversos aspectos do gerenciamento do WordPress.

Algumas destas dicas vão te prevenir de possíveis dores de cabeça que possam surgir só pelo simples fato de você não ter um conhecimento prévio de processos comuns no WordPress como questões envolvendo segurança e desempenho, por exemplo. Então vamos a elas.

Manter o WordPress sempre atualizado

Um dos principais motivos de se adotar o WordPress é que ele disponibiliza atualizações constantes. E é de fundamental importância que você as execute sempre que o WordPress alertar que existem atualizações disponíveis.

Essas atualizações procuram fornecer novos recursos, melhorias, melhor performance nas novas versões e também consertar bugs e brejas de segurança. E é principalmente pela questão de segurança é que você deve executar as atualizações porque você está se precavendo que seu site seja alvo de ataques.

Um ponto positivo do WordPress é que existe uma grande e ativa comunidade por trás que constantemente está melhorando a codificação dos arquivos usados no núcleo do WordPress, nos temas, plugins e traduções e isso possibilita que sua instalação tenha acesso aos recursos recentemente otimizados.

E como você pode saber se existem atualizações para serem executadas na sua instalação? Na parte superior do Dashboard, toda vez que existir atualizações o WordPress indicará notificações. Para isto no painel de controle vá para o menu “Atualizações” que fica do lado esquerdo. Na tela de atualizações você será notificado sobre qual versão do WordPress seu site está usando e se necessita atualizar. Nesta mesma página você terá uma relação de plugins, temas e traduções que necessitam atualizações.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE! Certifique-se que antes de qualquer atualização do sistema você tenha um backup do seu WordPress.

Faça um backup do WordPress

Essa é a dica mais importante que vou te passar nesta relação. Para algumas alterações em sua instalação WordPress é indicadíssimo ter um backup. Isso porque se alguma coisa der errado como quebrar o site ou dados se perderem você poderá ficar tranquilo porque você tem uma cópia para restaurar seu site.

Lógico que se algo acontecer ao seu site você poderá ficar estressado, mas a coisa pode ficar pior se você não tiver efetuado um backup.

A comunidade WordPress disponibiliza alguns plugins que auxiliam na criação de backups com a possibilidade de você hospedar aos arquivos de sua instalação nas nuvens e também podem realizar backups automáticos e agendados.

No tópico sobre plugins deste artigo eu destaquei o UpdraftPlus que você pode ativar em seu site e que te auxiliará na tarefa de executar e gerenciar seus backups.

Usar o mínimo possível de plugins

Apesar de todo mundo saber que os plugins oferecem diversas funcionalidades que potencializam seu website o uso exagerado destes recursos podem ter o efeito colateral de aumentar o tempo de carregamento das páginas diminuindo a performance de um site.

Muitas vezes para seguir uma moda instalamos plugins com recursos que façam nosso site parecer “moderno” e seguir as tendências, mas o que temos mesmo que decidir e se tal recurso tem uma função realmente relevante para o projeto.

Importante mesmo é evitar de instalar plugins desnecessários e somente utilizar os plugins fundamentais para funcionamento do website.

Não utilize o usuário “admin” e crie uma senha forte

Se você não for rigoroso em escolher uma senha forte para proteger sua instalação WordPress isso pode comprometer a segurança do site.

Seu site WordPress pode ser alvo de um ataque de força bruta que consiste em tentativas de adivinhar dados de acesso combinando senha e nome de usuário.

Portanto senhas fracas e comuns, ou óbvias como data do nascimento têm mais chances de serem descobertas ainda mais quando você utiliza na instalação o padrão admin.

Mude o padrão admin para que este dado fique difícil de ser descoberto em um possível ataque. Com isso o invasor tem mais um percalço a percorrer.

Os grupos de usuários responsáveis pela administração do WordPress devem garantir uma senha forte porque o acesso a essas contas permite o controle total das funcionalidades do site.

O WordPress oferece um recurso nativo para que você possa gerir uma senha forte onde ele mede a força da senha. Mas cabe a você definir a senha forte porque ele não restringe a criação de senhas fracas.

