Blog

Design para Eventos – Curso Online com 20% de desconto

Design para Eventos – Curso Online com 20% de desconto

Eae, tudo bele?
Eu não sei você já viu, mas recentemente eu gravei um entrevista com o Emerson Medeiros do Curso design para eventos. Caso não tenha visto, você pode conferir CLICANDO AQUI!
Durante esse bate papo o Emerson revelou como a área de design para eventos pode ser lucrativa. E isso é até lógico, afinal todo santo dia, tem evento, como por exemplo: balada, festas, congressos, feiras, etc.
Por isso o principal ponto positivo desse job é que a demanda nunca cessa. Além disso todo projeto é algo diferente: hoje você cria um flyer para uma balda sertaneja, amanhã para uma exposição  e por aí vai.  Realmente é possível conseguir bons frutos desse segmento.  E você como designer pode cuidar de toda a comunicação visual de um evento: flyers, camisetas, sites, banners e por ai vai.
Por isso hoje eu venho apresentar para o curso Design para Eventos, do Emerson Medeiros.  Esse curso vai  fazer com que você seja capaz de desenvolver todo tipo de criação, seja na área gráfica ou digital, que esteja relacionada à eventos. Como: banners, capas, vídeos, avatar, logotipo e identidade visual para festas. O curso possui ainda algumas aulas sobre fechamento de arquivos para impressão, além de assuntos mais dinâmicos, como: abordagem aos clientes, como e quanto cobrar (orçamento) e aulas de cinema 4D.
E o Emerson disponibilizou, para você que acompanha os meu conteúdos, um desconto de 20%. Se você tem interesse em aprender e atuar com Design para eventos, continue comigo neste artigo para saber como você pode começar agora utilizando esse super desconto.

O que você vai aprender no Curso de Design para Eventos?
O curso é basicamente composto em três módulos principais, que são:
Módulo 01 – Sua base Profissional
Você vai aprender os tipos de mídias que ultimamente vem sendo utilizado nos mais diversos eventos, através das aulas:

Aula 01: Introdução
Aula 02: Estimulando a criatividade
Aula 03: Praticando o conteúdo
Aula 04: Entendendo o cliente
Aula 05: Organização financeira
Aula 06: Tipos de mídias para eventos

Módulo 02 – Criação e desenvolvimento
Neste módulo você colocará a mão na massa, aprendendo e executando várias técnicas de criação em diversos estilos de flyers. Você estará pronto para encarar qualquer desafio e executá-lo com maestria. Para isso você terá aulas de:

Aula 01: Introdução ao Photoshop
Aula 02: Introdução ao Illustrator
Aula 03: Summer Party
Aula 04: Show de Sertanejo
Aula 05: Assadii Artwork
Aula 06: Concerto de Jazz
Aula 07: Agenda Pregador Luo
Aula 08: Redenção (Gospel)
Aula 09: Casa dos Amigos (Pagode)
Aula 10: Rock Festival
Aula 11: Conexão Reggae
Aula 12: Agenda Cantor Sertanejo
Aula 13: Éh do Gueto (Rap)

Módulo 03 – Identidade visual para eventos
Esse módulo é uma verdadeira aula de direção de arte. Nele você vai aprender a desenvolver toda identidade visual para um evento, padronizando cada peça de forma que se comuniquem entre si. Você terá aulas de:

Aula 01: Action Sketch
Aula 02: Iniciando o Projeto
Aula 03: Estilização de Tipografia
Aula 04: Cinema 4D e Pós Produção
Aula 05: Tropical Paradise
Aula 06: Flyer Trop. Paradise – Frente
Aula 07: Flyer Trop. Paradise – Verso
Aula 08: Finalizando a Identidade Visual – Tropical Paradise
Aula 09: Apresentação para o behance

O que você vai aprender no Curso de Design para Eventos?
Alem de todo esse rico material, que acabei de apresentar a você, no curso você ainda terá muito mais conteúdos como:

Exercícios práticos: além da parte teórica, no curso você aprenderá de forma prática, realizando exercícios e desafios.
Grupo exclusivo no faceboook e telegram: network e integração com toda a comunidade do curso.
Aulas ao vivo (lives) com o Emerson: além de aulas gravadas você terá a oportunidade de participar de aulas em tempo real, ao vivo.
Suporte exclusivo via Facebok e Whatsapp: você poderá tirar dúvidas diretamente com o professor.
Premiações: para os alunos que participarem dos desafios

Consultoria na sua carreira: o objetivo principal do curso é ajudas os alunos a se tornarem profissionais gabaritados.  Por isso você terá acompanhamento personalizado.
Qual a garantia que você tem? E se você não gostar do Curso?

