Category: iPhone

Como excluir um Status do WhatsApp

Como excluir um Status do WhatsApp

Saiba como excluir um Status do WhatsApp no iPhone e no Android (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Você pode excluir um Status do WhatsApp acessando a aba “Atualizações” no aplicativo para celulares Android e iPhone. Em seguida, é necessário abrir o menu “Meu Status” e selecionar a atualização que você deseja apagar.

Em alguns casos, o Status apagado ainda pode ser visto por alguns dos seus contatos. Isso ocorre quando problemas de conexão com a internet impedem que o app sincronize as informações atualizadas.

Vale dizer que as publicações do Status do WhatsApp desaparecem automaticamente após 24 horas. Assim, excluir a atualização antes desse prazo é uma maneira de impedir que os contatos continuem vendo o seu conteúdo.

Veja o passo a passo para excluir um Status do WhatsApp pelo celular.

Índice1. Abra a aba “Atualizações” do WhatsApp2. Toque em “Meu Status”3. Toque no ícone de três pontos ao lado do Status que será excluído4. Selecione “Apagar” Status do WhatsApp5. Confirme a exclusão do Status do WhatsAppPosso apagar um Status do WhatsApp pelo PC?O que fazer se o Status que desejo apagar não aparece?É possível apagar o Status de outra pessoa no WhatsApp?Dá para recuperar um Status que foi apagado do WhatsApp?

1. Abra a aba “Atualizações” do WhatsApp

Abra o aplicativo do WhatsApp no seu celular e, em seguida, toque na aba “Atualizações” na parte inferior da tela.

Abrindo a aba “Atualizações” do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

2. Toque em “Meu Status”

Toque na opção “Meu Status”, ícone com a sua foto de perfil no canto superior esquerdo da tela, para ver a lista das suas atualizações recentes.

Acessando o menu “Meu Status” (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

3. Toque no ícone de três pontos ao lado do Status que será excluído

Toque no ícone de três pontos, ao lado do Status que você deseja excluir, para abrir um submenu de opções.

Selecionando o Status que será excluído (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

4. Selecione “Apagar” Status do WhatsApp

No submenu, toque na opção “Apagar” para excluir o Status do WhatsApp.

Usando a opção “Apagar” Status do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

5. Confirme a exclusão do Status do WhatsApp

Por fim, confirme que você deseja tirar o Status do WhatsApp do ar:

No iPhone (iOS): toque em “Apagar 1 atualização de status” no menu na parte inferior da tela;

No Android: toque em “Apagar” no menu pop up no centro da tela.

Confirmando a exclusão do Status do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

Posso apagar um Status do WhatsApp pelo PC?

Não, você não consegue apagar um Status usando o WhatsApp Desktop ou WhatsApp Web. As versões para PC apenas permitem rever as suas atualizações e saber os contatos que viram o conteúdo.

O que fazer se o Status que desejo apagar não aparece?

Em algumas ocasiões, o Status do WhatsApp pode não aparecer se você acessar o app de mensagens em outro dispositivo ou PC. Isso acontece porque o aplicativo precisa de alguns minutos para sincronizar as informações entre os dispositivos.

No entanto, vale dizer que não é possível publicar ou apagar um Status em dispositivos conectados do WhatsApp. Essas opções estão disponíveis somente no aparelho principal conectado ao mensageiro da Meta.

É possível apagar o Status de outra pessoa no WhatsApp?

Não, você não pode apagar o Status de outra pessoa no WhatsApp. Você deve silenciar as atualizações de Status do contato no mensageiro caso não queira ver novos conteúdos daquela pessoa.

Dá para recuperar um Status que foi apagado do WhatsApp?

Sim, você pode recuperar um Status apagado ao restaurar um backup do WhatsApp feito antes da exclusão do conteúdo. Caso essa ação não seja possível, a solução é postar uma nova atualização de Status no WhatsApp com o conteúdo feito anteriormente.
Como excluir um Status do WhatsApp

Como excluir um Status do WhatsApp
Fonte: Tecnoblog

Microsoft proibirá o uso de celulares Android para funcionários na China

Microsoft proibirá o uso de celulares Android para funcionários na China

A partir de setembro, Microsoft usará apenas iPhones para autenticar o acesso a dispositivos e ferramentas de trabalho (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Microsoft proibirá o uso de celulares Androids para atividades de trabalho na China. Em um memorando publicado recentemente, a big tech informa aos funcionários do país que apenas iPhones serão utilizados para a autenticação de acesso em computadores da empresa. A medida passa a valer a partir de setembro.

O motivo da Microsoft impedir o uso de celulares Android está ligado ao programa Secure Future Initiative. Este programa da big tech visa ampliar a cibersegurança na operação da empresa. Porém, a medida da Microsoft também está ligada com a fragmentação do Android — e possivelmente com as acusações de espionagem envolvendo celulares chineses.

