Category: Meta

Threads lança API com suporte a recursos avançados

Threads lança API com suporte a recursos avançados

API do Threads dá dados estratégicos para usuários (Imagem: Thássius Veloso / Tecnoblog)

A Meta lançou a API para o Threads, sua rede social de textos curtos. Com a plataforma, desenvolvedores poderão criar “integrações exclusivas”, nas palavras da empresa. A interface permite publicar posts, acessar conteúdo e até mesmo usar recursos mais específicos, como ocultar publicações e criar análises a partir de dados de engajamento.

A API do Threads é gratuita, o que pode ser visto como um diferencial da rede. No ano passado, o X (antigo Twitter) impôs limitações bastante restritas ao acesso a ferramentas desse tipo. O Reddit também seguiu por este caminho, sob protesto de usuários.

Plataformas de gerenciamento de redes sociais tiveram acesso antecipado à API do Threads (imagem: Emerson Alecrim / Tecnoblog)

API do Threads oferece muitas opções

A plataforma da rede social da Meta dá várias possibilidades aos desenvolvedores. Em um blog post, Jesse Chen, diretor de engenharia da empresa, diz que é possível publicar posts, acessar conteúdo, definir controles de respostas e citações e ocultar respostas específicas, entre outras funcionalidades.

A empresa destaca os insights, um dos recursos mais pedidos pelos desenvolvedores. Com a API, dá para ver números de curtidas, republicações, citações, além de informações demográficas sobre os seguidores do usuário.

Adam Mosseri, CEO do Instagram, anunciou a criação de uma API em outubro de 2023. De lá para cá, a interface ficou em beta fechado, com testadores selecionados, como as plataformas de gerenciamento de redes sociais Hootsuite e Sprout. Com a novidade, a Meta espera que os desenvolvedores criem “integrações exclusivas” usando a API. O movimento pode ajudar a aumentar o conteúdo na rede.

Uma ferramenta já existente e usada por uma empresa, por exemplo, pode passar a oferecer integração com o Threads, levando as publicações que iriam para outras redes também para lá. Essa presença pode gerar um interesse maior e atrair mais usuários.

Outra possibilidade é que desenvolvedores criem apps diferenciados, melhorando a experiência da plataforma para pessoas comuns. Há uma década, essa fórmula fez sucesso com o Twitter: aplicativos como TweetBot e o próprio TweetDeck eram bastante populares entre usuários. No entanto, o acesso à API foi ficando cada vez mais limitado, como forma de aumentar o uso do app oficial.

Além da API, o Threads será integrado ao chamado fediverso, protocolo aberto para comunicação entre diferentes redes sociais, que tem o Mastodon como um dos exemplos mais famosos.

Com informações: Meta, The Verge, TechCrunch
Threads lança API com suporte a recursos avançados

Threads lança API com suporte a recursos avançados
Fonte: Tecnoblog

O WhatsApp vai continuar de graça, promete diretor da Meta

O WhatsApp vai continuar de graça, promete diretor da Meta

Guilherme Horn é diretor do WhatsApp para mercados estratégicos (Foto: Caio Graça/Divulgação/Meta)

(Direto de São Paulo) O conglomerado Meta realizou um grande evento nesta semana no qual anunciou novidades do WhatsApp para empresas: desde as transações com Pix até o selo de verificado. Alguns recursos custam dinheiro. E apesar da sua potência enquanto habilitador de negócios, o aplicativo continuará de graça para o usuário final – esta é a promessa de Guilherme Horn, diretor do app em mercados estratégicos.

O executivo reflete sobre o tanto de ferramentas que facilitam a vida de lojistas e comerciantes. Tudo isso faz do WhatsApp um ecossistema completo que caiu no gosto do brasileiro, a ponto de Mark Zuckerberg surgiu num vídeo chamando o app por seu apelido. Confira os destaques da conversa concedida por Horn a mim com exclusividade. O material foi editado para fins de clareza e brevidade.

Thássius Veloso – Quanto custa e qual é a estratégia por trás do Meta Verified no WhatsApp?

