Category: Jogos

Xbox Game Pass: o que é e como funciona o serviço de assinatura da Microsoft

Xbox Game Pass: o que é e como funciona o serviço de assinatura da Microsoft

Conheça as opções de planos do Xbox Game Pass para PC e consoles (Imagem: Lupa Charleaux/Tecnoblog)

O Xbox Game Pass é um modelo de assinatura de jogos da Microsoft para donos de consoles Xbox e de PC Windows. Em destaque, o programa oferece acesso a uma biblioteca com diversos títulos clássicos, jogos indies e lançamentos do Xbox Studios e empresas parceiras.

Um dos atrativos do Xbox Game Pass é o custo-benefício de pagar uma mensalidade e jogar uma grande variedade de games. Entretanto, a plataforma tem um catálogo rotativo com títulos sendo adicionados e removidos regularmente.

A seguir, conheça mais detalhes sobre o Xbox Game Pass e as diferentes opções de planos.

ÍndiceO que é o Xbox Game Pass?Como funciona o Xbox Game Pass?Quais são os planos do Xbox Game Pass?Xbox Game Pass para PCXbox Game Pass CoreXbox Game Pass para ConsoleXbox Game Pass UltimateQuais as vantagens do Xbox Game Pass?Quais as desvantagens do Xbox Game Pass?Qual é a diferença entre xCloud e Xbox Game Pass?Qual é a diferença entre EA Play e Xbox Game Pass?

O que é o Xbox Game Pass?

O Xbox Game Pass é um serviço de assinatura de jogos para consoles Xbox e PC Windows, criado pela Microsoft. Com mais de 400 games, o catálogo atualizado mensalmente inclui jogos indies, clássicos de gerações passadas e títulos recentes.

Dependendo do plano, os assinantes podem baixar lançamentos do Xbox Studios no dia da estreia e sem custos adicionais, como títulos das franquias Halo e Forza. Os membros do Game Pass ainda têm descontos especiais em games e DLCs.

Como funciona o Xbox Game Pass?

A assinatura do Xbox Game Pass deve ser feita pelo site oficial do serviço, por um console Xbox (Xbox One e Xbox Series S/X) ou apps disponíveis para PC e celular. Então, basta escolher um plano que combine com seu perfil gamer.

A biblioteca do Game Pass pode ser acessada por diferentes dispositivos, conforme o plano escolhido. Você pode jogar os títulos do catálogo nos consoles Xbox, no PC, no celular, no tablet e até via streaming pelo app para TV com suporte a cross-play.

O Game Pass exige conexão de internet em certas atividades. Embora você possa fazer download dos jogos em um console ou PC, é necessário estar conectado para jogar games multiplayer online ou via streaming.

Tela inicial do Game Pass no aplicativo Xbox para PC (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Quais são os planos do Xbox Game Pass?

Xbox Game Pass para PC

O Xbox Game Pass para PC, como o nome diz, é um plano para usuários de PC Windows. A assinatura dá acesso ao amplo catálogo com mais de 400 games e aos títulos do EA Play, serviço de jogos da publisher Electronic Arts.

Os assinantes ainda têm a oportunidade de jogar os games do Xbox Studios no dia do lançamento. O pacote ainda inclui descontos na aquisição de novos jogos e DLCs na loja da Microsoft.

Preço mensal: R$ 35,99/mês;

Xbox Game Pass Core

O Xbox Game Pass Core é o nível de assinatura básico para donos de Xbox One e Series S/X. O plano disponibiliza uma biblioteca limitada com 25 jogos do Xbox Studios e permite que os assinantes joguem games multiplayer online com amigos.

Preço mensal: R$ 34,99/mês;

Preço anual: R$ 249,99/ano.

Xbox Game Pass para Console

O Xbox Game Pass para Console é a assinatura para os usuários do Xbox One e Series X/S. O plano inclui uma biblioteca com mais de 100 títulos e acesso ao catálogo do serviço EA Play apenas nos consoles da Microsoft.

Outro destaque é a possibilidade de baixar novos jogos do Xbox Studios no dia do lançamento sem custos adicionais. Entretanto, a assinatura não oferece suporte para jogar games multiplayer online com outros jogadores nos consoles.