Nada de Xiaomi ou Huawei dentro da Microsoft

Com a nova política da Microsoft, aparelhos da Xiaomi ou Huawei, por exemplo, não poderão ser usados para o acessar dispositivos ou serviços necessários para o trabalho. Como a Play Store (loja de apps do Google) não é disponibilizada na China, as fabricantes desenvolvem suas próprias lojas.

Play Store não está disponível na China, o que leva fabricantes a usarem suas próprias lojas (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

No memorando, a Microsoft aponta a ausência da Play Store como um dos motivos para proibir o uso de celulares Android em sua operação. Existem acusações do governo americano de que marcas como a Huawei compartilham informações de usuários com o governo chinês. A Microsoft não cita essas acusações no texto — e também não se pronunciou sobre o caso.

Os empregados da big tech utilizam o Microsoft Authenticator e Identity Pass (dois serviços próprios) para acessar dispositivos e ferramentas da empresa. Outro ponto na decisão da companhia é que nem mesmo smartphones da Samsung poderão ser usados.

No lugar do smartphone Android “da firma”, os empregados passarão a usar o iPhone 15. O jornal Bloomberg, que teve acesso ao memorando, não divulgou na íntegra o conteúdo do documento. Assim, não ficou explicado se empregados que possuem iPhones como celulares próprio também terão que usar o novo smartphone da companhia.

Com informações: Bloomberg e The Verge
Microsoft proibirá o uso de celulares Android para funcionários na China

Microsoft proibirá o uso de celulares Android para funcionários na China
Fonte: Tecnoblog

Como tirar o bloqueio por impressão digital ou Face ID do WhatsApp no celular

Como tirar o bloqueio por impressão digital ou Face ID do WhatsApp no celular

Veja o passo a passo para desativar o recurso de bloqueio de biometria do WhatsApp

Você pode tirar o bloqueio de impressão digital do WhatsApp nas configurações de “Privacidade” do aplicativo no celular. Em seguida, é necessário desabilitar as funções “Desbloquear usando biometria” no Android ou “Exigir o Face ID” no iPhone.

Quando você desabilita o recurso de biometria, o app não solicitará a impressão digital ou reconhecimento facial quando for aberto. Isso torna o uso do mensageiro mais rápido e prático para ver mensagens e outras informações.

Veja o caminho para desativar o bloqueio de biometria do WhatsApp no Android e no iPhone.

ÍndiceComo tirar o bloqueio por impressão digital do WhatsApp no Android1. Abra as configurações do WhatsApp2. Toque em “Privacidade” para ver a opção do bloqueio do app3. Toque em “Bloqueio do app” no smartphone4. Desative a função “Desbloquear usando biometria”Como tirar o bloqueio de Touch ID ou Face ID do WhatsApp no iPhone1. Acesse as configurações do WhatsApp no iPhone2. Selecione “Privacidade” do mensageiro3. Toque em “Bloqueio do app” no celular4. Desabilite o recurso “Exigir o Face ID” do iPhonePosso tirar o bloqueio de impressão digital do WhatsApp pelas configurações do celular?Dá para tirar o bloqueio de impressão digital do WhatsApp com a senha do celular?É possível tirar o bloqueio de biometria do WhatsApp de outra pessoa?Consigo reativar o bloqueio de biometria no WhatsApp?

Como tirar o bloqueio por impressão digital do WhatsApp no Android

1. Abra as configurações do WhatsApp

Abra o aplicativo do WhatsApp no celular Android e toque no ícone de três pontos, no canto superior direito da tela. Em seguida, selecione “Configurações” para ver mais opções.

Abrindo o menu “Configurações” do WhatsApp no Android (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

2. Toque em “Privacidade” para ver a opção do bloqueio do app

Toque na opção “Privacidade” para ver mais detalhes das configurações do WhatsApp.

Acessando o menu “Privacidade” do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

3. Toque em “Bloqueio do app” no smartphone

Desça a tela do menu “Privacidade” e toque na opção “Bloqueio do app”. Então, você verá a função para desativar a impressão digital do WhatsApp.

Selecionando o menu “Bloqueio do app” do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

4. Desative a função “Desbloquear usando biometria”

Toque na chave ao lado de “Desbloquear usando biometria” para tirar o bloqueio de impressão digital do WhatsApp. Com isso, o aplicativo de mensagens deixará de solicitar a autenticação após determinado tempo.

Desabilitando o recurso “Desbloquear usando biometria” do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

Como tirar o bloqueio de Touch ID ou Face ID do WhatsApp no iPhone

1. Acesse as configurações do WhatsApp no iPhone

Abra o aplicativo do WhatsApp no iPhone e toque em “Configurações”, ícone de engrenagem no canto inferior direito da tela.

Acessando o menu “Configurações” do WhatsApp no iPhone (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

2. Selecione “Privacidade” do mensageiro

Toque na opção “Privacidade” para abrir um menu com outras configurações do WhatsApp.

Abrindo o menu “Privacidade” do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

3. Toque em “Bloqueio do app” no celular

Desça a tela do menu “Privacidade” e toque na opção “Bloqueio do app” para acessar o recurso para tirar a biometria do WhatsApp.

