Category: Telecomunicações

TIM planeja aumento de preços no pós-pago e controle

TIM planeja aumento de preços no pós-pago e controle

TIM divulga resultados financeiros de 2023 (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A TIM divulgou os resultados financeiros de 2023, e a operadora encerrou o ano com lucro líquido normalizado de R$ 2,69 bilhões, alta de 50,4% em comparação com o ano de 2022. A tele italiana também revelou a intenção de aumentar as mensalidades do móvel e rever ofertas com apps ilimitados.

Confira abaixo os principais indicadores financeiros da TIM Brasil e o comparativo anual:

Indicador20232022%Receita líquidaR$ 23,83 bilhõesR$ 21,58 bilhões10,6%Lucro líquidoR$ 2,69 bilhõesR$ 1,79 bilhões50,4%Custo de operaçãoR$ 12,18 bilhõesR$ 11,34 bilhões7,4%Capex (investimentos)R$ 4,5 bilhõesR$ 4,7 bilhões-4,8%Total de linhas móveis (clientes)61,2 milhões62,4 milhões-2%

TIM pode aumentar preços no móvel e tirar apps ilimitados

Um aumento de preços vem aí: após a divulgação de resultados, o CEO da TIM, Alberto Grisseli, informou que a operadora irá reajustar as mensalidades da modalidade pós-pago e controle a partir do segundo trimestre de 2023.

De acordo com informações do Telesíntese, o pré-pago não deve ter aumento de preço imediato, mas a expectativa da TIM é reajustar os preços do TIM Pré Top até o final do ano.

Além da mudança de preços, a TIM irá rever a inclusão de serviços sem descontar da franquia, com a intenção de reduzir a quantidade de plataformas OTT (over-the-top). Vale lembrar que a TIM renovou a parceria com a Deezer.

O anúncio da TIM foi feito após a Claro ter reformulado o portfólio do pós-pago e controle, que ficou pior, mais caro e sem redes sociais liberadas.

Móvel perde clientes, mas cresce em receita

A telefonia móvel é o carro-chefe da TIM Brasil. O segmento representou R$ 21,8 bilhões em receita no ano de 2023, um avanço de 11,1% em comparação com 2022.

A TIM encerrou 2023 com 61,2 milhões de clientes móveis, queda de 2% no número de acessos. Ainda assim, a operadora avançou em 1,6% no segmento pós-pago, que gera receita recorrente e tem maior gasto médio mensal por usuário (ARPU) que no pré-pago.

Loja da TIM no Shopping Taboão (Imagem: Divulgação / TIM)

Falando em ARPU, a TIM Móvel atingiu o maior valor da história da companhia, com média mensal de R$ 31,1 — salto de 15,8% em comparação com o período anterior. A operadora atribui o aumento de receita graças às mudanças de preço na oferta quinzenal do pré-pago, reajustes de clientes pós-pagos e migração para planos de maior valor.

Em 2023, a TIM também expandiu a cobertura 4G para todos os 5.570 municípios brasileiros, e 5.470 cidades são atendidas com tecnologia VoLTE. No 5G, a operadora encerrou o ano com 209 municípios cobertos.

TIM Ultrafibra tem alta em clientes e salto na cobertura

O serviço fixo ainda é ínfimo no balanço da TIM: ainda que tenha crescido 4,6%, a receita fixa para o ano de 2023 foi R$ 1,23 bilhões.

A base de clientes da banda larga TIM Ultrafibra foi de 802 mil acessos, alta de 12,1% em comparação com o ano de 2022.

A TIM teve um expressivo salto em número de domicílios cobertos (home passed), que atingiu a marca de 11,7 milhões, alta de 93% em comparação com o ano anterior. Isso foi possível após a parceria da operadora italiana com a V.tal, operadora de rede neutra que também abriga a Oi Fibra.