Preço mensal: R$ 32,99/mês;

Xbox Game Pass Ultimate

O Xbox Game Pass Ultimate é a assinatura premium do serviço da Microsoft. Mais completo, o plano garante o acesso ao catálogo de jogos da plataforma e do EA Play no PC e nos consoles Xbox.

A assinatura também inclui o Xbox Cloud Gaming, uma plataforma de games de console que podem ser jogados via streaming até pelo app para smart TVs. Além do suporte para games multiplayer online, os assinantes podem acessar novos jogos do Xbox Studios no lançamento.

Preço mensal: R$ 59,99/mês

Importante: a Microsoft anunciou que os planos do Xbox Game Pass terão mudanças no segundo semestre de 2024. Em destaque, um novo plano padrão para consoles será lançado para novos assinantes sem a opção dos jogos do Xbox Studios na estreia.

Quais as vantagens do Xbox Game Pass?

O Xbox Game Pass oferece diversas vantagens para os usuários que buscam por serviço de jogos com bom custo-benefício. As principais são:

Catálogo de jogos diversificado: o Game Pass tem uma biblioteca com grande variedade de jogos, incluindo clássicos de gerações anteriores dos consoles Xbox, games indies e lançamentos recentes de grandes estúdios;

Jogos Day One: os assinantes podem baixar os novos jogos do Xbox Studios no dia do lançamento e sem custos adicionais;

Assinatura EA Play: o Game Pass inclui a biblioteca do serviço EA Play, formada por diversos jogos da distribuidora Electronic Arts;

Descontos especiais: a assinatura do serviço da Microsoft também garante preços mais baixos na compra de jogos e DLCs selecionadas;

Multiplataforma: os assinantes do plano Ultimate têm a flexibilidade de jogar títulos cross-play e cross-progress disponíveis na biblioteca do serviço nos consoles, no PC ou via streaming em dispositivos móveis e smart TVs.

Página de jogos do Game Pass disponíveis para PC (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Quais as desvantagens do Xbox Game Pass?

O Xbox Game Pass tem alguns pontos negativos que podem atrapalhar a experiência, a depender do perfil do jogador. Por exemplo:

Multiplayer online limitado: somente as assinaturas Game Pass Core e Ultimate oferecem suporte para jogos multiplayer online nos consoles Xbox;

Dependência da internet: recursos como o Xbox Cloud Gaming, que permite jogar em nuvem, exigem uma conexão de internet estável;

Catálogo em constante mudança: a biblioteca do Game Pass muda regularmente, com títulos removidos de tempos em tempos. Isso pode causar a perda de acesso aos jogos que você estava curtindo;

Sem posse dos jogos: os usuários não poderão jogar os títulos disponíveis no catálogo após cancelar a assinatura do Game Pass.

Qual é a diferença entre xCloud e Xbox Game Pass?

O Xbox Cloud Gaming, anteriormente conhecido como xCloud, é a plataforma de streaming de jogos da Microsoft. Sem a necessidade de uma máquina potente, o serviço permite jogar games de consoles diretamente da nuvem em celulares, tablets, PC e app para smart TVs.

Já o Xbox Game Pass é um serviço de assinatura de jogos, que também pertence à Microsoft, com uma grande biblioteca de games para Xbox e PCs. Além disso, os assinantes do plano Ultimate podem jogar no Xbox Cloud Gaming via streaming.

Qual é a diferença entre EA Play e Xbox Game Pass?

O EA Play é um serviço de assinatura da Electronic Arts com um catálogo composto por jogos desenvolvidos pelos estúdios da publisher. Isso inclui as franquias FIFA/EA FC, Battlefield e Madden NFL.

Já o Xbox Game Pass é um programa de assinatura de jogos da Microsoft, cuja biblioteca inclui títulos do Xbox Studios e empresas parceiras. Entre elas, a própria Electronic Arts, Bethesda e Ubisoft.
Xbox Game Pass: o que é e como funciona o serviço de assinatura da Microsoft

Xbox Game Pass: o que é e como funciona o serviço de assinatura da Microsoft
Fonte: Tecnoblog

Quem criou o Free Fire? Saiba quem está por trás do jogo

Quem criou o Free Fire? Saiba quem está por trás do jogo

Saiba os detalhes da criação do popular game Free Fire (Imagem: Reprodução/Garena)

O Free Fire é um jogo do gênero battle royale desenvolvido pela 111dots Studio. Disponível para smartphones Android e iPhone (iOS), o game online coloca até 50 jogadores em uma ilha para lutarem até restar o último sobrevivente.