Abrindo o menu “Bloqueio do app” do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

4. Desabilite o recurso “Exigir o Face ID” do iPhone

Toque na chave ao lado de “Exigir o Face ID” — ou “Exigir o Touch ID”, em modelos antigos do iPhone — para desbloquear a impressão digital ou reconhecimento facial do WhatsApp. Assim, você não precisará realizar a autenticação para acessar o app de mensagens.

Desativando o recurso “Exigir o Face ID” no WhatsApp (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

Posso tirar o bloqueio de impressão digital do WhatsApp pelas configurações do celular?

Dá para tirar o bloqueio de biometria sem entrar no WhatsApp ao acessar as configurações de segurança do celular Android ou iPhone e excluir os dados do recurso de impressão digital ou reconhecimento facial. Contudo, o app de mensagens ainda exigirá a senha do celular para ser desbloqueado.

Dá para tirar o bloqueio de impressão digital do WhatsApp com a senha do celular?

Sim, você pode remover o bloqueio de impressão digital do WhatsApp usando a senha do celular. O app de mensagens exigirá a senha após excesso de tentativas de desbloqueio por biometria. Depois, é possível desabilitar a função de bloqueio de biometria.

É possível tirar o bloqueio de biometria do WhatsApp de outra pessoa?

Sim, você consegue tirar o bloqueio de biometria do WhatsApp de outra pessoa se tiver a senha do celular. Para isso, é preciso tentar autenticar por biometria no WhatsApp até chegar ao máximo de tentativas. A partir daí o aplicativo pedirá a senha do celular. Em seguida, basta desativar o bloqueio de app nas configurações do WhatsApp.

Consigo reativar o bloqueio de biometria no WhatsApp?

Você pode ativar o bloqueio de biometria no WhatsApp nas configurações de “Privacidade”. Acesse a opção “Bloqueio de app” e, então, ative o recurso “Desbloquear usando biometria” (no Android) ou “Exigir o Face ID” (no iPhone).
Como tirar o bloqueio por impressão digital ou Face ID do WhatsApp no celular

Como tirar o bloqueio por impressão digital ou Face ID do WhatsApp no celular
Fonte: Tecnoblog

Apple aprova loja da Epic Games para iPhone após ser acusada de perseguição

Apple aprova loja da Epic Games para iPhone após ser acusada de perseguição

Apple é obrigada a aceitar lojas de terceiros na União Europeia (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Apple aprovou, nesta sexta-feira (5), a loja da Epic Games para iPhone e iPad. Ainda sem data de lançamento, ela será exclusiva para usuários da União Europeia, já que o bloco obrigou a marca da maçã a abrir seu sistema a outros métodos de distribuição de aplicativos.

A aprovação, porém, não veio sem drama. A Epic Games revelou que a Apple rejeitou duas vezes sua loja. Em mais um capítulo da briga que se arrasta desde 2020, a desenvolvedora de Fortnite acusou a marca da maçã de agir de forma arbitrária e violar a legislação da União Europeia — desde janeiro, a Apple não pode impedir instalação direta e lojas de terceiros no iPhone.

Segundo a Epic Games, a Apple alegava que botões e etiquetas usados pela empresa em sua loja de games são muito parecidos com os usados na App Store.

A desenvolvedora se defendeu: “Estamos usando ‘Instalar’ e ‘Compras no app’, nomes que seguem convenções usadas em lojas de aplicativos populares em múltiplas plataformas”, escreveu a Epic em sua conta no X (antigo Twitter). A companhia também considerava estar seguindo as convenções de botões para apps do iOS.

Fortnite foi banido do iPhone em 2020, mas voltou à App Store na União Europeia (Imagem: André Fogaça / Tecnoblog)

Apple aponta problemas, mas aprova loja

A Apple respondeu às alegações da Epic Games dizendo que, nas normas para desenvolvedores, existe a regra de que lojas de terceiros não podem ser semelhantes à App Store para evitar confusões entre os consumidores.

A empresa reconhece que a Epic seguiu esta diretriz, mas que o botão de download era uma cópia do mesmo elemento da loja de aplicativos da Apple. Horas depois da primeira sequência de posts, a Epic Games voltou ao X para comunicar que a Apple aprovou sua loja.

Procurada pela agência de notícias Reuters, a Comissão Europeia recusou comentar o caso. O braço executivo do bloco investiga se a Apple violou as regras de mercados digitais ao criar uma nova série de regras, procedimentos e taxas para os desenvolvedores que querem distribuir seus apps por fora da App Store.

Com informações: Reuters
Apple aprova loja da Epic Games para iPhone após ser acusada de perseguição

Apple aprova loja da Epic Games para iPhone após ser acusada de perseguição
Fonte: Tecnoblog

Como copiar um texto do Instagram? Saiba extrair legendas, comentários ou biografias

Como copiar um texto do Instagram? Saiba extrair legendas, comentários ou biografias

Usuário pode copiar textos do Instagram ao fazer login na plataforma pelo navegador (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Para copiar texto do Instagram pelo celular é preciso abrir a página da rede social pelo navegador e selecionar o texto. O processo pode ser feito no iPhone ou em aparelhos Android.

