Threads começa a liberar seu próprio “Trending Topics”

Threads começa a liberar seu próprio “Trending Topics”

Demorou, mas Threads finalmente está liberando o recurso de assuntos em alta — e já há críticas (Imagem: Divulgação/Meta e Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Threads está liberando nos Estados Unidos o seu próprio Treding Topics, batizado de Trending Now. A ferramenta, de modo similar ao que acontece no seu rival X/Twitter, exibirá, na teoria, os conteúdos que estão em alta na plataforma. Na prática, os usuários acusam a Meta de manipular os assuntos da lista, omitindo temas sensíveis como política.

A falta de uma lista de tendência (vamos usar essa tradução direta) foi um dos pontos negativos no lançamento do Threads. Falando como uma pessoa que usou o X/Twitter ativamente de 2009 até 2020, é por ele que algumas pessoas descobrem assuntos que estão em alta fora do seu círculo social. Ainda que alguns usuários do Xwitter e Threads não a utilizem, é uma forma extra de saber o que está acontecendo no mundo.

Trending do Threads liberado nos Estados Unidos

Publicado por @mosseri
Ver no Threads

Como informou Adam Mosseri, CEO do Instagram e do Threads, o Trending Now será liberado gradualmente para os usuários nos Estados Unidos. A lista de tendência só está disponível para o aplicativo mobile da rede social. Ela é acessada pelo menu de busca e pelo feed Para Você.

Nas respostas, usuários criticaram o Trending Now acusando a Meta de escolher o que estará listado. Uma das respostas mostra que nenhum dos assuntos em alta no momento são referentes a notícias, ciência ou política.

Trending now do Threads mostra conteúdos sobre séries e início da primavera no hemisfério norte (Imagem: Reprodução/Threads)

Essas acusações de esconder tópicos sensíveis é embasada no histórico da big tech. Por exemplo, em 2021, dois anos antes do ataque do Hamas em Israel e a consequente invasão à Faixa de Gaza, a Meta foi acusada de censurar publicações que criticavam Israel pela remoção de palestinos no bairro Sheikh Jarrah.

Ao lançar o Threads, a Meta afirmou que o seu objetivo não é incentivar o compartilhamento de notícias e o debate político — muito menos dar espaço para produtores de conteúdo adulto.

O formato microblogging até pode ser usado para compartilhar fotos de gatinhos (motor da internet) e mostrar o lado bom da vida. No entanto, os usuários naturalmente vão falar sobre temas do dia a dia e seus trabalhos. E esses temas podem ser política, comentar as notícias do momento e até divulgar seu trabalho — seja em plataformas adultas ou como organizador de retiro de yoga.

Com informações: Android Headline
Threads começa a liberar seu próprio “Trending Topics”

Threads começa a liberar seu próprio “Trending Topics”
Fonte: Tecnoblog