Somando os números do Google Play Store e da App Store, o Free Fire já ultrapassou a marca de 1,3 bilhões de downloads e tem mais de 187 milhões de usuários ativos. Além disso, o jogo mobile detém uma receita estimada em US$ 4 bilhões.

Grande parte do sucesso do Free Fire se deve ao fato de ser um jogo extremamente acessível. Diferente dos rivais PUBG Mobile e Fortnite, o game é capaz de rodar em celulares de entrada ou intermediários, com especificações técnicas mais fracas.

A seguir, conheça a história por trás do Free Fire e outras curiosidades sobre o popular game.

ÍndiceQuem criou o Free Fire?Quem são as pessoas por trás da criação do Free Fire?Quando a 111dots Studio criou o Free Fire?A 111dots Studio também criou o Free Fire Max?A 111dots Studio é a dona do Free Fire?

Quem criou o Free Fire?

O Free Fire foi criado pela pequena desenvolvedora vietnamita 111dots Studio. Fundado em 2009, o estúdio se especializou no desenvolvimento de jogos Massive Multiplayer Online (MMO).

A desenvolvedora foi adquirida pela publisher singapurense Garena em setembro de 2017, pouco depois da estreia do primeiro beta do Free Fire no Vietnã. Assim, o game pode ter um lançamento global e o estúdio se tornou uma subsidiária da distribuidora de jogos online.

Há poucas informações sobre os membros do time de desenvolvedores da 111dots Studio. No entanto, a equipe de desenvolvimento, artistas e designers se manteve a mesma após o enorme sucesso de Free Fire.

Quem são as pessoas por trás da criação do Free Fire?

O Free Fire foi criado pela equipe da 111dots Studio para competir com outros games battle royale para celulares, como o PUBG Mobile. No entanto, o jogo nunca teve um desenvolvedor creditado publicamente como “criador”.

A aquisição do estúdio pela Garena ajudou o game a obter um sucesso em escala global. Por esse motivo, o CEO da publisher Forrest Li é frequentemente chamado de “Pai do Free Fire” por seu papel ao impulsionar o lançamento do jogo.

Forrest Li, CEO da Garena e do grupo Sea Limited, considerado o “Pai do Free Fire” (Imagem: Wei Leng Tay/Bloomberg)

Quando a 111dots Studio criou o Free Fire?

O Free Fire foi desenvolvido pela 111dots Studio ao longo do ano de 2017. Assim, a primeira versão beta do jogo foi lançada em 28 de setembro do mesmo ano no Vietnã.

Em que país a 111dots Studio criou o Free Fire?

A 111dots Studio criou e lançou o Free Fire exclusivamente no Vietnã em setembro de 2017. Após a desenvolvedora ser adquirida pela Garena, o game teve o lançamento global em dezembro do mesmo ano.

Free Fire já fez parcerias com outras séries de videogame, como Street Fighter da Capcom (Imagem: Reprodução/Garena)

A 111dots Studio também criou o Free Fire Max?

O Free Fire Max também foi desenvolvido pela 111dots Studio. Lançado em setembro de 2021, o game é uma versão aprimorada do Free Fire com gráficos em alta definição e melhores efeitos sonoros.

Diferente do game original, o Free Fire Max exige dispositivos com especificações mais robustas para rodar o jogo. Entretanto, o sistema FireLink permite que usuários das duas versões possam jogar juntos.

Outro diferencial é o modo exclusivo Craftland, permitindo que os jogadores criem os próprios mapas de batalha. Além disso, é possível convidar outras pessoas para jogar nos cenários personalizados.

O Free Fire Max está disponível na Google Play Store (Android) e App Store (iPhone) do Brasil para dispositivos selecionados.

Free Fire Max é uma versão aprimorada do jogo original desenvolvido pela 111dots Studio (Imagem: Reprodução/Garena)

A 111dots Studio é a dona do Free Fire?