Acredito que não vai acontecer, pois você com certeza vai adorar o  conteúdo. Mas caso isso ocorra, sem problemas. O Emerson Medeiros acredita de verdade no potencial desse conteúdo e que com ele você vai mandar muito bem nos seus jobs, gerando resultados para seus clientes e sendo muito bem pago por isso. Por isso você 14 dias de garantia. Se você  não aprender nada ou desistir  o seu dinheiro será devolvido, sem burocracia ou ressentimentos.
Será que vale a pena o Curso de Design para Eventos?
Mais de 450 pessoas já adquiriram o curso Design para eventos. Mas caso você tenha dúvidas sobre a qualidade, confira os depoimentos dos alunos:

Como adquiro o Curso de Design para Eventos com desconto?
Para adquirir o curso design para eventos agora para aprender como criar para eventos, aumentando o seu faturamento desenvolvendo projetos para eventos, é bem simples e você tem duas opções:
A primeira opção é acessar diretamente a página de checkout , clicando aqui! Ou, se preferir, acessando: http://bit.ly/design-20desconto
Com isso o desconto será aplicado automaticamente!
A segunda opção é  acessar o site do curso: https://emersonmedeirosdg.com.br/design-para-eventos/
Depois clique no botão “eu tô dentro” para acessar a página abaixo. Após acessá-la, clique no link “possui um cupom de desconto!”

Agora para inserir o cupom: CHIEFOFDESIGN.

Com isso você economizará  R$58,99 no valor curso.
Considerações finais
Se você deseja trabalhar com design e criatividade para eventos adquirir agora o curso Design para eventos é o melhor caminho. O investimento é baixíssimo comparado ao conteúdo entregue e as possibilidades podem abrir na sua carreira.  E o risco de investir em algo que você pode se arrepender no futuro é praticamente zero, pois basta avaliar o curso e em até 14 dias pedir o reembolso, caso não goste de algo.
Por isso se deseja criar a comunicação visual de eventos  que irão fazer saltar os olhos dos seus clientes. Comece agora pelo curso de Design para Eventos, clicando aqui!
Forte abraço.
Até mais.
The post Design para Eventos – Curso Online com 20% de desconto appeared first on Chief of Design.

Design para Eventos – Curso Online com 20% de desconto
Fonte: Chef of Design

Leia isto se quer ter muito sucesso no Instagram – Review

Leia isto se quer ter muito sucesso no Instagram – Review

Eae, tudo bele?
Neste artigo trago para você um review do livro Leia isto se quer ter muito sucesso no Instagram.
O título é bem ousado, mas na verdade transmite com fidelidade do que trata o livro.
Esse título é o novo lançamento da Editora GG Brasil e já está disponível. Organizado pelo renomado fotógrafo Henry Carrol, o livro traz dicas e segredos de instagrammers famosos.

Em resumo o livro apresenta como pessoas comuns, nada de excepcional ou talento extraordinário,condensaram a sua paixão por fotografia, comunicação e expressão, em histórias ilustradas pelas fotografias. Sim isso mesmo, o grande segredo, além de boas e criativas fotos, são as histórias que essas pessoas contam através de suas imagens. Então o instagram foi uma ferramenta que possibilitou a união de todos esses elementos.
É óbvio que o livro não tem o poder de te transformar em um instagrammer de sucesso de do dia para noite, e nem é esse o objetivo, mas ele pode ser muito útil pois dá dicas desde o registro dos seus momentos até a organização do seu feed. Por exemplo, no Livro você encontra dicas de:

Como aprimorar o seu perfil
Como compor as suas imagens
Como se comportar de maneira coerente na rede social
Dicas de criatividade
Dicas de edição de fotos
Dicas de edição de aplicativos
Qual postura ter diante os comentários de fãs e críticos
Como se tornar um usuário sugerido pelo instagram
Como você pode ganhar dinheiro com o instagram
Dicas sobre o que NÃO fazer no instagram

Conclusão
O livro é um guia muito bem feito para quem deseja entender sobre a rede social Instagram e como utilizá-la da melhor maneira. Não chega a ser uma leitura intelectual e sim um guia rápido, simples e prático.
Ele traz inúmeros exemplos, com imagens e perfis diferentes, sempre com dicas e abordagens simples e diretas. O livro superou minhas expectativas, esperava algo mais simples pelo tamanho do livro e superficial pelo título, mas é totalmente o contrário.
Se você se interessou pelo livro, você pode adquiri-lo no site da da Editora GG Brasil (CLIQUE AQUI).
Forte Abraço
Até mais.
The post Leia isto se quer ter muito sucesso no Instagram – Review appeared first on Chief of Design.