Guilherme Horn (WhatsApp) – O serviço começa em R$ 55 por mês. Esta será a faixa de preço mais interessante para a maioria dos negócios, na nossa visão. Os demais valores serão propostos de acordo com os recursos incluídos nos planos. Empresas que quiserem mais possibilidades vão poder mudar para modalidades mais caras. Nós começamos com essa novidade agora no Brasil e em alguns outros países, depois de testes na Colômbia.

Os testes foram bem-sucedidos?

Foram sim. Estes experimentos acontecem sempre com grupos muito pequenos, mas a gente decidiu trazer para o Brasil porque foi bem-sucedido.

Há influenciadores, profissionais liberais e autônomos que atuam por meio do MEI. Essas pessoas vão poder contratar o selo de verificado?

Qualquer CNPJ estará apto a solicitar a verificação do Meta Verified no WhatsApp.

Lá no comecinho, os fundadores batiam na tecla de que a plataforma seria gratuita para sempre. Ele vai continuar de graça para as pessoas físicas? Noto que algumas empresas já têm custo vinculado ao WhatsApp, dependendo do que querem fazer na plataforma.

A gente não tem nenhum plano de cobrar do usuário final. A forma como as empresas usam o WhatsApp (e elas usam cada vez mais para diferentes coisas) naturalmente traz um custo para elas. Nós somos uma plataforma tecnológica e vemos com muita naturalidade que negócios paguem para usar certos recursos.

Me pareceu que o Pix via WhatsApp vai funcionar como o que o Banco Central categoriza como iniciador de pagamentos. O aplicativo virou banco?

Na verdade não é nem uma iniciação de pagamento. Nós estamos usando uma integração com a API do Banco Central para exibir o código Pix na tela. É aquele código dinâmico que já inclui o valor da transação. Nós estamos simplesmente divulgando esta informação. O cliente pega o código e vai para o app da instituição de pagamento ou do banco para concluir a transação.

Executiva detalha chegada do Pix ao WhatsApp (Foto: Thássius Veloso/Tecnoblog)

O que o WhatsApp ganha com isso? O WhatsApp Pagamentos inicialmente era vinculado a certas bandeiras e certos bancos, então rolava alguma grana neste arranjo. E no caso do Pix?

Não tem custo nenhum. A gente já vê transações comerciais deste tipo acontecendo dentro do WhatsApp. Tem quem compre produtos ou contrate serviços pela plataforma. Ouvíamos dos pequenos negócios que parte dos potenciais consumidores abandonava a compra no momento do pagamento. Havia uma perda deste cliente.

Algum motivo específico?

É um comportamento natural quando existe uma fricção na jornada do consumidor. No momento em que você tem que parar e ir para um outro aplicativo fazer uma outra coisa, é natural que exista uma ruptura. A função de pagamentos foi criada para reduzir ou talvez eliminar essa fricção. A integração com o Pix é um complemento que estava faltando.

Minha impressão é de que o WhatsApp Pagamentos nunca deslanchou. Tinha gente que tinha medo de golpe, por exemplo. Qual a sua visão sobre a ferramenta?

As pessoas que usam adoram.

E quem usa?

A gente não divulga os números. Mas assim, tanto os usuários finais quanto as empresas adoram o Pagamentos. Ele resolve o problema da fricção e cria um novo hábito. O Brasil tem um sistema financeiro extremamente sofisticado, com muita pulverização e inúmeras formas de fazer qualquer transação. Talvez exista a expectativa de que o WhatsApp vá se tornar o principal meio, mas essa não é a ideia.

Thássius Veloso viajou para São Paulo a convite da Meta
O WhatsApp vai continuar de graça, promete diretor da Meta

O WhatsApp vai continuar de graça, promete diretor da Meta
Fonte: Tecnoblog

Fones de ouvido com câmeras e IA podem ser a próxima invenção da Meta

Fones de ouvido com câmeras e IA podem ser a próxima invenção da Meta

Fones de ouvido com câmeras e IA podem ser a próxima invenção da Meta (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A corrida por produtos ou serviços disruptivos às vezes leva a ideias inusitadas. É o caso da Meta, que estaria trabalhando em fones de ouvido equipados com câmeras. O objetivo? Permitir que os fones identifiquem objetos e, com auxílio da inteligência artificial, descrevam os itens ao usuário. O projeto teria codinome “Camerabuds”.

