Em quais áreas um Designer Gráfico pode atuar?

Em quais áreas um Designer Gráfico pode atuar?

Eae! Tudo bele?

Você já parou para pensar que o Design Gráfico está em toda parte? Quando você utiliza um aplicativo para entrega de comida ele está lá, quando você observa um poster ele também está lá.

Mas a maioria das pessoas não tem noção de como o Design Gráfico é muito mais abrangente. 

Um Designer Gráfico pode ir além de manipular imagens no Photoshop. Ele possui um 

conjunto de habilidades e conhecimentos que o ajudam a pensar sobre o propósito de um design antes mesmo de abrir um software gráfico.

E esse conjunto de habilidades e conhecimentos servem como base para que você inicie diferentes ramificações do Design, mesmo que originalmente, sua formação não cubra todos os requisitos das funções destinadas a essas áreas. 

Neste artigo eu vou apresentar as principais aplicações de Design Gráfico para você, que é aspirante, possa explorar.

Design Gráfico para identidade visual

Aqui está um ramificação do Design Gráfico muito interessante para atuar e com grandes oportunidades. Trabalhar com criação de Identidades Visuais possibilita para você usar seus conhecimentos de design com intuito de manipular um conjunto de elementos visuais que representarão algo, como por exemplo, uma empresa, um produto, um serviço, etc.

Esse conjunto de elementos visuais serão a identidade de marca, com formas e cores, a fim de dar vida à história da marca.

Se você optar por trabalhar com construção de Identidade Visuais você poderá definir a logo, paleta de cores, tipografia, padrões, texturas, mascotes, ícones , entre outros que poderão ser em diferentes aplicações como:

Papelaria institucional;Embalagens;Aparência do PDV;Uniformes;Sinalização;Sites, aplicativos e redes sociais;entre outros.

Possuir um conhecimento geral de todos os tipos de design gráfico te ajudará a criar elementos da Identidade Visual que sejam adequados em todas as mídias visuais.

No mundo moderno somos bombardeados com ações de marketing e publicidade que visam divulgar ideias, produtos e serviços.

Design gráfico para marketing e publicidade

As empresas precisam aplicar esforços nessas ações para explorar o processo de tomada de decisão de seu público-alvo e sobreviver em um mercado cada vez mais concorrido.

E como o Design Gráfico pode contribuir nessas ações?

O Design Gráfico ajuda as empresas a se promover e se comunicar com mais eficácia porque proporciona ao público-alvo a sensação de um conteúdo visual mais envolvente.

Você que pretende atuar com Design Gráfico para marketing e publicidade poderá trabalhar com proprietários de empresas, diretores, gerentes ou profissionais de marketing para planejar e criar peças para estratégias de marketing.

Entre as aplicações mais comuns podemos destacar:

Cartazes, banners e outdoors;Anúncios em revistas e jornais;Folhetos (impressos e digitais);Envoltórios de veículos;Sinalização e displays para feiras;Infográficos;Apresentações em PowerPoint;Modelos de marketing por email;Anúncios, banners e gráficos nas redes sociais;Imagens para sites e blogs.

Praticamente o Design Gráfico para marketing e publicidade nasceu para impressão, mas evoluiu para incluir peças digitais, especialmente para uso em marketing de conteúdo e publicidade digital. 

Cresceu tanto que podemos destacar o Design centrado em Social Media, que pode demandar uma dedicação integral do profissional e praticamente ser um nicho exclusivo de atuação. Por isso, dedicamos um tópico à parte só para esse tipo.

Design gráfico para marketing e publicidade (Social Media)

Não dá para negar como o advento das redes sociais foi e ainda é impactante na vida das pessoas.

Conforme o acesso a internet fica mais facilitado, mais tempo as pessoas ficam conectadas às redes sociais e passam uma parte do seus dias navegando e interagindo nas principais redes sociais.

Percebendo isso, as empresas viram aí uma oportunidade de divulgar suas ações de marketing e publicidade dentro destas redes sociais. 