O usuário pode copiar legenda do Instagram, comentários, biografias, links do perfil e até emojis. Importante mencionar que não há como copiar textos de comentários no iOS, já que o sistema não permite abrir a seção em navegadores com o modo PC.

A cópia de textos do Instagram permite que o usuário compartilhe conteúdos com caracteres via chat de outras redes sociais, sem a necessidade de enviar um print ou de entrar pelo Instagram pelo PC.

A seguir, saiba como copiar textos do Instagram em seu dispositivo móvel.

Índice1. Inicie o aplicativo móvel do Instagram em seu dispositivo2. Toque no ícone de compartilhamento do post desejado3. Use o recurso “Copiar link” da publicação do Instagram4. Abra o o aplicativo de navegador usado no aparelho móvel5. Cole o link na URL e faça login no Instagram pelo navegador6. Selecione o texto do Instagram desejado para copiá-loÉ possível copiar o texto do Stories do Instagram?Por que não dá para copiar o texto pelo aplicativo do Instagram?

1. Inicie o aplicativo móvel do Instagram em seu dispositivo

Abra o aplicativo móvel do Instagram pelo Android ou iPhone, visto que o processo pode ser feito em ambos os sistemas operacionais.

Abrindo o app do Instagram pelo celular (Imagem: Reprodução/iOS e Android)

2. Toque no ícone de compartilhamento do post desejado

Localize a publicação ou perfil de interesse e clique no ícone de compartilhamento do Instagram.

Usando o recurso de compartilhamento em um post do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

3. Use o recurso “Copiar link” da publicação do Instagram

Toque na opção “Copiar link” para acessar o post desejado fora do app móvel do Instagram.

Copiando o link de um post do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

4. Abra o o aplicativo de navegador usado no aparelho móvel

Abra o navegador (como Safari ou Google Chrome) usado em seu dispositivo móvel.

Abrindo o navegador pelo dispositivo móvel (Imagem: Reprodução/iOS e Android)

5. Cole o link na URL e faça login no Instagram pelo navegador

Toque e segure no campo da URL para colar o link do Instagram anteriormente copiado, e use a tecla “Enter” para acessar a publicação. Em seguida, recomenda-se fazer o login na rede social pelo navegador.

Acessando o post do Instagram no navegador pelo link copiado (Imagem: Reprodução/Safari e Google Chrome)

6. Selecione o texto do Instagram desejado para copiá-lo

Toque e segure em cima do texto desejado para copiar legenda Instagram, descrição, comentário ou para copiar a bio do Instagram. No Android há como copiar texto do Instagram de todos os tipos ao ativar o modo para PC do navegador, mas em aparelhos iOS não há como baixar texto do Instagram de comentários.

Copiando o texto do Instagram pelo celular (Imagem: Reprodução/Instagram)

É possível copiar o texto do Stories do Instagram?

Sim, mas por meio de ferramentas OCR. O processo pode ser feito ao usar o texto ao vivo do iPhone, bastando tirar um print da página do Instagram desejada, abrir a imagem pelo app Fotos e tocar e segurar no texto.

Também é possível copiar o texto de uma imagem pelo Google Lens no Android. Basta fazer uma captura de tela da rede social da Meta, abrir a imagem pela galeria, tocar na opção “Lens”, e tocar e segurar no texto para extrair o texto de um story.

Copiando texto de um Instagram Stories (Imagem: Reprodução/iOS e Android)

Por que não dá para copiar o texto pelo aplicativo do Instagram?

O próprio Instagram limita a cópia de textos por usuários pelo aplicativo móvel. Em contrapartida, ao copiar o link do perfil do Instagram e abrir no navegador, dá para selecionar e copiar textos das publicações sem problemas.
Como copiar um texto do Instagram? Saiba extrair legendas, comentários ou biografias

Como copiar um texto do Instagram? Saiba extrair legendas, comentários ou biografias
Fonte: Tecnoblog

Como colocar mensagens automáticas na DM do Instagram

Como colocar mensagens automáticas na DM do Instagram

Veja o passo a passo para cadastrar respostas automáticas na DM do Instagram (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Você pode configurar respostas automáticas no Instagram usando a ferramenta “Perguntas frequentes”. Esse recurso exclusivo para conta profissional ajuda a automatizar mensagens recebidas via Mensagens Diretas (DM).

As perguntas frequentes são exibidas nas DMs sempre que alguém entrar em contato com o perfil profissional. Assim, a pessoa pode clicar em uma das opções e obter a resposta sem que o dono da conta esteja online para responder.

A seguir, veja o passo a passo para cadastrar as respostas automáticas na DM do Instagram.