Isso nos faz pensar em uma solução para quem tem um nível importante de comprometimento visual ou não enxerga nada. Mas os Camerabuds também poderiam ser usados para tradução de idiomas em tempo real. Isso seria útil para te ajudar a ler placas ou embalagens em países cujos idiomas você não domina.

Os supostos fones de ouvido foram revelados pelo The Information, que afirma ter recebido alguns detalhes sobre o assunto de três funcionários da Meta. As identidades e cargos deles não foram divulgados.

O veículo também conta que o próprio Mark Zuckerberg estaria mostrando grande interesse pelo projeto, tendo até já revisado alguns conceitos de design do dispositivo.

Mark Zuckerberg, CEO da Meta (imagem: Anthony Quintano/Flickr)

E como seriam esses Camerabuds?

Ainda não está claro se o plano seria fazer os Camerabuds serem fones supra-auriculares ou intra-auriculares, por exemplo. Em todos os casos, há grandes desafios a serem vencidos. Entre eles estão o risco de cabelos longos obstruírem as câmeras, de superaquecimento ou de as baterias não terem autonomia satisfatória.

Além disso, é de se esperar que os fones de ouvido façam descrições de objetos ou traduções em tempo real, o que sugere que o produto precisará de uma boa conexão à internet para funcionar a contento.

São tantos os desafios que, segundo um dos funcionários, a Meta tinha expectativa de aprovar os fones já no primeiro trimestre de 2024, mas esse período já passou e não há um prazo definido para que a aprovação aconteça.

Essa pode ser uma daquelas ideias interessantes que não saem dos muros do laboratório, portanto. Mas a informação de que a Meta teria fechado uma parceria com a empresa de fones de ouvido especiais Ear Micro aumenta as chances de os fones se tornarem realidade. Pelo menos um pouco.
Fones de ouvido com câmeras e IA podem ser a próxima invenção da Meta

Fones de ouvido com câmeras e IA podem ser a próxima invenção da Meta
Fonte: Tecnoblog

Meta libera bônus de até US$ 5 mil para criadores publicarem no Threads

Meta libera bônus de até US$ 5 mil para criadores publicarem no Threads

Criadores de conteúdos podem se inscrever em programa da Meta para receber bônus por publicações de grande alcance (Imagem: Divulgação/Meta e Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Meta confirmou que liberou o programa de bônus para criadores de conteúdo no Threads. De acordo com imagens dos convites enviados para alguns criadores, a big tech promete pagar até US$ 5.000 (R$ 25.557) de bônus, dependendo da publicação e de fatores ainda não revelados. Para receber o pagamento, é necessário atingir mais de 10 mil visualizações em uma única publicação.

O programa de bônus para criadores começou a ser testado no início deste mês. Os posts elegíveis a monetização precisam seguir algumas regras, conforme explica a Meta na página de suporte do Instagram (sim, o Threads usa a mesma página de suporte do Instagram). Essas regras explicam que a publicação:

Não pode violar direitos autorais

Não pode violar as Políticas de Monetização de Conteúdo do Instagram

Não pode ser publi

Precisa ser de um idioma suportado pelo programa de bônus — o programa só está disponível nos Estados Unidos

Não pode ter marca d’água de outras redes sociais

O engajamento não pode ser fraudado — como uso de bots ou outros sistemas para aumentar as métricas.

Não pode ser excluída

Precisa de mais de 2.500 visualizações qualificadas — visualizações que vieram diretamente do app do Threads, não de incorporações ou sugeridas em outras redes da Meta. Isso visa incentivar o download do app e acesso ao site do Threads

Precisa incluir texto

Programa de bônus para criadores visa aumentar base de usuários do Threads incentivam grandes nomes a publicarem na plataforma (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Programa tem objetivo de aumentar número de usuários ativos

A estratégia da Meta de ampliar o programa para mais criadores — e pagando mais — visa ampliar o número de usuários na plataforma. O Threads teve um começo acelerado, batendo recordes de inscrição de usuários, seguido de um período de estagnação e crescimento novamente (mas ainda longe do pico).

Na última semana, durante a apresentação de resultados da Meta, Mark Zuckerberg revelou que o Threads passou de 150 milhões de usuários ativos nos três primeiros meses do ano, 30 milhões a mais do desempenho no último trimestre de 2023 — e praticamente metade do que o X/Twitter tem. Parte desse crescimento pode estar ligado ao lançamento da rede social na União Europeia.