Não, a marca Free Fire pertence à publisher singapurense Garena. Após a aquisição em 2017, a desenvolvedora vietnamita 111dots Studio se tornou uma subsidiária da distribuidora de jogos online gratuitos e cedeu os direitos do game.

A Garena faz parte da divisão de entretenimento da Sea Limited, um conglomerado de tecnologia de Singapura. A companhia, cujos donos são a empresa chinesa de tecnologia Tencent e o bilionário singapurense Forrest Li, também é a holding do e-commerce Shopee e do serviço de pagamentos digitais SeaMoney.
Quem criou o Free Fire? Saiba quem está por trás do jogo

Quem criou o Free Fire? Saiba quem está por trás do jogo
Fonte: Tecnoblog

Nintendo Switch OLED tem menor preço histórico em promoção no Mercado Livre

Nintendo Switch OLED tem menor preço histórico em promoção no Mercado Livre

Nintendo Switch OLED (Imagem: Divulgação/Nintendo)

Esta é a sua chance de comprar seu novo console pelo menor preço e dar um upgrade nas futuras jogatinas. Hoje, o Nintendo Switch OLED está saindo por apenas R$ 1.850 no Mercado Livre aplicando o cupom de 5% OFF em Consoles que aparece na página do produto e optando pelo pagamento no Pix. Vale ressaltar ainda que ele é vendido pela Eshop dentro marketplace do ML e que o preço final só aparece na finalização da compra.

Finalização da compra do Nintendo Switch OLED no Mercado Livre (Imagem: Reprodução/Mercado Livre)

Mas sabe quem ficou sabendo dessa oferta muito antes de você? Os membros dos grupos do Achados do TB no Telegram ou WhatsApp. Quem participa dos nossos canais tem acesso a uma curadoria quase diária das melhores promoções em itens de tecnologia do varejo. Sem “metade do dobro” e nem produtos que não valem a pena, tudo passa pela cuidadosa curadoria de ofertas do Tecnoblog.

Segundo o histórico de preços do Nintendo Switch OLED no Zoom, este é o menor valor já cobrado pelo console. Uma informação confirmada pelo próprio histórico de ofertas já divulgadas por ele no Achados — lembrando que a gente sempre prioriza lojas oficiais por aqui. Ademais, o desconto bate de frente com a versão “inferior” do Switch (o modelo padrão), que estava só R$ 50 mais barato na última promoção.

Vantagens do Nintendo Switch OLED (além do desconto)

Nintendo Switch OLED (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O primeiro e maior destaque do Switch OLED já está no próprio nome: o display OLED. Mas se você não está familiarizado com as tecnologias de tela e suas nomenclaturas, basicamente, isso significa que ele vai entregar uma imagem melhor em jogo. Se comparada com o Nintendo Switch padrão, essa versão do console “oferece cores mais vivas, um preto profundo e o contraste acaba sendo melhor”. E a tela também um pouco maior.

Isso é especialmente interessante para quem pretende usar bastante a tela do próprio Switch e não apenas conectá-lo pra jogar na TV. Também pensando nesse público, o apoio traseiro do Switch OLED é mais reforçado e possibilita até melhores ajustes de angulação. Porém, vale dizer que ele é um pouco (não muito) mais pesado que o padrão, com cerca de 23 gramas a mais por conta do corpo maior.

Apoio traseiro do Nintendo Switch OLED (Imagem: Divulgação/Nintendo)

Ademais, o armazenamento interno do Switch OLED é o dobro das outras versões (incluindo o Nintendo Switch Lite), trazendo 64 GB de memória. Por último, ele tem entrada para cabo Ethernet, caso você queira evitar possíveis engasgos com a rede Wi-Fi.

Os modelos de Switch (Imagem: Divulgação/Nintendo)
Aviso de ética: ao clicar em um link de afiliado, o preço não muda para você e recebemos uma comissão.Nintendo Switch OLED tem menor preço histórico em promoção no Mercado Livre

Nintendo Switch OLED tem menor preço histórico em promoção no Mercado Livre
Fonte: Tecnoblog

Dragon Ball: Sparking! ZERO recebe data de lançamento e inicia pré-venda

Dragon Ball: Sparking! ZERO recebe data de lançamento e inicia pré-venda

Novo jogo da clássica série Budokai Tenkaichi, Dragon Ball: Sparking! ZERO teve sua data de lançamento divulgada pela Bandai Namco, na noite da última sexta-feira (7). O game ficará disponível a nível mundial a partir do dia 11 de outubro de 2024.