Índice1. Acesse o seu perfil profissional no Instagram2. Abra o menu principal do Instagram3. Toque em “Ferramentas e controles”4. Selecione “Perguntas Frequentes”5. Defina uma pergunta e uma resposta automática6. Toque em “Salvar”7. Ative a opção “Mostrar perguntas” no InstagramPor que não consigo colocar mensagens automáticas na DM do Instagram?Dá para colocar mensagens automáticas na DM do Instagram pelo PC?Posso usar aplicativos para colocar mensagens automáticas na DM do Instagram?Qual a diferença entre usar mensagens automáticas ou respostas rápidas na DM do Instagram?É possível desativar as mensagens automáticas na DM do Instagram?

1. Acesse o seu perfil profissional no Instagram

Abra o app do Instagram no seu iPhone ou no seu celular Android. Então, toque no ícone com a sua foto, no canto inferior direito, para acessar seu próprio perfil na rede social.

Acessando o perfil no Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

2. Abra o menu principal do Instagram

Toque no ícone com três riscos, no canto superior direito, para acessar o menu principal do Instagram.

Abrindo o menu principal do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

3. Toque em “Ferramentas e controles”

Desça a página de “Configurações” do Instagram até encontrar a seção “Para profissionais”. Em seguida, toque na opção “Ferramentas e controle para criadores de conteúdo” ou “Ferramentas e controles para empresas”, dependendo do seu perfil profissional.

Acessando o menu “Ferramentas e controles” de contas profissionais do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

4. Selecione “Perguntas Frequentes”

Toque em “Perguntas Frequentes” para acessar a opção para colocar mensagem automática no Instagram.

Abrindo o menu “Perguntas frequentes” do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

5. Defina uma pergunta e uma resposta automática

No campo “Pergunta”, escreva uma questão comum relacionada à sua conta. Em seguida, defina uma resposta automática para ela.

Configurando uma pergunta para exibir uma resposta automática na DM do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

6. Toque em “Salvar”

Após escrever sua resposta automática, toque em “Salvar” ou no ícone de check (), no canto superior direito, para concluir.

Configurando uma resposta automática na DM do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

7. Ative a opção “Mostrar perguntas” no Instagram

Por fim, ative a opção “Mostrar perguntas” no Instagram. Assim, as perguntas das mensagens automáticas serão exibidas quando as pessoas abrirem o bate-papo com a sua conta profissional.

Ativando o recurso “Mostrar perguntas” na DM do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

Por que não consigo colocar mensagens automáticas na DM do Instagram?

O tipo de conta e determinadas configurações do Instagram podem impedir que as mensagens automáticas apareçam na DM do Instagram. Entenda os possíveis motivos para esse tipo de restrição a seguir:

Conta não profissional: apenas contas profissionais do Instagram podem usar o recurso de mensagens automáticas;

Perguntas desativadas: o recurso “Mostrar perguntas” precisa estar ativo para exibir as mensagens automáticas na DM;

Limite de perguntas: o Instagram permite cadastrar até quatro perguntas frequentes;

Plataforma utilizada: as mensagens automáticas não podem ser configuradas pelo versão web do Instagram.

Dá para colocar mensagens automáticas na DM do Instagram pelo PC?

Não é possível configurar as mensagens automáticas na DM do Instagram pelo PC de forma nativa. A ferramenta “Perguntas Frequentes” é exclusiva dos aplicativos para Android e iPhone.

Posso usar aplicativos para colocar mensagens automáticas na DM do Instagram?

Não é recomendado usar aplicativos de terceiros para automatizar as mensagens automáticas na DM do Instagram. As ações realizadas por plataformas externas podem ser consideradas atividades não autênticas e violar as Diretrizes da Comunidade da rede social.

Dessa forma, a sua conta do Instagram pode ser bloqueada temporariamente ou até mesmo permanentemente. Para mais, ceder o acesso a sua conta para apps de terceiros pode colocar em risco a privacidade dos seus dados.

Qual a diferença entre usar mensagens automáticas ou respostas rápidas na DM do Instagram?

Usar as mensagens automáticas é uma forma de criar perguntas e respostas pré-definidas que o Instagram exibirá quando alguém entrar em contato via DM. Essa função automatiza parte da comunicação, ajudando a economizar tempo e garantindo que todos recebam a mesma informação.

Usar as Respostas Rápidas do Instagram é um meio de criar atalhos no teclado do seu celular para escrever mensagens longas e recorrentes. Com isso, você digita menos e responde seus contatos com mais agilidade quando estiver online.

É possível desativar as mensagens automáticas na DM do Instagram?

Para desativar as mensagens automáticas na DM do Instagram, abra as configurações de “Ferramentas e Controles” da conta profissional no app e acesse “Perguntas frequentes”. Então, desative a função “Mostrar perguntas” ou apague todas as mensagens criadas.