O programa de bônus para criadores é um instrumento fundamental para incentivar o crescimento de uma rede social. Afinal, essas plataformas precisam de criadores e influencers para serem atrativas para os usuários. Para os mais críticos, a medida pode ser um desespero para alavancar o Threads. Contudo, as outras redes da Meta e concorrentes já contam com programas desse tipo.

Dado a grande integração do Threads com o Instagram, é esperado que a Meta esteja enviando o convite do programa para os criadores e influencers da rede social de fotos. Postagens no Threads também aparecem no feed do Instagram, o que soa atrativo para os participantes, que podem ganhar mais visibilidade.

Com informações: TechCrunch (1 e 2), Meta, SocialMediaToday
Meta libera bônus de até US$ 5 mil para criadores publicarem no Threads

Meta libera bônus de até US$ 5 mil para criadores publicarem no Threads
Fonte: Tecnoblog

Threads quer deixar usuário ocultar publicações antigas

Threads quer deixar usuário ocultar publicações antigas

Threads quer deixar usuário ocultar publicações antigas (imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

A Meta segue implementando ou testando recursos no Threads para consolidar a plataforma no mercado. A medida mais recente é um recurso que permite ao usuário ocultar manualmente publicações selecionadas. Quando essa opção é utilizada, o conteúdo não fica visível na rede social, mas também não é apagado.

Tudo o que o usuário precisa fazer é tocar no ícone com três pontos no canto superior direito da mensagem e selecionar a opção Archive Now (Arquive Agora). Se bater o arrependimento, tudo bem. As mensagens arquivadas podem ser restauradas a qualquer momento.

Por mais que essa pareça ser uma funcionalidade pouco relevante, uma função de ocultar mensagens é um recurso esperado há muito tempo por usuários assíduos do X/Twitter. Ali, se você não quiser que determinada mensagem apareça em seu perfil, tem como única opção apagá-la.

A opção de arquivar publicações acaba sendo um diferencial do Threads, portanto. Como a rede social tem íntima ligação com o Instagram, a funcionalidade faz ainda mais sentido. Afinal, a opção de ocultar postagens existe há tempos no Instagram e é muito usada por lá.

Função de ocultar postagens no Threads (imagem: Threads/Adam Mosseri)

Por enquanto, é só um teste

De acordo com Adam Mosseri, líder do Instagram, o recurso de ocultar mensagens está disponível para um pequeno número de usuários do Threads, pois o recurso está na fase de testes. O plano é liberar a funcionalidade para todos os usuários em algum momento. O executivo só não deu um prazo para isso.

Mas é possível que, quando o recurso for liberado, ele não faça parte das funcionalidades ativadas por padrão no Threads. Isso porque, no post em que anuncia a novidade, Mosseri revela que o feedback obtido em uma pesquisa com usuários é o de não tornar o arquivamento de mensagens um recurso padrão.

“Então vamos tentar [implementar] isso como uma opção”, finalizou o executivo.

Talvez os usuários esperem que outras funcionalidades sejam tratadas com mais prioridade, a exemplo do Trending Now, uma espécie de “trend topics” para o Threads. O Trending Now começou a ser liberado em março, mas nos Estados Unidos. Essa função ainda não está disponível em escala global.
Threads quer deixar usuário ocultar publicações antigas

Threads quer deixar usuário ocultar publicações antigas
Fonte: Tecnoblog

Como recuperar ou mudar a senha do Instagram

Como recuperar ou mudar a senha do Instagram

Como recuperar ou mudar a senha do Instagram (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Recuperar a senha do Instagram é o procedimento de restaurar o acesso à sua conta da rede social caso você tenha esquecido ou perdido a combinação de acesso ao serviço.

Para isso, é necessário fazer uma solicitação pelo aplicativo ou site do Instagram, informando dados pessoais como e-mail, número de telefone ou nome de usuário.

Já o processo de mudar a senha é a alteração do código de acesso atual de uma conta do Instagram para uma nova combinação escolhida pelo usuário.

O procedimento é recomendado para manter a segurança da conta, especialmente se informações de login anteriores estiverem comprometidas, ou se o usuário segue a recomendação de atualizá-las periodicamente.