Leia isto se quer ter muito sucesso no Instagram – Review
Fonte: Chef of Design

Conheça Yapay: a plataforma de pagamentos online da Locaweb

Conheça Yapay: a plataforma de pagamentos online da Locaweb

É, mais um ano está chegando ao fim. Para nós 2017 foi muito especial, cheio de mudanças, de novidades, transformações. E para fecharmos o ano em grande estilo, apresentamos para você a nossa mais nova unidade de negócio: a Yapay.
A Yapay é uma plataforma de pagamentos online criada para entregar a melhor solução de pagamentos para quem vende e para quem compra. Nosso intuito é oferecer um produto de qualidade para nossos parceiros desenvolvedores e integradores, por meio das melhores práticas tecnológicas possíveis.
Saímos para o mercado com um gateway e intermediador de pagamentos, antigos SuperPay e TrayCheckout. Nossa equipe está focada no desenvolvimento de novos produtos e novidades para 2018. Um dos grandes pontos dessa mudança foi a utilização de novas tecnologias para esse crescimento.
Reformulamos nossas APIs e adotamos o padrão REST, buscando facilitar a comunicação de envio e resposta. A utilização de verbos HTTP corretos nas operações CRUD e os status code HTTP estão sendo a nossa prioridade na reformulação de nossas APIs.
Com as novas soluções elas estarão mais modernas, mais rápidas, mais versáteis e com recursos poderosos para ajudar em sua aplicação. Nós também prezamos pela definição de responsabilidades delas.
Por exemplo: uma API de login deve retornar apenas informações básicas como token e e-mail do usuário. Caso a aplicação necessite de dados extras, contamos com outro endpoint responsável por essas informações. Dessa forma, garantimos a intuitividade das rotas e facilitamos o entendimento de quem as utiliza.
Falando ainda em APIs, confira algumas das que estão disponíveis na Yapay, liberadas em um swagger:
– API de Pagamento
– API de Cliente
– API de Autorização
– API de Conta Bancária
– API de Carrinho de Compras
Contamos, inclusive, com módulos de integração, configurados e instalados; assim a loja virtual fica com a opção de pagamento Yapay disponível para vendas. E possuímos os módulos de integração Magento, WooCommerce, OpenCart, osCommerce e PrestaShop.
O principal diferencial da plataforma é a expertise adquirida com pagamentos online, antes da virada de Marca de TrayCheckout para Yapay, e a experiência com varejistas Tray, oferecendo um produto que visa suprir as necessidades de qualquer um de seus usuários.
// O lançamento da plataforma
Aproveitamos a RubyConf 2017 para lançarmos, no dia 17 de novembro, a Yapay.
Os desenvolvedores tiveram o primeiro contato com a plataforma durante o evento, realizado em São Paulo. Veja as fotos:

Para saber mais sobre a plataforma, acesse: www.yapay.com.br ;)
 
O post Conheça Yapay: a plataforma de pagamentos online da Locaweb apareceu primeiro em Blog Locaweb – Notícias sobre tecnologia, programação e muito mais..

Conheça Yapay: a plataforma de pagamentos online da Locaweb
Fonte: Locaweb

Web Designer salário: quanto ganha um Web Designer?

Web Designer salário: quanto ganha um Web Designer?

Eae, tudo bele?
Você sabe quanto ganha um Web Designer? Qual o salário de um Web Designer?
Esse tipo de dúvida é muito comum para quem deseja atuar na área. E eu sei que é difícil, até certo ponto, encontrar informações fáceis e confiáveis sobre o salário de um Web Designer.
E isso acontece porque essa profissão é relativamente nova. Com o crescimento de alguns setores de mercado e avançado das tecnologias, surgiram novas profissões que não existiam até então em um passado recente. Dentre essas profissões está o de Web Designer ( ou designer de interfaces web).
Outro ponto que aguça essa dúvida comum aos “Galuchos”, são os vários fatores que podem influenciar diretamente nos rendimentos de um Web Designer.O salário pode variar de acordo com:

Tamanho da empresa;
região do país;
cidade da empresa;
nível de experiência do profissional;
sistema de de contratação.

Por isso gravei este vídeo para falar sobre o salário de um web designer e responder à certas perguntas como:

Qual a média salarial?
Quais fatores interferem no salário de um Web Designer?
Qual regime de contratação?
Qual a posição de um salário de um Web Designer se comparado com quadro de salários do Brasil?
Entre outros.

Então assista o vídeo abaixo e descubra qual é o salário médio de um Web Designer:
Web Designer salário – Quanto Ganha um Web Designer?

 
Caso você tenha decidido que é hora de fazer um curso de Web Design e deseja se tornar um profissional da área, você pode conhecer o meu curso: Web Designer PRO.

inscreva-se em nosso canal no Youtube [CLIQUE AQUI ]
Então é isso, Galucho! Se você gostou desse vídeo deixe o seu like e compartilhe com seus amigos eu tiverem interesse
Deixe a sua opinião, dúvida e/ou experiência na área de Web design, nos comentários abaixo, bele?
Caso tenha mais dúvidas eu vou deixar abaixo alguns links com mais conteúdos esclarecedores sobre a área de Web Design:

Web Designer – Essa é a profissão certa para você?

Web Design para iniciantes: 50 perguntas e respostas

Profissão Web Designer: O que um Web Designer faz?