Como sugestão você pode criar uma senha da seguinte forma:

Utilize uma combinação com letras maiúsculas e minúsculas;Utilize números;Utilize caracteres especiais como %#@&!;Garanta que sua senha tenha no mínimo 8 caracteres.

Utilize urls amigáveis

Url é a sigla de Uniform Resource Locator e quer dizer Localizador Padrão de Recursos. Corresponde ao endereço virtual de site, página ou arquivo. A url deste página que você lê é https://www.chiefofdesign.com.br/wordpress/

No caso desta página podemos notar que é a url é formada por:

um protocolo: https;o dominio do Chief of Design: www.chiefofdesign.com.br;e um recurso: /wordpress/

As urls amigáveis são urls de fácil compreensão para os usuários e também para os mecanismos de buscas.

Por padrão o WordPress utiliza um modelo não amigável de url como no exemplo a seguir:

www.seusite.com/?p=123

Esta url é de difícil compreensão tanto para os usuários quanto para os mecanismos de buscas porque é formado por caracteres que não descrevem sobre o assunto da página.

Mas existe uma configuração no WordPress chamada Links Permanentes que possibilita alterar este padrão para outras opções.

Dentre as opções eu indico que escolha a “Nome do post”. Ele possibilita uma url mais curta que é bastante indicada para se obter uma url amigável. Além de usar uma url curta é indicado também:

Usar hífen para separar palavras;Não usar acento e cedilhas (é, â, ã, ç);Preferir letras minúsculas porque são limpas visualmente;Procure inserir na url uma palavra-chave que resuma o assunto da página.

Exemplo de url com a as características citadas:

Arquitetura da Informação – Ciência para estruturar conteúdos

Configurado o links permanentes o sistema estará habilitado para você criar suas urls amigáveis. No campo logo abaixo do título na seção de edição de posts e páginas você pode criar sua url.

Agende seus posts para o futuro

Uma funcionalidade interessante do WordPress é o agendamento de postagens. Essa é uma mão na roda para que você administre melhor seu tempo.

Com o agendamento de postagens você não precisa estar presente na hora da publicação, basta que você no momento de criação da página ou post agende para o conteúdo ser publicado em uma data e horário no futuro que o sistema colocará o conteúdo no ar no horário programado.

Extra: Construtor de página e sites “Elementor WordPress”

Se não bastasse a infinidade de recursos que o WordPress oferece, nos últimos anos, a comunidade que acompanha este CMS trabalhou ainda mais duro para facilitar a construção de páginas e sites pelos usuários.

Com isso surgiram ferramentas chamadas de page-builders, ou construtores de páginas. Até o próprio WordPress mudou seu editor clássico para que os conteúdos pudessem ser construídos através de blocos que agilizam a tarefa. Eu falo do editor WordPress Gutenberg, que tem até artigo aqui no blog.

Surgiram muitos construtores no mercado, mas o que vem se destacando bastante é o Elementor. Com ele é possível criar páginas de sites em uma interface real-time e do tipo “drag&drop”, ou seja, clicando e arrastando.

O Elementor é plugin que está entre um dos mais populares na comunidade WordPress, e o que faz dele o o principal page-builder da plataforma. Para utilizar o Elementor, basta ter um site em WordPress. Caso você queira saber mais sobre essa ferramenta sugiro que leia este artigo.

 

Conclusão

O WordPress possibilita que você tenha uma certa independência para que possa oferecer sites dinâmicos sem a necessidade de terceirizar tarefas. Esta aposta pode ser interessantíssima porque a curva de aprendizagem pode ser muito mais curta do que aprender programação e os conhecimentos adquiridos possibilitam criar projetos de baixa, média e até, em alguns casos, de alta complexidade.

Espero que tenha gostado desse artigo.

Mais a frente falaremos mais sobre WordPress e como você pode utilizá-lo, bele?

E você? Já trabalha com o WordPress? O que você acha sobre ele?

Deixe a sua dica aí.  Você pode comentar abaixo!

Forte abraço!