A seguir, veja como recuperar ou mudar a senha do seu Instagram pelo celular ou PC.

ÍndiceComo recuperar a senha do Instagram que você esqueceu pelo celular1. Abra o Instagram e vá na função de recuperação de senha2. Informe o e-mail ou nome de usuário usado no Instagram3. Abra o link ou o código enviado pela InstagramComo recuperar a senha do Instagram que você esqueceu pelo PC1. Abra o site do Instagram e vá em “Esqueceu a senha?”2. Informe e-mail, telefone ou nome de usuário para mudar a senha3. Crie uma nova senha para o InstagramComo mudar a senha atual do Instagram pelo celular1. Vá à “Central de Contas” do Instagram2. Vá à área de segurança para redefinir a senha do Instagram3. Escolha a conta no Instagram e mude a sua senhaComo mudar a senha atual do Instagram pelo PC1. Acesse o site do Instagram e vá nas configurações do serviço2. Clique em “Central de Contas” dentro de “Configurações”3. Escolha a opção de alternar senha no InstagramComo recuperar ou mudar a senha de um Instagram vinculado ao Facebook1. Acesse o Facebook e entre na “Central de Contas”2. Vá em “Senha e segurança” e escolha a conta no Instagram3. Defina uma nova senha para a sua conta no InstagramPor que não consigo recuperar a senha do Instagram?Posso recuperar a senha do Instagram com outro e-mail ou número de celular?Dá para recuperar a senha do Instagram pelo WhatsApp?Mudar a senha do Instagram desconecta a conta de outros dispositivos?

Como recuperar a senha do Instagram que você esqueceu pelo celular

Siga os passos a seguir para redefinir a senha do Instagram no app para Android ou iOS.

1. Abra o Instagram e vá na função de recuperação de senha

Abra o aplicativo do Instagram em seu celular. Toque em “Esqueceu a senha?” na tela de login para iniciar o procedimento de recuperar a senha do Instagram pelo celular.

2. Informe o e-mail ou nome de usuário usado no Instagram

Informe o e-mail cadastrado em sua conta no Instagram ou o nome de usuário que você utiliza nela. Toque em “Continuar”. O Instagram informará que um código para redefinir a senha será enviado por e-mail. Toque novamente em “Continuar”.

Se você não tiver acesso a esse e-mail ou preferir outro método, toque em “Tentar outra forma”. Entre as alternativas estão receber o código ou link de recuperação de senha por SMS ou WhatsApp. Escolha uma dessas opções e toque em “Continuar”.

3. Abra o link ou o código enviado pela Instagram

No e-mail recebido, abra o link “Redefina sua senha” ou equivalente. Na página que surgir, crie uma senha combinando números, letras e caracteres especiais, como @ ou $. Finalize tocando em “Redefinir senha”.

Se você receber um código por SMS ou WhatsApp, informe essa combinação no aplicativo do Instagram e toque em “Continuar”. Crie uma senha em seguida.

Agora, tente entrar no Instagram usando a nova combinação.

Como recuperar a senha do Instagram que você esqueceu pelo PC

A redefinição de senha a partir do site do Instagram tem as etapas a seguir.

1. Abra o site do Instagram e vá em “Esqueceu a senha?”

Entre em instagram.com usando seu navegador de internet e clique em “Esqueceu a senha?”, abaixo da caixa de login, para trocar a senha do Instagram.

2. Informe e-mail, telefone ou nome de usuário para mudar a senha

Informe e-mail, telefone ou o nome de usuário de sua conta e clique em “Enviar link para login”. Clique em “Redefina sua senha” no e-mail enviado ao endereço informado ou à conta de WhatsApp associada ao seu número.

3. Crie uma nova senha para o Instagram

Na página que abrir, crie uma senha com ao menos seis caracteres e misture números, letras e caracteres especiais. Clique em “Redefinir senha” ao terminar. Acesse o Instagram usando a nova combinação.

Como mudar a senha atual do Instagram pelo celular

Siga as orientações abaixo para mudar a senha do Instagram pelo celular. Esse passo a passo é válido se você se lembra da combinação, mas quer alterá-la.