Vale a pena ser Web Designer?

10# excelentes razões para você se tornar um Web Designer!

Curso de Web Designer – Como escolher um sem cair em armadilhas?


Então é isso. Até a próxima.
Forte abraço.
Até mais.
The post Web Designer salário: quanto ganha um Web Designer? appeared first on Chief of Design.

Web Designer salário: quanto ganha um Web Designer?
Fonte: Chef of Design

Os melhores canais do Youtube para quem curte literatura

Os melhores canais do Youtube para quem curte literatura

internet

Eu não sei você, mas adoro dar uma boa pesquisada antes de comprar um livro. Geralmente leio resenhas, críticas em blogs, em portais de notícias e, claro, fico de olho nos canais literários do Youtube.
Confesso que nunca fui muito ligada nos Youtubers, mas há pouco tempo percebi que estava me inscrevendo nos canais e esperando ansiosa pelos vídeos. Foi aí que pensei: opa, tem algo acontecendo! Preciso compartilhar esses links com outras pessoas que também gostam de livros. Afinal, o conteúdo é muito bom!
Por isso, selecionei 5 canais literários do Youtube para você, que é tão viciado em literatura quanto eu. Confira:
// Pipoca Musical
Gente, eu sou suspeita ao falar de Pipoca Musical. Esse é o canal sobre literatura que eu mais gosto de acompanhar. Primeiro porque a Raquel Moritz lê muitos livros que eu leio – principalmente sobre ficção científica.
Ela é publicitária e em seu canal, que tem 23.779 inscritos, fala sobre filmes, séries e livros de terror, ficção científica, além de quadrinhos e obras de Neil Gaiman. Se você é nerd como eu, vai gostar!
O que eu gosto nos vídeos literários que ela posta: As resenhas e críticas da Raquel são muito, mas muito inteligentes. Dá para ver que ela vai fundo na leitura e nas pesquisas para embasar seus vídeos – e é isso que eu admiro demais nela.

// Tiny Little Things
Eu só fui conhecer o Tiny Little Things muito depois de sua criação (e vocês não imaginam o quanto me arrependo de ter levado tanto tempo). Tatiana Feltrin é incrível. Seus vídeos são muito bem elaborados, as críticas são embasadas e ela até lê em voz alguns trechos que gostou do livro.
Tatiana é formada em letras e pós-graduada em ensino de idiomas; seu canal foi criado em 2007 e tem mais de 24 milhões de visualizações.
O que eu gosto nos vídeos literários que ela posta: ela lê de tudo: de ficção científica, a Stephen King, a quadrinhos, a clássicos da literatura, a clássicos brasileiros. Seus vídeos são mais longos, mas valem ser vistos porque ela traz muitos detalhes interessantes sobre os livros.

// Who’s Geek
Mais um canal para quem é nerd, para quem é geek, para quem curte ficção científica. Gabi e Roberto são muito simpáticos. Os vídeos são curtos, divertidos e as críticas são bem feitas.
O que eu gosto nos vídeos literários que eles postam: os vídeos do Who’s Geek trazem muitos livros que eu já li ou quero ler. Ficção científica, terror e afins. O casal lê muito e é muito bacana acompanhar a relação deles com a literatura.

// Bel Rodrigues
O Canal da Bel Rodrigues eu conheci por acaso, por causa da Pam (em breve falarei sobre ela). Os vídeos não são apenas sobre literatura. Ela também fala sobre cinema, séries e alguns assuntos “polêmicos” – e também dá ótimas dicas para quem deseja escrever um livro.
Ela é publicitária, escritora e tem mais de 144 mil inscritos em seu canal.
O que eu gosto nos vídeos literários que ela posta: a Bel adora thrillers e lê muito sobre crimes, logo, ela consegue contextualizar muito bem seus vídeos quando esse é o assunto.
A youtuber chega a indicar filmes, séries e outros livros que tenham a ver, ou que sirvam como complemento do título que ela leu.

// Pam
Assim como a Bel Rodrigues, a Pam Gonçalves também é publicitária e escritora.
Eu a acompanho desde o início do canal, quando ela ainda tinha um blog sobre literatura. Os vídeos são rápidos e gostosos de serem assistidos e a youtuber é muito verdadeira, ela joga a real quando não gosta de determinado título.
Seu canal conta com mais de 215 mil inscritos e, por causa do seu amor pela literatura, já publicou seu segundo livro e participou de uma coletânea em conjunto com a Bel.
O que eu gosto nos vídeos literários que ela posta: acho a Pam muito verdadeira. Ela nem sempre gosta dos livros que estão em alta no momento e as dicas de escrita dela são fantásticas. Sério mesmo! Eu mesma já anotei várias para colocar em prática.