Até mais!
The post O que é WordPress? Como funciona? Como começar?! appeared first on Chief of Design.

O que é WordPress? Como funciona? Como começar?!
Fonte: Chef of Design

Dicas para melhorar o UI Design do seu e-commerce de nicho e vender mais

Dicas para melhorar o UI Design do seu e-commerce de nicho e vender mais

Um bom UI Design aumenta as chances de levar o usuário até o fechamento da venda / Autor: rupixen.com / Fonte: Unsplash.com

Eae, tudo bele?

Você conhece a importância do UI Design para seu e-commerce nichado?

Antes de falarmos sobre isso, vale a pena lembrar que UI Design é uma sigla em inglês para User Interface Design, que em português quer dizer Design de Interface do Usuário. 

Na realidade, o conceito basicamente se preocupa em facilitar a navegabilidade do usuário através dos botões – e outros fatores – disponíveis no site. 

Tá curioso para saber mais? Vamos nessa!

Neste artigo você vai aprender:

Importância de um bom UI DesignDicas práticas para melhorar o UI Design no seu e-commerce e vender mais

Importância de um bom UI Design

Um bom projeto de UI Design vai permitir que o usuário navegue facilmente dentro do seu e-commerce. O projeto precisa pensar em botões que sejam intuitivos e conduzam sua audiência para seus produtos. Afinal, o objetivo final é transformar seus visitantes em clientes, não é mesmo?

A importância é bastante simples: um e-commerce organizado tem grande potencial de vender mais. Para isso, ele precisa garantir uma ótima acessibilidade,cuidar da usabilidade, proporcionar uma boa experiência de uso e ser responsivo e eficiente.

Um ponto importante também é ser honesto e evitar usos de más práticas como o uso indiscriminado de dark patterns. 

Dicas práticas para melhorar o UI Design no seu e-commerce e vender mais

Não importa qual seja o seu negócio na vida real, a sua loja virtual precisa alinhar os objetivos de negócios com o os anseios do seus clientes. Para ficar mais fácil, vamos pensar em um exemplo, imagine que você possui um sex shop online, ok? (caso você não saiba, esse mercado é um dos que mais faturam todos os anos em todo o mundo).

O padrão importa: mantenha a consistência.

Diferente da leitura com livro, jornal e revista, na web as pessoas tendem a ler no formato de F. Isso quer dizer que a maioria dos usuários vai passar os olhos primeiramente no sentido horizontal, no topo do site. Depois, um pouco abaixo vai ler em horizontal novamente, sem ir até o fim da tela. Por fim, seguirá no sentido vertical na parte esquerda, formando um F com os olhos. 

Um e-commerce bem diagramado deve colocar o conteúdo mais importante dentro desse padrão. Nunca insira informações essenciais do seu sex shop online fora desse campo de visão. 

Ainda sobre padrão, aposte em um e-commerce organizado por categorias. Esse formato é chamado de breadcrumps. Ele simplifica a navegação, indica ao usuário onde ele está e o leva facilmente para onde deseja ir. Pensando no padrão F, você pode posicionar essas categorias no topo do site para a leitura da primeira linha horizontal. 

Outro ponto super importante é manter a consistência visual do design. Não crie variações desconexas entre uma página e outra. Mantenha uma padrão nos tamanhos dos textos, nas cores, no uso de grafismos e imagens, no posicionamentos, espaçamentos…Deixe o design consistente ao longo de toda a interface.

Diminua os esforços do seu usuário sempre que possível

Você precisa prever as possíveis ações do seu visitante e conduzi-lo para compra da forma mais fácil possível. Se ele está visitando seu e-commerce é porque deseja comprar acessórios eróticos para apimentar sua relação ou quem sabe utilizar sozinho.  

Quanto menos esforço ele precisar fazer, quanto menos botões encontrar em seu caminho e quanto mais curta e clara for a mensagem para chegar ao carrinho, mais chances você tem de vender. 