1. Vá à “Central de Contas” do Instagram

Abra o Instagram para Android ou iPhone e toque no ícone do canto direito inferior para entrar em seu perfil. Nele, abra o menu com três traços no topo direito da tela e acesse a opção “Central de Contas”.

2. Vá à área de segurança para redefinir a senha do Instagram

Acesse a área “Senha e segurança” dentro de “Central de Contas”. Escolha a opção “Alterar senha” na tela seguinte.

3. Escolha a conta no Instagram e mude a sua senha

Escolha a conta cuja senha vai ser alterada na “Central de Contas”, se houver mais de uma. Informe a combinação atual na tela seguinte e, abaixo, informe a nova senha. Toque em “Alterar senha” para concluir.

Como mudar a senha atual do Instagram pelo PC

A versão web do Instagram permite redefinição de senha, mas o procedimento é ligeiramente diferente em relação às versões para celular. O passo a passo é mostrado a seguir.

1. Acesse o site do Instagram e vá nas configurações do serviço

Abra o endereço instagram.com no navegador, faça login na rede social se ainda não tiver feito isso e clique em “Mais”, no menu à esquerda. Clique em “Configurações” no menu que surgir.

2. Clique em “Central de Contas” dentro de “Configurações”

Vá em “Central de Contas” dentro do menu “Configurações” e clique em “Senha e segurança”.

3. Escolha a opção de alternar senha no Instagram

Clique em “Alterar senha” dentro de “Senha e segurança”. Escolha uma conta para trocar a senha do Instagram, se houver mais de uma. Em seguida, informe a senha atual e defina uma nova combinação mais abaixo. Clique no botão “Alterar senha” para finalizar.

Como recuperar ou mudar a senha de um Instagram vinculado ao Facebook

Você pode mudar a senha do Instagram usando o Facebook, desde que uma conta esteja vinculada à outra. O passo a passo é este.

1. Acesse o Facebook e entre na “Central de Contas”

Abra o Facebook para Android ou iPhone e toque no menu do seu perfil. Procure a opção “Configurações” e, nela, abra a “Central de Contas”.

2. Vá em “Senha e segurança” e escolha a conta no Instagram

Toque em “Senha e segurança”, dentro da “Central de Contas”, e escolha “Alterar senha”. Escolha a conta no Instagram cuja senha você deseja mudar. Essa conta só aparecerá na lista se estiver vinculada ao seu Facebook.

3. Defina uma nova senha para a sua conta no Instagram

Informe a senha atual e defina uma nova combinação logo abaixo. Toque em “Alterar senha” para concluir. Se você não se lembra da senha, toque em “Esqueceu a senha?”. Você receberá um e-mail ou uma mensagem no telefone com um link para criar uma nova combinação.

Por que não consigo recuperar a senha do Instagram?

Os principais problemas que impedem a redefinição de senha no Instagram são:

Dados desatualizados: se você não tem mais acesso ao e-mail ou número de telefone cadastro na conta do Instagram, não conseguirá receber a mensagem de recuperação de senha;

Conta invadida: em caso de Instagram hackeado, o invasor costuma mudar os dados de contato da conta para impedir que você a recupere. Por isso, é importante adotar cuidados para proteger a conta do Instagram;

Instabilidade no Instagram: falhas temporárias no Instagram podem afetar a recuperação de senha. Tente novamente mais tarde se alguma mensagem de erro aparecer;

Bloqueio temporário da conta: se o Instagram desconfiar de atividade inválida na sua conta, poderá impedir a mudança de senha por algumas horas ou dias, cabendo a você aguardar o prazo dado expirar.

Posso recuperar a senha do Instagram com outro e-mail ou número de celular?

Não. É preciso ter acesso ao e-mail ou ao número do celular cadastrado no Instagram. Se você tiver acesso a pelo menos um desses meios, poderá usá-lo para receber o link para mudança de senha.

Após ter acesso à conta, você poderá trocar o e-mail do Instagram ou o número de telefone, caso uma dessas informações esteja desatualizada.

Dá para recuperar a senha do Instagram pelo WhatsApp?

Sim. Se você não conseguir receber o e-mail de redefinição de senha, o Instagram poderá exibir a opção de enviar a você o link ou código de mudança da combinação pelo WhatsApp. Essa opção só funciona se o número de celular cadastrado no Instagram for o mesmo do seu WhatsApp.