E então, gostou dos canais? Espero que você se inspire com as dicas dos “booktubers” e leia muito mais! Tem mais algum canal literário para indicar? Deixe nos comentários! ;)
O post Os melhores canais do Youtube para quem curte literatura apareceu primeiro em Blog Locaweb – Notícias sobre tecnologia, programação e muito mais..

Os melhores canais do Youtube para quem curte literatura
Fonte: Locaweb

Como ser mais criativo em 7 passos

Como ser mais criativo em 7 passos

Se você é aquela pessoa que acredita que não é criativa, que não consegue ter boas ideias e sair fora da caixa, este artigo é para você.
Mostraremos que a criatividade é para todos e, que, mesmo naqueles dias em que as ideias geniais não surgem, é possível exercitar o cérebro para que elas fluam e sejam colocadas em prática.

Descubra como ser criativo em 7 passos simples e fáceis de serem seguidos:

1 – Fique sozinho
Fazer brainstorm com os colegas ajuda as boas ideias fluírem, mas as Universidades Cornell e Johns Hopkins, nos Estados Unidos, em um teste com 200 alunos, identificaram que os solitários são os mais inovadores. Além disso, outra pesquisa mostrou que quanto maior o número de pessoas em um grupo, menor o desempenho de cada integrante. Logo, esfriar a cabeça e ficar um pouco só pode trazer ideias boas. Curta mais sua própria companhia. :)

2 – Um bom banho ajuda
Relaxar ajuda a ser mais criativo. Quando você não conseguir achar uma solução para determinado problema, tente relaxar seu corpo e sua mente. Dessa forma seu cérebro fará associações mais distantes, devido ao trabalho do hemisfério direito. Uma forma simples de fazer isso é tomando um bom banho quente – e é por isso que muitas pessoas têm grandes ideias durante uma ducha.

3 – Cochile
Sua rotina provavelmente é cheia de afazeres, certo? Possivelmente seu cérebro e seu corpo não descansam como deveriam, logo, tirar um cochilinho depois do almoço fará bem e lhe ajudará a ser mais criativo. Sabe por quê? Porque dessa forma você acessa informações da área periférica do cérebro e aí as grandes ideias surgirão.

4 – Caminhe
Uma boa caminhada, além de fazer bem para sua saúde, pode melhorar seu humor e aumentar sua criatividade. Um estudo realizado pela Universidade de Stanford mostrou que caminhar está diretamente relacionado à capacidade de ter boas ideias. Os participantes da pesquisa aumentaram 60% de sua criatividade enquanto caminhavam. Logo, coloque os tênis e vá passear por aí!

5 – Anote tudo
Ande sempre com um caderninho e uma caneta por perto. Ele servirá como um “banco de ideias” ou um “banco de inspirações”. Escreva frases que gostou, indicações de filmes, livros, músicas. Anote seus pensamentos, ideias que surgiram durante o dia. O fato de escrever vai ajudar a lembrá-lo e a usar seu caderno como um “refúgio criativo”, já que toda vez que precisar de inspiração, você poderá consultá-lo.

6 – Ouça música
Tocar instrumentos ajuda as ideias fluírem, mas se você não toca nenhum, saiba que ouvir músicas também o ajudará a ser mais criativo. Escutar música, segundo a Universidade de Birmingham, aumenta o rendimento em diversas atividades. Pegue o fone de ouvido e divirta-se! :)

7 – Divirta-se
Você tem reservado um tempo em sua agenda para se divertir? Brincar com seu cachorro ou gato; sair com a família, jogar videogame com os amigos…? Não? Saiba que atividades como essas são fundamentais para dar um “Up” em sua criatividade. Pare de deixar para depois aquele “a gente marca!”. Convide as pessoas que você mais gosta para sair!
Para ler também:
Criatividade é um assunto recorrente no blog da Locaweb. Se você quiser saber mais sobre e exercitar seu cérebro, ter mais ideias incríveis e inovar, indicamos estes outros artigos publicados por aqui:

Como exercitar a criatividade?
Por que você deve ler Criatividade S.A.?
Criatividade S.A.: O segredo das ideias inovadoras de Steve Jobs
Sua inspiração de volta em 5 passos
O post Como ser mais criativo em 7 passos apareceu primeiro em Blog Locaweb – Notícias sobre tecnologia, programação e muito mais..