Importante: se você mudar a conta de profissional para pessoal, o recurso de mensagens automáticas será desativado. Isso ocorre porque a função é exclusiva para perfis de empresas e criadores de conteúdo.
Como colocar mensagens automáticas na DM do Instagram

Como colocar mensagens automáticas na DM do Instagram
Fonte: Tecnoblog

Como fazer a contagem regressiva em um story do Instagram

Como fazer a contagem regressiva em um story do Instagram

Instagram oferece adesivo de contagem regressiva para calcular o tempo de um evento (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Para colocar a contagem regressiva no Instagram Stories é preciso usar o adesivo específico deste recurso ao acessar a lista de stickers. O processo só pode ser feito no aplicativo da rede social para celular (Android ou iPhone).

A figurinha cria um cronômetro que contabiliza o tempo restante para um evento criado, que pode ser um aniversário, datas comemorativas, lançamentos ou quaisquer outras ocasiões.

O usuário que visualizar o story com contagem regressiva pode solicitar que o Instagram notifique-o quando o cronômetro zerar. Trata-se de uma espécie de lembrete para ser avisado sobre a conclusão do evento criado.

A seguir, saiba como criar uma contagem regressiva no story do Instagram pelo celular.

Índice1. Abra o app móvel do Instagram e inicie a criação de um story2. Tire uma nova foto para o story ou carregue uma mídia da galeria3. Abra os stickers do Instagram e escolha “Contagem regressiva”4. Edite o adesivo de contagem regressiva para o story do Instagram5. Edite a cor do sticker e publique o story em seu InstagramDá para ver as contagem regressivas que fiz no Instagram Stories?Posso ter mais de uma contagem regressiva no Instagram Stories ao mesmo tempo?Consigo editar uma contagem regressiva do story do Instagram?É possível apagar a contagem regressiva do Stories do Instagram?

1. Abra o app móvel do Instagram e inicie a criação de um story

Inicie o aplicativo móvel do Instagram no dispositivo Android ou iOS, já que o processo é o mesmo em ambos os sistemas operacionais. Em seguida, toque no ícone “+” localizado ao lado de seu ícone de avatar no carrossel de Stories.

Criando um novo story no Instagram pelo celular (Imagem: Reprodução/Instagram)

2. Tire uma nova foto para o story ou carregue uma mídia da galeria

Vá em “Câmera” e faça uma nova captura para o story do Instagram. Se preferir, carregue uma foto de sua galeria.

Fazendo uma captura para o story do Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

3. Abra os stickers do Instagram e escolha “Contagem regressiva”

Toque no ícone de sticker e escolha a figurinha de contagem regressiva. Em seguida, vá em “Criar nova”.

Usando o sticker de contagem regressiva no Instagram Stories (Imagem: Reprodução/Instagram)

4. Edite o adesivo de contagem regressiva para o story do Instagram

Aperte no campo de texto e adicione um título para contagem regressiva de aniversário ou para qualquer outra ocasião desejada. Depois, toque no cronômetro, desmarque a chave “O dia todo”, e defina uma data e horário para iniciar o temporizador.

Ajustando o sticker de contagem regressiva no Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

5. Edite a cor do sticker e publique o story em seu Instagram

Pressione o ícone de paleta de cores para mudar a cor do adesivo de contagem regressiva Instagram, e toque no ícone de correto. Por fim, posicione o sticker no lugar desejado e vá em “Seu story” para publicar o post.

Publicando um story no Instagram com contagem regressiva (Imagem: Reprodução/Instagram)

Dá para ver as contagem regressivas que fiz no Instagram Stories?

Sim. Basta entrar no menu de configurações, acessar “Arquivar” e tocar na aba “Arquivo de stories” para ver os Stories expirados do Instagram com ou sem contagem regressiva.

Também é possível criar um novo story, adicionar o sticker de contagem regressiva e visualizar as contagens feitas anteriormente. E vale lembrar que a rede social notifica o dono do story e visualizadores sempre que uma contagem regressiva chegar ao fim.

Histórico de contagens regressivas usadas no Instagram (Imagem: Reprodução/Instagram)

Posso ter mais de uma contagem regressiva no Instagram Stories ao mesmo tempo?

Sim, mas desde que as outras contagens regressivas sejam feitas em novos Stories. O Instagram não permite adicionar mais de um sticker de contagem regressiva em uma mesma publicação.

Consigo editar uma contagem regressiva do story do Instagram?

Não há como editar o tempo de uma contagem regressiva de um story já publicado. Isso significa que será preciso deletar o post atual e criar outro story no Instagram com a contagem regressiva correta, caso seja necessário alterar o tempo do sticker.

É possível apagar a contagem regressiva do Stories do Instagram?

Sim, mas só é possível excluir a contagem regressiva ao apagar um Instagram Stories com esse recurso. Não há como deletar somente o adesivo de contagem regressiva e manter o story.
Como fazer a contagem regressiva em um story do Instagram

Como fazer a contagem regressiva em um story do Instagram
Fonte: Tecnoblog

Apple finalmente adota RCS no iPhone

Apple finalmente adota RCS no iPhone

Mensagens via RCS chegam ao iPhone no iOS 18 (Imagem: Reprodução/Apple)

Um dos novos recursos do iOS 18 é o suporte ao RCS (Rich Communications Service). Trata-se de um padrão de comunicação que é a evolução do SMS, mas que a Apple nunca havia adicionado no iPhone para dar popularidade ao serviço proprietário iMessage.