Mudar a senha do Instagram desconecta a conta de outros dispositivos?

Sim. A mudança de senha pode desconectar o Instagram de outro celular ou computador em que a conta estiver logada. Isso acontece para evitar que alguém que conhece a senha antiga continue acessando a sua conta.
Como recuperar ou mudar a senha do Instagram

Como recuperar ou mudar a senha do Instagram
Fonte: Tecnoblog

Instagram Stories não carregam em nova pane da Meta hoje

Instagram Stories não carregam em nova pane da Meta hoje

Instagram passa por pane e stories não carregam – Foto: Thássius Veloso/Tecnoblog

Os Stories do Instagram não carregam para parte dos usuários brasileiros no fim da tarde de hoje, dia 03/04, apenas algumas horas depois de o WhatsApp também passar por uma pane. Como você já sabe, ambas as plataformas pertencem ao conglomerado Meta, de Mark Zuckerberg.

O bug no Instagram também impacta a produção de conteúdo na rede social. O aplicativo para Android dá um aviso de que está aguardando conexão quando o usuário tenta postar Stories. Já a versão do Instagram para iPhone (iOS) fica eternamente tentando publicar fotos/vídeos que somem em 24 horas. Curiosamente, as lives estão funcionando normalmente.

Os problemas não param por aí. A equipe de redes sociais do Tecnoblog conduziu testes e notou que o feed também permanece instável na rede social. Nós não sabemos o motivo da falha.

Instagram Stories não carregam em nova pane da Meta hoje

Instagram Stories não carregam em nova pane da Meta hoje
Fonte: Tecnoblog

Instagram passa por instabilidade hoje; Facebook também enfrenta pane

Instagram passa por instabilidade hoje; Facebook também enfrenta pane

Recursos do Instagram estão fora do ar (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Instagram passa por uma instabilidade que impede comentários em postagens, entre outras ações na rede social. O aplicativo para celular traz a mensagem “Tente novamente mais tarde” e ainda diz que “restringimos determinadas atividades para proteger a nossa comunidade”. A pane começou por volta das 15h50, segundo relatos em outras plataformas.

Algumas pessoas não conseguem publicar nos Stories. Outras estão sem seguir novos usuários dentro da plataforma. Há ainda as fotos sem legenda. Não nos parece ser apenas um erro geral, mas sim uma série de recursos que podem parar de funcionar.

Esta não é a única rede social de Mark Zuckerberg que passa por soluço na tarde desta segunda-feira (dia 1º de abril). A API do Facebook também está com um problema que impede postagens a partir de aplicativos de terceiros. Já o Threads não aceita novos conteúdos, pelo que pudemos testar na redação do Tecnoblog.

“Tente novamente mais tarde”, sugere Instagram

Por ora não se sabe o motivo da pane nem sua abrangência. Nós estamos tentando contato com a equipe de comunicação da Meta.
Instagram passa por instabilidade hoje; Facebook também enfrenta pane

Instagram passa por instabilidade hoje; Facebook também enfrenta pane
Fonte: Tecnoblog

WhatsApp deve permitir envio de imagens e vídeos em HD por padrão

WhatsApp deve permitir envio de imagens e vídeos em HD por padrão

Fotos enviadas com qualidade HD chegaram no app em agosto, mas ainda precisam ser ativada na hora de envio (Imagem: Divulgação/WhatsApp)

O WhatsApp liberou na sua versão beta para Android a opção de enviar fotos e vídeos em alta resolução por padrão. O site WABetaInfo, especializado em rastrear recursos do aplicativo, encontrou esta novidade na última segunda-feira. O recurso está disponível nas configurações do app de mensagens, no menu Armazenamento e Dados.

Essa novidade é uma evolução da opção de enviar imagens em alta resolução (HD) no aplicativo. O WhatsApp liberou essa função em agosto de 2023, entregando uma solução nativa e oficial para o envio de fotos e vídeos em HD. Antes disso, os usuários usavam métodos alternativos para enviar uma imagem de alta resolução.

Enviar imagens em HD por padrão

Como mostra a captura de tela do WABetaInfo, os usuários poderão ativar a opção de enviar imagens em alta resolução por padrão nas configurações do WhatsApp. O recurso está disponível na seção “Armazenamento e Dados”.