Como ser mais criativo em 7 passos
Fonte: Locaweb

Na mesa do Chief – Entrevista com Bruno Croc – Sou Designer

Na mesa do Chief – Entrevista com Bruno Croc – Sou Designer

Eae! Td bele?
Mais um vídeo para o canal no Youtube, mais um “Na mesa do Chief”, dessa vez com o Designer Gráfico Bruno Croc, da Sou Designer
O Bruno Croc é um Designer gráfico apaixonado por marcas e empreendedorismo criativo. Ele atua como freelancer e é dono da página no facebook Sou Designer, com milhares de fãs e seguidores.
A página Sou Designer foi uma das primeiras a falar sobre Design no facebook, conseguindo seguidores praticamente sem nenhum investimento em anúncios ou coisas do tipo.
Na página o Bruno compartilha conteúdos sobre criatividade, design, publicidade, arte, empreendedorismo, mundo freelancer e também coisas engraças do dia a dia de um criativo.
Nesse bate-papo nós conversamos sobre Design, Arte, hatters, freelance além de várias dicas do Bruno para você iniciar que atua ou deseja atuar na área.
Agora sem mais delongas, se acomoda, pega seu café e confira abaixo a entrevista completa

Sobre o Designer do Bruno Croc
Conheça o trabalho do Bruno Croc:
➡ Site: http://soudesigner.com.br
➡ Facebook: https://www.facebook.com/soudesigner
➡ Grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/soudesigner/
O que você achou do vídeo?
Espero que esse vídeo tenho sido útil para você , agregando conhecimento e informação para você seguir a sua trajetória profissional.
Se você gostou do vídeo deixe o seu comentário abaixo! Isso é muito importante para continuarmos com o nosso trabalho e melhorarmos cada vez mais.
Ajude nosso canal curtindo e compartilhando com seus amigos o vídeo.
CLIQUEI AQUI e se inscreva no Canal do Chief e fique por dentro das novidades.
Forte abraço.
Até Mais.
The post Na mesa do Chief – Entrevista com Bruno Croc – Sou Designer appeared first on Chief of Design.

Na mesa do Chief – Entrevista com Bruno Croc – Sou Designer
Fonte: Chef of Design

Confira o que você precisa saber para fazer vídeos de qualidade

Confira o que você precisa saber para fazer vídeos de qualidade

Geralmente, quando vamos filmar alguma campanha, comercial ou chamada, ficamos bastante preocupados com a resolução do vídeo. Claro que a qualidade da imagem é extremamente importante, mas não é só isso que o torna atrativo.
Para gravar um vídeo que chame a atenção do público é preciso que você saiba alguns conceitos técnicos. Fique tranquilo, com uma ajudinha da Nikon, vamos te ensinar o básico para produzir um conteúdo audiovisual bem legal.
Enquadramento
É a posição dos objetos/personagens presentes na composição do vídeo. É comum que as pessoas produzam vídeos com os personagens bem no meio da tela… Esquece!
Essa disposição não é a recomendada pelos profissionais.
O segredo é seguir a regra dos terços!
Apesar do nome técnico, é facinho utilizar essa dica. Basta imaginar uma grade na tela com formato de jogo da velha, pensou?
Agora é só posicionar os assuntos bem onde as linhas se encontram, nos pontos de ouro, assim, o enquadramento fica muito mais harmonioso e leve.
Lembrando que os objetos não precisam estar exatamente em cima das intersecções, se estiverem próximos já vale!

Plano geral, plano médio e plano fechado
Agora que você já sabe onde posicionar os assuntos na tela da câmera, é hora de conhecer alguns enquadramentos básicos.
O plano geral, por exemplo é aquele que te permite mostrar todo o cenário, de forma mais abrangente. Na maioria das vezes é usado no primeiro plano de alguma cena.
Já o plano médio é usado quando você precisa dar mais enfoque ao objeto em questão. O enquadramento leva esse nome, justamente porque a câmera precisa estar numa distância média do assunto.
Lembrando que é necessário haver uma perspectiva de cenário nesse plano. É só um pouco mais fechado do que o geral. (se o objeto da cena for uma pessoa, considere plano médio um enquadramento da cintura para cima).
Se você quer focar a cena nos detalhes do assunto, o plano ideal é o fechado (Close-up). Pode ser tanto do rosto do personagem quanto de alguma particularidade de um objeto que precisa ser ressaltada.
Qualidade de imagem
Agora sim chegamos ao ponto da qualidade da imagem.
Primeiramente, o ideal é checar as configurações da sua câmera ou celular. Vamos por partes!
Se você for fazer um vídeo simples com o celular, não têm muito segredo. Vá nas configurações e certifique-se de que a qualidade esteja em alta, pode ser em 720p e 30 fps ou 1080p e 30fps.
Se você quer gravar um vídeo leve, para destinar aos clientes via e-mail ou Whatsapp, por exemplo, selecione a primeira opção.
Caso pense em produzir um vídeo mais elaborado para o youtube, ou para o Institucional do site, vá de 1080p! É só ir nas configurações de câmera e selecionar uma dessas opções.
Na câmera o processo é praticamente igual.
O principal diferencial é que é possível escolher um vídeo com mais qualidade, até em Full HD, dependendo do modelo. Seja ela DSLR ou Coolpix, vá até as “configurações de vídeo” e escolha a opção 1920x1080p/30fps para vídeos em Full HD e 1280x720p/30p para vídeos HD.
Lembrando que todas as opções são ótimas, o que muda é a nitidez e o tamanho do arquivo.
Agora que você já sabe os primeiros passos para fazer um vídeo bem bacana para a sua empresa, fique ligado nos outros posts, vamos te dar mais dicas quentinhas sobre o assunto!
 