Imagine que ele tenha o interesse de comprar um vibrador, sendo esse um dos produtos mais vendidos, uma solução simples – mas efetiva – pode ser deixar todos os modelos acessíveis com apenas um clique na página principal do site. Lembra das categorias e do formato F? Você pode criar uma categoria inteira para diferentes vibradores ao alcance da primeira batida de olhos na tela.

Outro botão que merece sua atenção nesse aspecto é a barra de pesquisa. Posicione a ferramenta em um local facilmente visível e use cores que contrastem para chamar atenção. Visitantes que usam a barra de pesquisas são compradores em potencial, facilite o caminho até a compra. 

Crie CTAs atrativos

Call To Action (CTA) ou Chamada Para Ação são botões que convidam o usuário a tomar uma ação, bem como o nome sugere. Eles fazem uma diferença enorme nas taxas de conversão. Aposte em cores chamativas e use palavras imperativas, como “Compre agora com 1 clique”.

Um bom CTA precisa ser atrativo e se destacar dentro do site. Seu cliente pode adorar ver os brinquedos eróticos mais recentes, que tal criar um Call To Action “Veja as novidades mais quentes”?

O carrinho precisa ser alterado facilmente

A página do carrinho precisa ser editada facilmente, sem que para isso, o usuário precise voltar muitas etapas ou ficar abrindo novas abas. 

Pode ser que seu visitante – que está tentando se tornar um cliente – tenha se arrependido do vibrador que escolheu, ou quem sabe queira adicionar mais um do mesmo modelo. Um bom UI Design vai proporcionar alterações facilmente executáveis na página de check out, porém, mais do que isso, essas ações precisam ser intuitivas. 

Outro exemplo prático é permitir que o usuário calcule o frete sem dificuldade. Não há nada mais desestimulador do que tentar concluir a compra e não conseguir saber o preço total incluindo o valor do frete ou quantos dias o seu vibrador levará para chegar na sua casa em poucos cliques. 

Ele não deve perceber a facilidade, e sim não sentir dificuldade em realizar ações que deveriam ser simples. 

Uma página de check out simples tem mais chances de ser concluída com sucesso / Autor: PhotoMIX Company / Fonte: Pexels.com

Seja claro, criativo e amigável na sua linguagem

Para se comunicar com eficiência você precisa entender seu visitante e usar a linguagem que ele utiliza. Se ele está comprando on-line pode ser que tenha vergonha de comprar produtos eróticos. Então imagina receber uma encomenda na portaria do prédio com o selo da sua loja? 

Nesse caso, é importante entender suas necessidades e oferecer discrição e segurança na entrega. E para isso, você precisa comunicar isso de forma clara, amigável e criativa na sua página. Quando você compra em uma loja física nota a qualidade do atendimento. No e-commerce não é diferente. 

O UI Design coloca em prática as ações planejadas para melhor experiência do usuário. 

Considerações Finais.

Desenvolver uma boa interface de e-commerce é um desafio. Existe muito conteúdo e ações para serem pensadas, organizadas e planejadas a fim de encontrar a convergência ideal entre as questões de negócios e os desejos dos usuários.

É óbvio que este artigo não tem a pretensão de ser o manual que explica sobre todos os vários aspectos que compõem um projeto dessa magnitude, mas as dicas expressas aqui com certeza vão ajudar a sua loja virtual a chegar mais perto do patamar ideal.

Se você tiver mais alguma dica ou sugestão, deixe nos comentários a sua opinão.Até mais.Forte abraço.
The post Dicas para melhorar o UI Design do seu e-commerce de nicho e vender mais appeared first on Chief of Design.

Dicas para melhorar o UI Design do seu e-commerce de nicho e vender mais
Fonte: Chef of Design