Recurso de ativar por padrão envio de mídia em alta qualidade no beta do WhatsApp (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

O print não mostra, mas podemos deduzir pelo nome do recurso “Media upload quality” que haverá um novo submenu para ativar esse padrão. Atualmente, essa seção conta com o submenu “Download automático de mídia”, na qual você pode definir como o WhatsApp funcionará ao baixar mídias recebidas.

Fazendo o paralelo entre o download e upload, é altamente provável que você também possa escolher como o WhatsApp atuará ao enviar uma imagem em HD no Wi-Fi, dados móveis e em roaming — assim como temos no submenu para baixar mídias.

Usando o português bem direto, essa opção de enviar imagens em HD no WhatsApp será uma mão na roda. Salvo quando você está usando a rede móvel ou com uma conexão ruim, é muito provável que você queira enviar e receber fotos na melhor qualidade possível. Não há previsão de quando o recurso será lançado oficialmente.

Com informações: SamMobile e WABetaInfo
WhatsApp deve permitir envio de imagens e vídeos em HD por padrão

WhatsApp deve permitir envio de imagens e vídeos em HD por padrão
Fonte: Tecnoblog

WhatsApp Beta recebe recurso de IA generativa da Meta

WhatsApp Beta recebe recurso de IA generativa da Meta

WhatsApp (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Resumo

O WhatsApp Beta para Android incorporou a funcionalidade de IA generativa da Meta, disponível para usuários do programa de testes, permitindo o envio de prompts diretamente pelo aplicativo.
A integração da Meta AI no WhatsApp facilita a interação do usuário com a inteligência artificial, oferecendo a possibilidade de fazer perguntas e solicitar sugestões de mensagens de forma rápida e sem necessidade de trocar de aplicativo.
Na versão 2.24.7.14 do WhatsApp Beta para Android, os usuários podem enviar prompts para a Meta AI diretamente do campo de busca, agilizando o processo de uso da IA sem ter que procurar por contatos ou mensagens.
A Meta AI, que opera com o modelo de linguagem Llama 2, promete não só melhorar a experiência no WhatsApp, mas também está planejada para integrar outros serviços da Meta, incluindo o Instagram.

O WhatsApp Beta para Android recebeu o recurso de IA generativa da Meta. Quem participa do programa de testes já pode usar a Meta AI — nome nada criativo, porém muito direto — no aplicativo de mensagens. Esta funcionalidade está localizada na parte superior do WhatsApp.

A integração do Meta AI com o WhatsApp permite que os usuários enviem prompts mais rapidamente. Assim, o usuário pode fazer alguma pergunta, pedir sugestões de mensagens para falar com o contatinho ou ideais de mensagens de feliz aniversário — tudo sem mudar de aplicativo.

Meta AI direto no campo de busca do WhatsApp

Outra novidade visualizada na versão 2.24.7.14 do WhatsApp Beta para Android é a opção de enviar prompts direto do campo de busca. Logo, ao invés de pesquisar por algum contato ou mensagem, o usuário pode fazer diretamente uma pergunta para a Meta AI. Tal qual o fato de evitar a troca de apps, é uma função que acelera o uso da inteligência artificial.

Meta AI no campo de busca da versão beta do WhatsApp para Android (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

O funcionamento da Meta AI não parece (pelo menos por enquanto) estar integrado à digitação da mensagem. O Samsung Galaxy AI, por exemplo, tem uma ferramenta que ajuda a escrever mensagens e corrigir textos.

A Meta AI utiliza o Llama 2, segunda geração do modelo de linguagem desenvolvido pela empresa de Mark Zuckerberg. A IA generativa foi anunciada em setembro de 2023 e terá um aplicativo próprio.

No entanto, um grande diferencial desta inteligência artificial será a integração com os serviços da Meta. Fora o uso da Meta AI no WhatsApp, a empresa já anunciou que o Instagram também se beneficiará desta novidade. A big tech também criou a Emu, uma IA generativa de imagens.

Com informações: WABetaInfo e Phone Arena
WhatsApp Beta recebe recurso de IA generativa da Meta

WhatsApp Beta recebe recurso de IA generativa da Meta
Fonte: Tecnoblog