O anúncio foi acompanhado de um novo trailer, apresentado durante a transmissão ao vivo do Summer Game Fest. O vídeo promocional mostra os modos de Batalha em Episódio e Batalha Personalizada. Você pode assistir no player a seguir:

Clique aqui para ler mais

Dragon Ball: Sparking! ZERO recebe data de lançamento e inicia pré-venda
Fonte: Tudocelular

F1 24 se distancia de um simulador para flertar com corrida arcade | Análise / Review

F1 24 se distancia de um simulador para flertar com corrida arcade | Análise / Review

O jogo F1 24 chegou no final de maio como a sequência da franquia da EA Sports voltada à principal categoria de automobilismo do mundo. Ele se trata do 17ª game da série desenvolvida pela Codemasters.

Será que o jogo trouxe evoluções em relação ao que já se conhecia da franquia até então? Quais são os destaques dele? O TudoCelular testou o título nos últimos dias e conta em detalhes nesta análise completa.Modos de jogoAqui temos um dos destaques positivos do game. São quatro modos de jogo principais: Carreira, F1 World, Tela Dividida e Liga de Corridas. Os dois últimos servem principalmente para jogar com amigos, seja de maneira local ou online.Clique aqui para ler mais

F1 24 se distancia de um simulador para flertar com corrida arcade | Análise / Review
Fonte: Tudocelular

Nintendo Switch Online recebe cinco jogos de Mega Man do Game Boy

Nintendo Switch Online recebe cinco jogos de Mega Man do Game Boy

A Nintendo adicionou cinco jogos de Mega Man do Game Boy ao catálogo do Nintendo Switch Online. Lançados como Rockman World 1-5 no Japão, não são ports das versões de Nintendinho, mas trazem algumas semelhanças.

Dos cinco jogos, com exceção de Mega Man II, foram delegados da Capcom para o estúdio intitulado Minakuchi Engineering. Apesar do receio de alguns jogadores, foram elogiados pela crítica especializada.Já Mega Man II teve outro estúdio, o Japan System House. O designer da franquia Keiji Inafune disse que esse foi o jogo de Mega Man para o Game Boy que ele gostou menos, alegando que a desenvolvedora não tinha familiaridade com a franquia e por isso, a Capcom optou por voltar com a Minakuchi Engineering para o terceiro game.Clique aqui para ler mais

Nintendo Switch Online recebe cinco jogos de Mega Man do Game Boy
Fonte: Tudocelular

BattleCore Arena: batalha multiplayer entre esferas que une diferentes estilos | Hands-on

BattleCore Arena: batalha multiplayer entre esferas que une diferentes estilos | Hands-on

Enquanto não chega o Forward 2024, a Ubisoft disponibiliza o seu mais recente jogo ao público. BattleCore Arena foi criado pelas desenvolvedoras Ubisofr Bordeaux e Cosmic Ray Studios, a fim de proporcionar uma batalha multiplayer entre esferas.

O que esperar deste game? Quais são os principais destaques da experiência dele? O TudoCelular participou de uma sessão de teste do título e conta as principais características dele neste hands-on.Como é o jogo?A jogabilidade consiste em uma mistura de estilos. Você vai encontrar elementos de um game de tiro, de plataforma, de estratégia e com uma pitada de esporte. Isso porque você contra uma esfera em uma arena, com o objetivo de tirar o seu adversário da arena.Clique aqui para ler mais

BattleCore Arena: batalha multiplayer entre esferas que une diferentes estilos | Hands-on
Fonte: Tudocelular

Prince of Persia: Sands of Time Remake será desenvolvido por mais um estúdio

Prince of Persia: Sands of Time Remake será desenvolvido por mais um estúdio


Atualização (04/06/2024) – MR
Há dois anos, a Ubisoft anunciou que os estúdios Mumbai e Pune não participariam mais do desenvolvimento de Prince of Persia: Sands of Time Remake e o projeto seria entregue para a Ubisoft Montreal, desenvolvedora responsável pelo título original de 2003.