O que faz um Web Designer? Saiba tudo sobre a Profissão Web Designer

O que faz um Web Designer? Saiba tudo sobre a Profissão Web Designer

E ae! Tudo bele?
Você sabe o que faz um Web Designer?
Com a popularização da internet cresceu a necessidade de se apresentar páginas web com um melhor aspecto visual para comunicar os objetivos das instituições. A preocupação era de aplicar os fundamentos de design para sanar essa necessidade. Foi a partir daí que começou a surgir a carreira de Web Designer.
O que vemos no cenário atual é que as pessoas cada vez mais utilizam-se da internet para não só buscar informações, mas para interagir socialmente, e também cada vez mais realizar compras pela praticidade que o sistema oferece.
As empresas investem cada vez mais em presença online porque isso é imprescindível para alcançar um público cada vez mais adepto por tecnologia e sedento por novidades. Com isso a procura por Web Designers qualificados para atender essas empresas têm gerado bastante oportunidades e crescimento profissional.
Você já deve estar percebendo que ingressar nesta área oferece um mundo cheio de possibilidades. Então para que você fique melhor informado neste artigo falarei para você sobre as dúvidas recorrentes que os seguidores do Chief of Design sempre me perguntam, como, o o que faz um Web Designer, onde ele atua, quanto ganha, qual faculdade é indicado fazer, entre outras coisas!
Portanto se você tem dúvidas sobre a área, se tem interesse em ingressar ou até migrar para o segmento web, te convido a continuar a leitura.
O que faz um Web Designer?

Na introdução deste artigo você ficou sabendo que para apresentar as páginas web com um melhor aspecto visual se viu a necessidade da aplicação de fundamentos de Design. Com isso o profissional responsável por projetar as páginas deviam possuir conhecimentos nesse fundamentos.
Portanto o que um Web Designer faz hoje é aplicar os fundamentos de Design para criação de layouts para sites. Ou seja, ele é um Designer que cria para web. Na prática ele utiliza de conhecimentos como Tipografia, Teoria das cores, Diagramação, Gestalt, entre outros para construir sites que consigam transmitir os objetivos de comunicação dos clientes e que facilitam sua utilização pelos usuários.
O Web Designer também é responsável por construir diferentes peças digitais utilizadas na web como banners para sites, imagens para mídias sociais e pequenas animações.
E sobre mais o que faz um Web Designer? Dependendo do projeto ele também pode ser requisitado para participar de diferentes etapas como decisões sobre a arquitetura de informação, construção de wireframes, codificações, etc.
Existe algum pré-requisito para ser Web Designer?
Querer se Web Designer é o principal requisito. Não considero ser uma questão de talento, mas sim a determinação para fazer as coisas a principal característica para atuar nesta área.
Logicamente que possuir algumas características ajuda, como:

Gostar de tecnologia;
Gostar de design;
Gostar de artes;
Ter empatia pelas pessoas;
Gostar de resolver problemas;
Ser criativo.

Web Designer precisa saber programar?

David, você citou mexer com codificação, em um tópico anterior, uma possível atividade do Web Designer. Quando eu estiver atuando na área eu precisarei programar?
Não! Definitivamente um Web Designer não precisa saber programar. Lógico que você tiver uma noção sobre linguagens de programação poderá trazer alguns benefícios, mas ter o domínio sobre os conhecimentos para atuar na área de web design já é o suficiente.
O que acontece é que cada vez mais o mercado entende que o Web Designer tem suas funções bem definidas e que não se devem confundir com funções de outros profissionais também responsáveis por um projeto web.
Pode até ser que ainda existem vagas requisitando que um Web Designer tenha além dos conhecimentos em sua área, também conhecimentos de programação. Mas não deveria ser assim.
A programação é de responsabilidade dos desenvolvedores, como também existem outros profissionais que são responsáveis pela a UX, pelo front-end, arquitetura de informação e por aí vai.
Mas caso você saiba programar, ótimo. Você terá uma ótima visão sobre o processo que envolve o projeto e poderá contribuir com as melhores práticas e quem sabe até utilizar deste conhecimento para assumir projetos freela.
Então o que faz um Web Designer que não é lidar com código? Bem, não é assim radical. Veremos a seguir como funciona essa parte de códigos.
O que faz um Web Designer com o HTML e CSS?