Apesar de chegar somente agora ao iPhone, o protocolo RCS não é uma novidade, visto que os primeiros dispositivos compatíveis com a evolução do SMS foram lançados em 2012. A ampla adoção começou a partir de 2019, quando o Google atualizou seu aplicativo de mensagens para dar suporte às mensagens aprimoradas.

Finalmente a Apple se rendeu e adotou o RCS no iPhone. O recurso ficou disponível no beta do iOS 18; a versão para o público final deve ser lançada em setembro, juntamente com o lançamento da próxima geração de smartphones da companhia.

Ainda assim, as operadoras de celular precisam liberar uma atualização nos seus ajustes para habilitar o RCS no iPhone. De acordo com o 9to5Mac, as principais teles americanas já liberaram novos perfis que habilitam as mensagens aprimoradas no beta do iOS 18.

As vantagens do RCS

As mensagens via SMS permitem texto simples com até 160 caracteres, enquanto as mensagens multimídia (MMS) têm limites que variam de acordo com a operadora — mas passam dificilmente de 3 MB, o que dificulta o compartilhamento de fotos em alta resolução e vídeos. Com o RCS, é possível enviar arquivos com até 100 MB cada.

iMessage à esquerda, SMS à direta (imagem: reprodução/Apple)

Enquanto as mensagens por SMS e MMS dependem obrigatoriamente do sinal da operadora móvel, o RCS utiliza a internet para a troca de mensagens. Com isso, é possível continuar a conversa via Wi-Fi, útil para quem está fora da área de cobertura ou em viagens internacionais sem o serviço de roaming disponível.

Por ser baseado em dados, o RCS também tem a vantagem frente ao SMS de não ser cobrado por cada mensagem enviada. Isso permite continuar a comunicação mesmo caso o usuário esteja sem créditos, mas esteja com internet disponível via Wi-Fi. Também melhora a comunicação entre usuários de diferentes países, uma vez que as teles cobram caro por SMSs internacionais.

Além de permitir mensagens maiores, o RCS também tem suporte a recibos de leitura e ver quando a outra pessoa está digitando. Todos esses recursos só funcionam caso ambos os interlocutores tenham a tecnologia ativa; caso contrário, as mensagens são enviadas via SMS ou MMS.

Não vai fazer muita diferença para o Brasil

O RCS é uma evolução muito bem-vinda do SMS, mas, na prática, não deve fazer muita diferença para os brasileiros. Segundo a pesquisa Mensageria no Brasil, feita pelo Mobile Time/Opinion Box em março de 2024, o WhatsApp está instalado em 98% dos celulares brasileiros. 26% dos entrevistados afirmam que nunca enviam SMS, e 40% quase nunca recorrem às mensagens tradicionais.

Ainda assim, o RCS é utilizado no Brasil, especialmente por empresas que enviam publicidade. Até mesmo o Governo Federal utiliza a tecnologia para divulgar informativos.

Mensagem via RCS enviada pelo Governo Federal (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

A chegada do RCS impacta sobretudo os Estados Unidos: por lá, a maioria das pessoas se comunica pelo aplicativo nativo de mensagens do smartphone. Isso acabou criando bolhas de pessoas que usam Android e quem usa iPhone.

Quem usa iPhone e se comunica com quem tem outro iPhone acaba utilizando o iMessage de forma automática. A plataforma de chat proprietária da Apple tem as mesmas vantagens do RCS, como mídias em alta qualidade e recibos de leitura, mas funciona apenas para quem também tem o iMessage ativado.

Se uma pessoa com iPhone se comunica com outra via Android ou vice-versa, toda a conversa recai sobre o tradicional SMS. Com isso, as imagens, vídeos e áudios perdem qualidade e não há recibos de leitura ou indicador de digitando.

Por essa falta de interoperabilidade, empresas como Google e Samsung pressionavam publicamente a adoção do RCS no iPhone. Em 2022, Tim Cook, CEO da Apple, rejeitou o padrão e sugeriu a um jornalista que comprasse um iPhone para se comunicar via iMessage.

Com informações: Gizmodo
Apple finalmente adota RCS no iPhone

Apple finalmente adota RCS no iPhone
Fonte: Tecnoblog

Apple vai melhorar suporte a peças de outros fabricantes no iPhone

Apple vai melhorar suporte a peças de outros fabricantes no iPhone

Novidades devem chegar no iOS 18, que será lançado para o iPhone em setembro (Imagem: Thássius Veloso / Tecnoblog)

A Apple anunciou que iPhones vão oferecer uma maior compatibilidade com telas e baterias feitas por outros fabricantes. Recursos como o True Tone e informações de uso eram limitados a componentes feitos pela própria empresa. Além disso, o bloqueio de ativação do aparelho vai valer também para seus componentes.