Apesar de ainda não haver sequer previsão para o jogo ser lançado, a Ubisoft não irá desistir dele. Agora, mais um estúdio da gigante de games foi listado para trabalhar no título, que promete trazer gráficos, combate e parkour reformulados.Clique aqui para ler mais

Prince of Persia: Sands of Time Remake será desenvolvido por mais um estúdio
Fonte: Tudocelular

Youtuber afirma que detalhes do Switch 2 serão apresentados neste ano

Youtuber afirma que detalhes do Switch 2 serão apresentados neste ano

Switch 2 será lançado até março de 2025, mas mais informações sobre o console podem chegar ainda neste ano (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Nintendo Switch 2 deve ter mais detalhes apresentados pela fabricante no segundo semestre deste ano. A informação foi divulgada pelo youtuber brasileiro tvPH nesta quarta-feira (7). O youtuber, cujo nome é Pedro Henrique Lippe, também explicou que o Nintendo Direct de junho será o último focado na atual geração do Switch.

O youtuber tvPH, que cravou meses atrás o atraso na produção do Switch 2, também reforçou que a Nintendo lançará o novo console em março do próximo do ano. Lippe disse no vídeo publicado em seu canal que o tweet da empresa, no qual o CEO Shuntaro Furukawa fala sobre o Switch 2, deve ser lido como uma confirmação do lançamento do console para este ano fiscal.

Aprofundando nesses assunto de jogos do Switch 2, os próximos lançamentos de games darão uma prévia do que esperar de desempenho no console. Por exemplo, um jogo que for anunciado durante o Nintendo Direct já estará pronto para rodar no Switch 2. Segundo o youtuber, a Nintendo ainda fará um Indie World em agosto.

Próximos jogos anunciados para Nintendo Switch estarão preparados para o Switch 2 (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)

Porém, Lippe destaca que os títulos exclusivos só devem ser apresentados após a Nintendo anunciar oficialmente o Switch 2 — provavelmente após divulgar detalhes do console no segundo semestre de 2024. O youtuber reforçou ainda que haverá compatibilidade entre jogos do primeiro Switch e seu sucessor.

Possíveis novidades sobre o Switch 2

Mesmo que ainda longe dos primeiros detalhes oficiais do Switch 2, alguns leakers divulgaram supostas novidades do console. Sobre a tela, é especulado que o Switch 2 OLED tenha um display de 8 polegadas (modelo atual conta com tela de 7 polegadas). Mais uma vez a Samsung será a fornecedora desse componente.

Os joy-con, nome dos controles do Switch, não terão mais trilhos para encaixar no console. Ao invés disso, a Nintendo usará imãs para mantê-los presos ao corpo do Switch 2. Assim, quem fazer o upgrade de consoles terá que guardar os joy-con antigos em outro lugar.

Com informações: Android Authority
Youtuber afirma que detalhes do Switch 2 serão apresentados neste ano

Youtuber afirma que detalhes do Switch 2 serão apresentados neste ano
Fonte: Tecnoblog

EA confirma que novo Battlefield tem a maior equipe da série e será jogo como serviço

EA confirma que novo Battlefield tem a maior equipe da série e será jogo como serviço

O CEO da Electronic Arts Andrew Wilson revelou que as futuras experiências de Battlefield estão sendo desenvolvimento pela maior equipe da história da franquia. No mês passado, a companhia anunciou que o estúdio Motive, responsável pelo remake de Dead Space e Star Wars: Squadrons iriam integrar o time.

Agora, a Motive trabalha com outros estúdios da EA como DICE, Criterion e Ripple Effect para criar um grande universo Battlefield conectado por experiências multiplayer e single-player.Durante uma reunião para discutir os resultados financeiras da EA, Wilson disse que ele teve a oportunidade de ver o que estão criando. Ele disse ter ficado empolgado com o que a equipe mostrou a ele. Além disso, o executivo confirmou que jogou uma parte do novo Battlefield.Clique aqui para ler mais

EA confirma que novo Battlefield tem a maior equipe da série e será jogo como serviço
Fonte: Tudocelular