Ainda não nós livramos do assunto codificação. Mas calma! Isso não é o fim do mundo.
Eu sou um defensor de que Web Designers devem conhecer codificação referente a duas linguagens. Falo de HTML e CSS. E antes que você fique contrariado já afirmo que estas não são linguagens de programação.
O HTML é uma linguagem que marca o conteúdo. Portanto é uma linguagem de marcação. Esta é uma linguagem base para construção de sites e que tem a função de apresentar o conteúdo em páginas. Todo o conteúdo que você vê em uma página é inserido por códigos HTML.
Já o CSS é uma linguagem de estilização. Ela é responsável por formatar o conteúdo marcado pelo HTML. Através dela é possível que você realize tarefas como definir um tamanho e cor de um texto, posicionar um bloco da interface em algum lugar na tela, colocar uma cor ou imagem de fundo, entre outros tipos de estilizações.
E por que eu defendo que Web Designers devem conhecer HTML e CSS?
Eu defendo porque com isso o profissional vai entender quais as possibilidades e limitações seu layout poderá proporcionar nas próximas etapas do projeto sem necessariamente botar a mão nos códigos.
Ter esses conhecimentos também podem contribuir em uma maior integração entre as equipes de trabalho.
Onde encontro Faculdade de web design?

Não existe uma Faculdade de web design. E então o que fazer?
Como já falei um Web Designer precisa conhecer os Fundamentos de Design. Então um caminho interessante é fazer uma Faculdade de Design Gráfico.
Mas mesmo sendo um caminho não quer dizer que você deva começar em uma Faculdade. Para conhecer como funciona você pode começar a explorar conteúdos disponíveis na web gratuitamente ou em cursos pagos, como o Web Designer Pro, que costumam oferecer conteúdo mais organizado.

Também você pode se aperfeiçoar:

Lendo livros da área;
Participando de eventos;
Em cursos livres presenciais;
Ou em contato com outros profissionais.

Qual é o salário de um Web Designer? O que faz um Web Designer??

Vários fatores podem influenciar no salário de um Web Designer. Podemos levar em conta seu nível de experiência, a região do país, o segmento da empresa, etc.
Acredito que a média salarial de um Web Designer esteja entre 2.000 a 3.000 Reais. Mas é claro que existem casos que fogem desta média. Conheço profissionais que ganham valores superiores a essa média.
É possível sim existir pagamentos maiores sobre o que faz um Web Designer, quando ele atua por conta própria e tem um certo reconhecimento no mercado e um público-alvo diferenciado.
Onde um Web Designer atua? O que faz um Web Designer??

Imagine todas as possibilidades de lugares onde precisa-se construir e manter interfaces digitais para web. Todos esses lugares precisam de Web Designers.
Só para citar algumas temos departamentos de comunicação, marketing, em agências de publicidade, empresas de TI, lojas virtuais, startups, produtoras de vídeo, editoras de jornais e revistas on-line, ONGs, entre outras.
E caso você tenha espírito empreendedor você pode prestar serviços como Freelancer ou administrando sua própria agência.
Outros insights sobre a Profissão Web Designer
Procurei aqui (neste artigo) abordar sobre os principais aspectos que envolvem a profissão de Web Designer e o que ele faz. Também elaborei um vídeo que complementa o que foi abordado até então.
Nesse vídeo eu falo sobre o que faz um Web Designer e também sobre mercado, salário, faculdade, entre outros assuntos.
Portanto, para saber mais e de forma mais didática, confira o conteúdo do vídeo e, na seção de comentários, comente o que você achou, suas dúvidas e experiências na área! Bele?

Aproveita e assina o nosso canal no Youtube para você saber das novidades! [CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER NO CANAL]
Espero que tenha lhe ajudado a saber mais sobre a profissão Web Designer. As tarefas que um um Web Designer pode executar no dia a dia vão além de criar um site. Pode passar por todo o planejamento até pela criação de outras artes.
E você entendeu o que faz um Web Designer? Deixe o seu comentário abaixo. Se tiver alguma dúvida, deixe também.
Então é isso!
Até mais.
Forte abraço!
The post O que faz um Web Designer? Saiba tudo sobre a Profissão Web Designer appeared first on Chief of Design.

O que faz um Web Designer? Saiba tudo sobre a Profissão Web Designer
Fonte: Chef of Design