O post Confira o que você precisa saber para fazer vídeos de qualidade apareceu primeiro em Blog Locaweb – Notícias sobre tecnologia, programação e muito mais..

Confira o que você precisa saber para fazer vídeos de qualidade
Fonte: Locaweb

Por que você deve investir em marketing pessoal?

Por que você deve investir em marketing pessoal?

Sabemos que você é um bom profissional e que está sempre se atualizando e dando o melhor de si. Mas as outras pessoas sabem disso?
Você tem falado sobre as coisas legais que faz no trabalho? Tem divulgado seus projetos? Organizado seu portfólio? Tem um cartão de visitas em seu bolso? Não? Então você precisa investir mais em seu marketing pessoal.
O marketing pessoal é uma ferramenta importante para valorizar sua carreira, sua imagem, melhorar seus relacionamentos e aumentar as chances de conquistar a vaga que tanto deseja.
Assim como no marketing tradicional, no marketing pessoal são traçadas estratégias para promover uma marca – nesse caso, você mesmo – e fazer com que ela seja vista de maneira positiva. Assim você pode se tornar uma referência dentro da área em que atua, divulgará seu trabalho, alcançará um público maior e agregará mais valor à sua carreira.
Você pode ser um dos melhores profissionais do mercado, mas se não divulgar isso, como as pessoas saberão? Por isso a importância de investir em si mesmo, fortalecer e comunicar suas competências. Confira 5 dicas rápidas para fortalecer seu marketing pessoal:

// 1 – Defina um objetivo
O que você deseja nesse momento: uma promoção dentro da empresa na qual trabalha? Trabalhar em outro lugar? Ser realocado no mercado de trabalho? Virar palestrante?
Definir um objetivo é essencial para traçar as estratégias de seu marketing pessoal.
Sabendo o que você quer, será mais fácil identificar o que deve ser feito para chegar lá.

// 2 – Qual é o seu ponto forte?
Se você ainda não sabe qual é seu ponto forte, aquilo em que realmente se destaca, indicamos que converse com seus colegas, superiores, amigos e familiares e peça para que eles o ajudem a identificá-lo. Aprimore essa “qualidade” para deixá-la ainda mais forte e evidente. Faça o mesmo com os pontos fracos. Peça feedback para as pessoas que convivem com você e veja como pode transformá-los.

// 3 – Networking e mais networking
Prepare seu cartão de visitas e seja visto. Participe de eventos dentro de sua área, troque ideias com outros profissionais; fale sobre você, seus trabalhos, o que você deseja para o futuro. A comunicação é um fator muito importante dentro do marketing pessoal. Trabalhe-a e as chances das pessoas lembrarem de você será maior. Logo, ande sempre com seu cartão, entre em contato com os profissionais por meio de e-mail e LinkedIn, por exemplo. Marque um café, um almoço. Isso também conta. :)

// 4 – Dê um up em suas redes sociais
Como estão suas redes sociais nesse momento? Atualizar o LinkedIn devidamente, ter uma foto de perfil coerente e publicar artigos na rede é uma boa ideia para divulgar seu trabalho. Invista nisso! Ah, ter um blog também é uma boa estratégia para virar uma autoridade na web dentro da área em que trabalha. :)

// 5 – Cuidar da aparência também é importante
Esse tópico é “polêmico”. Quando falamos em cuidados com a aparência, não significa que você deva se vestir com roupas caras ou usar peças e um estilo que não tenha a ver com você. Nada disso! Nada disso mesmo!

Mas é legal que você mantenha uma imagem apresentável, condizente com seu trabalho e com sua essência. Inspire-se em pessoas que ocupam o cargo que você deseja; em profissionais que admira, e perceba como eles se vestem. Em cima disso você pode incorporar em seu guarda-roupa peças que sejam semelhantes e que façam com que você se sinta bem e confiante.
E então, preparado para crescer na vida profissional? Agora que você já sabe a importância do marketing pessoal e como você pode aprimorá-lo, coloque as dicas em prática! Conheça pessoas, dê um upgrade em suas redes sociais, estabeleça objetivos. Isso só vai ajudá-lo a crescer ainda mais! :)
O post Por que você deve investir em marketing pessoal? apareceu primeiro em Blog Locaweb – Notícias sobre tecnologia, programação e muito mais..