De acordo com a TIM, 69% dos seus clientes de banda larga fixa possuem planos com velocidades iguais ou superiores a 300 Mb/s. O ARPU da TIM Ultrafibra foi de R$ 94.
TIM planeja aumento de preços no pós-pago e controle

TIM planeja aumento de preços no pós-pago e controle
Fonte: Tecnoblog

Exclusivo: Vivo revela preço da nova internet fixa via 5G

Exclusivo: Vivo revela preço da nova internet fixa via 5G

Vivo Box 5G é anunciado oficialmente (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Vivo anuncia nesta quarta-feira (24/01) o início das vendas do Vivo Box 5G, serviço de internet banda larga com conexão 5G. A informação foi confirmada ao Tecnoblog com exclusividade. A mensalidade do plano com franquia de 150 GB sai por R$ 150.

Além do serviço em si, os consumidores também precisarão comprar o roteador, que não está incluso no valor. A própria operadora vai comercializar o Intelbras GX 3000 pelo preço sugerido de R$ 1.499. Ele pode ser parcelado de 10 (na maioria dos cartões) a 18 vezes (no cartão Vivo Itaú).

De acordo com a empresa, os consumidores terão mais mobilidade, já que o roteador com acesso ao chamado 5G FWA pode ser levado para mais de 170 cidades que contam com a rede 5G da Vivo. Não são necessárias obras nem instalações de cabos na casa do cliente. A Vivo diz que basta ligar o dispositivo para ter acesso à internet.

Roteador Intelbras GX3000 sai por R$ 1.899 na loja da Vivo (Imagem: Divulgação/Intelbras)

Nós do Tecnoblog acompanhamos o assunto desde novembro de 2023, quando noticiamos os preparativos para esta oferta, que complementa o negócio de fibra ótica da Vivo. Dissemos, naquela ocasião, que a data permanecia em segredo. Demorou, mas este dia chegou. A comercialização começa hoje mesmo nas mais de 1,8 mil lojas físicas e também na loja online da Vivo.

O que é Vivo Box 5G?

O Vivo Box 5G é o serviço de banda larga fixa por meio da rede 5G. Ele já era ofertado pela Vivo a clientes corporativos, mas de forma muito tímida. A partir de janeiro de 2024, pessoas físicas também podem contratar a novidade. O plano com 150 GB sai por R$ 150/mês. Também é necessário comprar um roteador compatível.

Os documentos submetidos à Anatel explicam que o acesso pode ocorrer por 5G DSS, 5G NSA ou 5G SA. Ou seja, contempla todos os formatos da internet móvel de quinta geração, desde o mais simples até o mais avançado/rápido.

Ainda não sabemos qual deve ser a taxa de download e de upload do serviço. A Vivo foi consultada e este texto será atualizado caso a empresa se manifeste.

Concorrência da Claro

A Vivo irá concorrer com a Claro, que oferece internet fixa via 5G desde agosto de 2023. A companhia de origem mexicana cobra R$ 199,90/mês por 200 GB e R$ 399,90 por 400 GB.

Em resumo, os preços praticados por Vivo e Claro estão muito alinhados. Quem quiser pagar o menor valor possível provavelmente irá se interessar mais pela Vivo, que oferece um plano econômico (tanto em cifras quanto em franquia de dados).
Exclusivo: Vivo revela preço da nova internet fixa via 5G

Exclusivo: Vivo revela preço da nova internet fixa via 5G
Fonte: Tecnoblog

TIM e Deezer renovam parceria que dá música grátis em alguns planos

TIM e Deezer renovam parceria que dá música grátis em alguns planos

Para diretor da TIM, parceria com Deezer é estratégica (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A operadora TIM e a plataforma de streaming musical Deezer anunciaram a renovação de sua parceria. As duas empresas oferecem seus produtos em conjunto desde 2014, e serviço continuará fazendo parte de alguns planos da operadora.

Atualmente, a TIM coloca o Deezer Premium como parte dos planos Black (exceto com Apple TV+) e Black Família (exceto com Apple One, que tem o Apple Music), Pós, Beta e Pré Top Hits. Alguns pacotes Ultra Fibra e Controle também contam com a assinatura do streaming.