O True Tone é a função responsável por calibrar as cores da tela conforme a iluminação ambiente. Ao instalar um display que não foi fabricado pela Apple, o iPhone deixava de oferecer a opção. Até o fim de 2024, isso vai mudar: os usuários poderão ativá-lo mesmo em telas de outros fabricantes.

Cor da tela vai acompanhar luz ambiente, mas Apple não garante o resultado (imagem: Emerson Alecrim / Tecnoblog)

A Apple, porém, alerta que o desempenho pode não ser satisfatório. Segundo a empresa, o True Tone depende de calibrações independentes para cada aparelho e de uma comunicação precisa entre sensores e tela, que não pode ser garantida em peças de outras empresas.

Outra mudança será nas baterias de outras empresas. Hoje, ao usar uma delas, o usuário não tem acesso a dados como capacidade máxima e contagem de ciclos — a Apple diz que não mostra porque não pode verificar as informações.

iPhone vai mostrar saúde da bateria, mesmo que ela não seja fabricada pela Apple (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Até o fim de 2024, porém, o iPhone passará a mostrar a saúde da bateria. Mesmo assim, ele vai colocar um alerta de que aquele dado não é garantido pela Apple.

As informações estão no whitepaper “Longevity, by Design”, publicado nesta quarta-feira (26). Apesar de não ser mencionado explicitamente, tudo indica que estas duas novidades fazem parte do iOS 18. O sistema operacional foi anunciado em junho de 2024, na WWDC, e deve ser lançado oficialmente em setembro, quando a Apple apresenta sua nova linha de iPhones.

Apple fez mais mudanças no conserto de produtos

As mudanças fazem parte de uma série de anúncios relacionados à durabilidade dos aparelhos da marca. Além das mudanças de software, a Apple vai levar seu aplicativo de diagnósticos para 32 países europeus. A ferramenta pode ser usada com iPhone, Mac ou Studio Display e aponta quais são os problemas dos produtos.

O whitepaper também diz que a Apple vai deixar de exigir o número de série do dispositivo para comprar peças para conserto. Por outro lado, o bloqueio de ativação do iPhone também vai valer para peças individuais, que não vão mais funcionar em outros aparelhos. A medida visa combater a revenda de componentes de celulares roubados.

Com informações: Apple, The Verge, MacRumors
Apple vai melhorar suporte a peças de outros fabricantes no iPhone

Apple vai melhorar suporte a peças de outros fabricantes no iPhone
Fonte: Tecnoblog

Apple e Meta conversaram sobre parceria de IA, diz jornal

Apple e Meta conversaram sobre parceria de IA, diz jornal

Apple Intelligence pode usar AI da Meta (Imagem: Reprodução/Apple)

Uma das principais novidades do iOS 18 é a Apple Intelligence, que funciona com modelos desenvolvidos pela Apple, mas que também pode se integrar ao ChatGPT para entregar respostas aos usuários do iPhone. No entanto, a OpenAI pode não ter sido a única opção de IA generativa cogitada pela gigante de Cupertino: informações apontam que a Apple discutiu uma parceria com a Meta, dona do Facebook e Instagram.

O Walt Street Journal divulgou uma reportagem neste domingo (23) sobre as discussões entre Apple e Meta. De acordo com a reportagem, a fabricante do iPhone não busca uma parceria financeira para levar modelos de IA generativa aos seus sistemas; em vez disso, ela poderia ficar com uma fatia das assinaturas premium realizadas nos dispositivos, nos mesmos moldes da App Store.

Durante a apresentação da WWDC 2024, a Apple deixou claro que seu ecossistema poderia receber novos modelos de IA generativa além do ChatGPT. Isso poderia incluir empresas como a Meta, Google e Microsoft, com a possibilidade de integração direto no sistema.

Para a Apple, manter parcerias com múltiplos fornecedores de IA pode ser uma boa jogada, uma vez que evita a dependência da tecnologia de uma única empresa. De acordo com Craig Federighi, VP de engenharia de software da companhia, os usuários podem preferir determinado modelo de linguagem para diferentes tipos de tarefas.

Siri do iOS 18 usa IA para buscar respostas na web (Imagem: Reprodução/Apple)

De acordo com a Reuters, a Meta não é a única empresa em conversas com a Apple nesse momento. A maçã também mantém conversas com a startup Perplexity para integrar o mecanismo de busca baseado em IA diretamente nos sistemas operacionais.

Meta e Apple têm relação “complicada”

Com uma possível chegada do Meta AI integrada ao iPhone, a criadora do Facebook pode avançar na corrida da inteligência artificial. Isso também poderia amenizar a relação conturbada da empresa com a Apple.

Em 2021, a Apple atualizou seus sistemas com proteções de privacidade com medidas que causariam alto impacto em empresas que sobrevivem de anúncios. A Meta chegou a divulgar que essas mudanças poderiam repercurtir na receita do ano seguinte com a cifra de US$ 10 bilhões.
Apple e Meta conversaram sobre parceria de IA, diz jornal

Apple e Meta conversaram sobre parceria de IA, diz jornal
Fonte: Tecnoblog