E para isso precisavam construir peças específicas para cada canal, visando que o público que usa as mídias sociais percebam a marca como autoridade e passa a acompanhá-la e consumir os produtos que ela oferece.

Hoje em dia temos profissionais especialistas em Social Media que planejam, criam e monitoram ações para as mídias sociais.

O que acontece é que as marcas, para continuarem sendo relevantes para o público dentro das redes sociais, precisam de um volume muito alto de peças que valorizam os conteúdos que serão compartilhados. 

Dependendo do projeto o cronograma de postagens pode ser intenso.

E adivinha que criar essas peças? O Designer Gráfico.

Pode ser chamado também de Social Media Designer,e terá as funções de usar os conceitos de design para aplicar a identidade visual de determinada empresa na comunicação em redes sociais como Facebook, Instagram, Youtube, entre outras.

Se você tem interesse em atuar como Designer Gráfico para Social Media trabalho não faltará, pois o mercado de trabalho para o profissional desta área está em constante ascensão.

Você pode saber um pouco mais neste artigo.

Design de produto

O Design de produto, ou Product Design é um termo que identifica a área de atuação do Designer de produto, também chamado de Product Designer, nada mais é do que a pessoa que concebe a criação de um produto, seja ele físico ou digital, participando de todo o processo.

Se você optar por ingressar nessa área se tornará em uma espécie de gestor das etapas fundamentais na criação de um produto e não necessariamente mexerá com softwares gráficos.

As etapas fundamentais são: Entendimento, Definição, Ideação, Prototipação e Teste.

Se você quiser entender melhor sobre o que faz um Product Designer tem um artigo dedicado no Chief of Design. Mas saiba de antemão que para atuar nesta área você precisará entender e transitar por outras áreas do design, como por exemplo, A (Arquitetura da informação), UI Design (Design de Interface), IxD Design (Design de Interação), UX. (Experiência do Usuário) e Design Visual.

Logicamente que você não precisa ser especialista em todas elas, mas sim ter conhecimento necessárias saber gerenciar as pessoas que atuam nessas áreas

Design gráfico para interface do usuário

Outra área importante que um Designer Gráfico pode atuar é com a construção de interfaces. 

UI Design ou User Interface Design (Design de Interface do Usuário) é a área que estuda o meio pelo qual uma pessoa interage ou controla um dispositivo, software ou aplicativo.

E é trabalho do IU Designer equilibrar apelo estético com funcionalidade técnica nas interfaces.

A interface é o meio pelo qual o usuário interage com o sistema. Essa interação pode ser feita através de elementos que forneçam ações entre o dispositivo e o usuário, como por exemplo, botões, links, menus e qualquer outro elemento que permita uma interação.

E só neste contexto percebemos a importância desta área nos dias atuais pela quantidade de dispositivos de interação que existem e com a possibilidade de surgir muitos outros.

Um UI Designer pode criar aplicativos de desktop, aplicativos móveis, aplicativos da web e jogos, websites, até para smartwatches. 

E não podemos esquecer que atuar com UI Design proporcionar focar de forma constante com a experiência do usuário e possivelmente gerar uma estreita colaboração com profissionais de UX. 

Design gráfico para animações 

File:Motion-.gif: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Motion-.gif

Por muito tempo os projetos de animações eram reservados para TV e cinema, mas com os avanços tecnológicos o custo de produção se tornou mais acessível e o processo mais veloz possibilitando a produção também para plataformas digitais.

Conhecido também como Motion Design, o Design gráfico para animações é uma técnica audiovisual que utiliza-se de recursos visuais e elementos gráficos para diversas plataformas.

Logicamente que os fundamentos do design são aliados da aplicação das técnicas de animação para que se obtenha os melhores resultados.

Podemos ver o uso de animações em:

Anúncios;Apps;Apresentações;Banners;Gifs;Jogos de vídeo;Logotipos animados;Sites;Vídeos promocionais;Vídeos tutoriais.