A parceria entre as TIM e Deezer começou em 2014. Naquela época, a operadora tinha o TIMmusic. Em um primeiro momento, a Deezer entrou como uma forma de “revitalizar” o aplicativo. Com o tempo, a marca TIMmusic foi deixada de lado, e clientes de diversos planos passaram a ter acesso ao serviço de streaming.

O produto foi incluído em alguns planos e retirado de outros ao longo destes anos, e até uma versão limitada do streaming, chamada Deezer Go, existiu entre 2021 e 2023. Atualmente, apenas o Deezer Premium é oferecido.

Apesar da parceria ao longo destes anos, a TIM chegou a oferecer seis meses grátis de assinatura do Apple Music em 2022, para planos pós e controle. A oferta foi encerrada.

Deezer Premium está incluso em alguns planos da TIM (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)

Em comunicado à imprensa, Stéphane Rougeout, vice-CEO da Deezer, diz que a TIM contribui para tornar o Brasil um dos maiores mercados da empresa. “Estamos muito satisfeitos em continuar essa jornada juntos”, declarou o executivo.

Paulo Esperandio, CMO da TIM, avalia que a música se tornou um ativo da marca. Ele considera que a parceria com a Deezer é estratégica para a empresa. TIM e Deezer não revelaram se a renovação anunciada hoje tem um novo prazo.

Concorrentes da TIM também oferecem música

Claro e Vivo, as duas outras grandes operadoras do Brasil, também oferecem serviços musicais, mas com estratégias diferentes.

A Claro tem seu próprio Claro Música, mas ele não está incluso em nenhum plano — é preciso assiná-lo, por R$ 4,99 por semana ou R$ 12,90 por mês. A vantagem é o acesso ilimitado, sem descontar da franquia de internet.

Já a Vivo oferece diferentes plataformas, a depender do plano. Uma das opções é o Vivo Selfie Spotify, plano pós-pago que inclui assinatura do Spotify Premium e 30 GB para usar no streaming. Outra é o Vivo Controle Música, que conta com assinatura do Tidal.

Com informações: Deezer
TIM e Deezer renovam parceria que dá música grátis em alguns planos

TIM e Deezer renovam parceria que dá música grátis em alguns planos
Fonte: Tecnoblog

O que são dados móveis? Veja a diferença entre E, G, H+, 4G e 5G no celular

O que são dados móveis? Veja a diferença entre E, G, H+, 4G e 5G no celular

Entenda o que significam as letras ao lado da barra de sinal do seu celular (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Dados móveis, como o 3G, 4G e 5G, tornam possível a transmissão de dados em movimento, permitindo comunicação instantânea ao redor do planeta.

É comum notar tais dados em ação ou a ausência deles ao ver siglas como E, H e H+ no celular.

Neste artigo, o Tecnoblog explica como funciona a transmissão de dados via redes móveis e qual é a diferença entre as tecnologias de dados móveis disponíveis no seu smartphone.

ÍndiceO que são dados móveis no celular?Como funcionam os dados móveis?O que significam as letras nos dados móveis?O que significa G no celular?O que significa E no celular?O que significa 3G no celular?O que significa H ou H+ no celular?O que significa 4G ou LTE no celular?O que significa 4G+ ou 4.5G no celular?O que significa 5G no celular?O que significa R no celular?Quais são as vantagens dos dados móveis?Quais são as limitações dos dados móveis?Qual o melhor tipo de rede móvel para celular?H+ é melhor que 3G?H+ é melhor que 4G?O que mais gasta internet móvel?O 4G gasta franquia mais rápido do que 3G?Qual é a diferença entre dados móveis e Wi-Fi?

O que são dados móveis no celular?

Dados móveis são uma forma de conexão para smartphones, tablets e modems através da telefonia celular. Além de possibilitar chamadas de voz e mensagens de texto, as redes 2G, 3G, 4G e 5G também fornecem acesso à internet.