Por que você deve investir em marketing pessoal?
Fonte: Locaweb

5 motivos para ler Isaac Asimov

5 motivos para ler Isaac Asimov

Não sei você, mas eu adoro um bom livro para fugir um pouco do dia a dia, relaxar, adquirir conhecimento… E uma forma de viajar para outros mundos e pensar mais sobre tecnologia e a forma como nos relacionamos com ela é lendo Isaac Asimov.
O autor russo nasceu em 1920, foi para os Estados Unidos com a família quando tinha três anos de idade e cresceu em Nova York. Foi professor de bioquímica na Universidade de Boston e é responsável por escrever e editar mais de 500 obras sobre tecnologia e o futuro da humanidade.
Asimov era um visionário e tinha pensamentos que iam muito além de sua época, tanto que acertou muitas previsões tecnológicas e também ficou conhecido como o “pai da robótica”. E é por isso (e muito mais) que você, fã do mundo tech, deveria ler suas obras.
Para convencê-lo, listamos 5 motivos para você largar o que está fazendo e comprar, pedir emprestado, ou pegar um livro de Isaac Asimov que esteja em sua prateleira e devorá-lo nesse momento:
// 1 – Se você gosta de ficção científica…
Não pode deixar de ler Asimov. Isso porque o autor está entre os três principais escritores do gênero – e você já viu que o cara escreveu e revisou muitas obras, foram mais de 500! Destaque para a série Fundação, que mostra como seria se galáxias e planetas fossem dominadas pelo homem. Ela foi eleita a melhor série de ficção científica e fantasia de todos os tempos pela World Science Fiction Society, em 1966.
Outra obra que podemos destacar é Eu, Robô – mas falaremos dela em breve. Um fator interessante é que os livros de Isaac podem parecer complexos, mas a linguagem é simples e os livros são empolgantes, quando a gente vê lá se foram capítulos em um piscar de olhos!
// 2 – Asimov criou as Leis da Robótica
Como falamos, Isaac Asimov é considerado o “pai da robôs” e foi ele quem criou as Leis da Robótica, que define em regras básicas, como robôs e seres humanos devem conviver pacificamente. O legal é que essas leis são levadas à sério por muitos estudiosos da área:
1ª lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por ócio, permitir que um ser humano sofra algum mal.
2ª lei: Um robô deve obedecer às ordens que lhe sejam dadas por seres humanos, exceto nos casos em que tais ordens contrariem a Primeira Lei.
3ª lei: Um robô deve proteger sua própria existência, desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira e Segunda Leis.
O autor, depois de um tempo, também criou uma quarta lei, a Lei Zero que diz:
Um robô não pode fazer mal à humanidade e nem, por inação, permitir que ela sofra algum mal.
// 3 – Esqueça o filme Eu, Robô. Leia o livro!
Agora sim, vamos falar de Eu, Robô. Talvez você lembre desse nome por causa do filme, estrelado por Will Smith e lançado em 2004. Tem gente que gosta, outros nem tanto… Gostando ou não, o longa foi inspirado nas obras de Isaac Asimov – mas pasme: não necessariamente no livro.
Foi no livro Eu, Robô, publicado em 1950, que o autor publicou as leis da robótica e brincou com elas nos nove contos que compõem a edição. As histórias trazem uma visão diferente dos robôs – sejam eles domésticos, especializados, da Terra ou do espaço e, particularmente, são incríveis!
Já o filme, inicialmente, não teria nada a ver com a obra de Asimov.
Depois as leis da robótica foram incorporadas e também vemos a personagem Dra. Susan Calvin – mas, novamente, ele tem pouca relação com a obra homônima do autor. Na verdade, ele tem muito mais a ver com outra história de Isaac: As Cavernas de Aço.  
// 4 – As Premonições…
Por estar sempre muito à frente do tempo, Isaac acabou prevendo muitas coisas na área tecnológica. A BBC listou algumas de suas previsões que viraram realidade, entre elas:
 
“As comunicações serão audiovisuais e uma pessoa poderá não só escutar, mas também ver a pessoa que a telefona.”.

“Será possível “telefonar para qualquer ponto da Terra, inclusive as estações meteorológicas na Antártida.”.
 
“Os robôs não serão comuns nem muito bons em 2014, mas vão existir.”.
 
Incrível, não é mesmo? Para saber mais, leia o artigo na íntegra.
 
// 5 – Um asteroide chamado Asimov
Como não querer ler livros de um escritor que tem nada mais, nada menos do que o nome de um asteroide em sua homenagem? Em 1981 um asteroide foi batizado como 5020 Asimov. É, não tem como competir…
E agora que você já sabe um pouco mais de Isaac Asimov, não deixe de ler seus livros e pesquisar sobre sua vida. Como fã de ficção científica, sua mente se expandirá e você aprenderá (e muito) sobre robótica, tecnologia e até sobre relações humanas. Acredite, vale muito a pena! ;)
Já conhecia o autor e quer indicar uma de suas obras? Deixe suas sugestões nos comentários!
 
O post 5 motivos para ler Isaac Asimov apareceu primeiro em Blog Locaweb – Notícias sobre tecnologia, programação e muito mais..

5 motivos para ler Isaac Asimov
Fonte: Locaweb