Design gráfico para produção impressa

Niels Heidenreich Portfolio: https://www.flickr.com/photos/schoschie/179953464

O design para produção impressa é um tipo clássico de design. O enfoque é em publicações onde o Designer tem a função de definir a tipografia, criar layouts, capas, gráficos entre outros elementos de modo a transmitir a mensagem de seu trabalho e facilitar a compreensão pelo leitor.

Quando pensamos neste tipo de design pensamos logo em livros , jornais, revistas e catálogos. Mas o Designer que atua com publicações pode atuar também com  publicação online, visto que seus conhecimentos também são aplicados para construção de ebooks, jornais e revistas digitais.

Portanto, se você quer trabalhar nesta área é válido conhecer os processos que envolvem a  impressão e também se aventurar com a publicação digital.

A publicação deste tipo de design gráfico se dá em:

Boletins informativos;Catálogos;Jornais;Livros;Relatórios anuais;Revistas.

Design de embalagem

Happy Cow- Smolyar Design: http://www.smolyardesign.com/happy/cow

O design de embalagens é uma área que abrange muitas disciplinas. Geralmente o desenvolvimento de embalagens é mais direcionada para profissionais de Desenho Industrial ou Product Design.

Mas como já mencionado esta é uma área que abrange muitas disciplinas e o Designer Gráfico pode dar um imensa contribuição quando participa de uma equipe multidisciplinar para desenvolvimento de uma embalagem.

Os profissionais da área de produto estarão focados em como cada tipo de embalagem poderá proteger o produto, como ela se comporta durante o armazenamento, distribuição e venda, como será a utilização pelo usuário e até questões referente à sustentabilidade.

Já o Designer Gráfico poderá contribuir com outros ativos para o produto, como fotografia, ilustração e adequação da identidade visual à embalagem.

Design ambiental

File:Link wayfinding (4284654122).jpg: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Link_wayfinding_(4284654122).jpg

Segundo a SEGD (Society for Environmental Graphic Design), Design Gráfico Ambiental é uma prática multidisciplinar que abrange disciplinas de design, arquitetura, urbanismo, interiores e desenho industrial, todos preocupados com os aspectos visuais da sinalização, identidade e comunicação, informação e formação da ideia de lugar.

Projetos de Design ambiental tem como objetivos informar, orientar, identificar e ambientar espaços. Esta prática reúne conceitos de sinalização, sinalética e wayfinding. Basicamente, na aplicação destes conceitos, são utilizados elementos visuais que auxiliam e orientam o público sobre como se deslocar em um ambiente sem dificuldades, necessidade de ajuda ou interpretação errada de informações.

Normalmente são implementados em lugares de grande acesso como shoppings, museus, supermercados, terminais de transporte, aeroportos, rodoviárias, estradas, hospitais, edifícios complexos, parques, feiras, eventos, faculdades, stands e lugares públicos em geral.

Aqui no Chief of Design tem um artigo sobre sinalética que compartilha uma introdução interessante sobre o assunto.

Conclusão

Neste artigo podemos ver que existem muitas opções disponíveis para aspirantes a designers.

Logicamente que será necessário mais estudos para que você possa avançar profissionalmente nessas áreas. 

Mas como já foi dito aqui você possui um conjunto de habilidades e conhecimentos que servem como base para que você inicie diferentes ramificações do Design.

A questão que fica agora é: Qual será o próximo passo?

Aqui no Chief of Design você pode pesquisar sobre diferentes temas que podem te orientar qual caminho seguir como Designer Gráfico. Sugiro que você vá até o topo do site e aprecie nosso menu de opções.

E você. Em qual vertente do design você atua ou pretende atuar?
The post Em quais áreas um Designer Gráfico pode atuar? appeared first on Chief of Design.

Em quais áreas um Designer Gráfico pode atuar?
Fonte: Chef of Design