Esse tipo acesso é similar ao de uma conexão por cabos, permitindo navegação, streaming de áudio e vídeo, jogar online, entre outros. Para que os dados móveis funcionem é necessário que você esteja na área de cobertura de uma operadora de celular, além de ter um pacote de dados contratado.

As operadoras normalmente oferecem pacotes de dados com limite de dados, o que resulta em uma experiência de uso diferente de quando você está conectado em uma rede Wi-Fi com conexão de banda larga. Dependendo da tecnologia utilizada, a internet móvel pode ser até mesmo mais rápida que uma banda larga fixa.

Os dados móveis surgiram com a tecnologia 2G, que estreou no mundo na década de 90. Com o passar dos anos a tecnologia foi aprimorada e teve saltos significativos de velocidade com o lançamento do 3G, 4G e 5G. A evolução das redes móveis também permitiu o surgimento de novas aplicações, como Internet das Coisas, rastreamento veicular, sensores etc.

Evolução das tecnologias de telefonia móvel (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Como funcionam os dados móveis?

Para que os dados móveis funcionarem, é necessário cumprir os seguintes requisitos:

Estar na área de cobertura de uma operadora de telefonia móvel, como Claro, TIM ou Vivo.

Ter um dispositivo que utilize dados móveis e seja compatível com as frequências das operadoras brasileiras.

Ter um SIM Card (chip) ou eSIM (chip virtual) com um pacote de dados.

Assim como no celular convencional, os dados móveis são fornecidos por uma operadora de celular. O sinal vem de uma antena de telefonia, e não é necessário ter instalação fixa como nas conexões de banda larga.

Os planos de dados incluem um limite de uso (franquia). O tráfego é contabilizado em bytes; geralmente, o acesso é bloqueado após o término do pacote. Vários planos de serviço incluem alguns apps com uso ilimitado, que não descontam da franquia — o WhatsApp é praticamente unanimidade entre todos os pacotes.

Torre de telefonia móvel. (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

O que significam as letras nos dados móveis?

A barra de status do seu smartphone pode mencionar diversas letras ou siglas para determinar qual o tipo de rede está disponível. A seguir, entenda o que significa se seu celular está em G, E, 3G, H, H+, 4G, LTE, 4G+, 4.5G, 5G ou R.

ÍconeTecnologiaVelocidade máxima de downloadVelocidade máxima de uploadLatênciaCaracteristicas adicionaisG ou GPRS2Gaté 114 kb/saté 20 kb/sAltaInternet WAP, mensagens multimídia (MMS)E ou EDGE2Gaté 236 kb/saté 60 kb/sAltaInternet WAP, mensagens multimídia (MMS)3G3Gaté 384 kb/saté 384 kb/sMédiaVídeochamadas, internet móvelH3Gaté 7,2 Mb/saté 384 kb/sMédiaVídeochamadas, internet móvel com maior velocidadeH+3Gaté 84 Mb/saté 22 Mb/sMédiaMelhor desempenho para dadosLTE ou 4G4Gaté 100 Mb/saté 50 Mb/sBaixaStreaming de vídeos, VoIP, banda larga móvelLTE+, 4G+ ou 4.5G4Gaté 1 Gb/saté 150 Mb/sBaixaStreaming de vídeos, VoIP, banda larga móvel5G5Gacima de 1 Gb/saté 1 Gb/sMuito baixaDispositivos IoT, aplicações de baixa latência, banda larga FWAR (roaming)2G, 3G, 4G ou 5G———Smartphone está conectado em uma rede móvel diferente da operadora do chip.

O que significa G no celular?

Quando o celular exibe o ícone de rede G, significa que está com uma conexão de dados GPRS (General Packet Radio Service), que faz parte da tecnologia 2G. O GPRS está presente no Brasil desde 2002, e permite velocidades máximas de download de 114 kb/s.

O que significa E no celular?

E é a letra indicadora da tecnologia EDGE (Enhanced Data rates for GSM Evolution). Assim como o GPRS, o EDGE faz parte da tecnologia 2G, mas com velocidades de até 236 kb/s. No Brasil, a primeira rede EDGE foi lançada no ano de 2003.

O que significa 3G no celular?

3G é a terceira geração das redes móveis, e indica a rede de internet com tecnologia WCDMA/UMTS e velocidades máximas de 384 kb/s de download e upload. As primeiras redes 3G chegaram ao Brasil em 2007, sendo que as operadoras já fizeram a implementação inicial com um padrão mais moderno (HSDPA).

No iPhone, o ícone 3G também contempla as redes H e H+, que fornecem maiores velocidades de download e upload em comparação com o WCDMA puro.

O que significa H ou H+ no celular?

Se seu celular está com o ícone H ou H+, significa que o celular está conectado à uma rede 3G de alta velocidade com tecnologias como HSDPA, HSUPA, HSPA, HSPA+ ou DC-HSPA+, que permitem até 84 Mb/s de download e 22 Mb/s de upload. A primeira rede HSPA+ foi lançada no Brasil em 2011.

O que significa 4G ou LTE no celular?

O ícone 4G ou LTE significa que seu smartphone está conectado a uma rede móvel da quarta geração. A tecnologia 4G LTE permite velocidade máxima teórica de até 100 Mb/s, e chegou no Brasil pela primeira vez no final de 2012.

No iPhone, o ícone 4G também contempla as redes 4G+ ou 4.5G, que possibilitam maiores velocidades de download e upload.

O que significa 4G+ ou 4.5G no celular?

Quando o celular exibe os ícones 4G+ ou 4.5G, significa que a rede da operadora fornece a tecnologia LTE Advanced ou LTE Advanced Pro, que agrega múltiplas frequências para melhorar a qualidade do serviço e possibilitam velocidade máxima teórica de 1 Gb/s. O padrão começou a surgir no Brasil em 2016.

O que significa 5G no celular?

Se um ícone de 5G aparece ao lado das barras de sinal do seu smartphone, significa que o aparelho está conectado à uma rede 5G, que permite velocidades máximas superiores a 1 Gb/s, dependendo das condições. A primeira rede 5G chegou ao Brasil em 2020.

Teste de velocidade 5G (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

O que significa R no celular?

Se seu smartphone exibe a letra R ao lado das barras de sinal, significa que o aparelho está conectado na rede de outra operadora via roaming. Isso pode acontecer caso esteja em outro país ou em um local não atendido pela sua operadora de origem.

Ao utilizar uma rede em roaming, verifique com sua operadora se há cobranças adicionais para uso de internet móvel e ligações.

Quais são as vantagens dos dados móveis?

Mobilidade: os dados móveis funcionam através das redes celulares, que possuem ampla cobertura e permitem utilização em movimento.

Velocidade: dependendo da tecnologia, os dados móveis possuem altíssima velocidade. Em alguns locais com 5G, por exemplo, é possível ter taxa de download maiores que diversos planos de banda larga fixa.

Não precisa de instalação: ao contrário de conexões fixas, as redes móveis não exigem instalação de cabos, uma vez que o acesso é sem fio.

Disponibilidade: as redes de dados móveis são confiáveis e utilizadas em diversas aplicações críticas, como caixas eletrônicos, máquinas de cartão de crédito, sensores etc.

Baixo custo: existem diversos planos de celular com dados móveis incluídos, seja pré-pago, pós-pago ou controle.

Quais são as limitações dos dados móveis?

Franquia de dados: a maioria dos pacotes de dados possuem limite máximo de dados trafegados, o que inviabiliza a substituição de conexões de banda larga fixa.

Cobertura: ainda que a cobertura das redes móveis seja ampla, não há sinal em todos os lugares, especialmente ambientes fechados (como em subsolos, por exemplo), estradas e lugares remotos.

Consumo de energia: os smartphones gastam mais energia quando trafegam dados pelas redes móveis em comparação com o Wi-Fi.

Menor concorrência: são poucas as operadoras de telefonia móvel, enquanto existem diversos provedores de internet fixa.

Qual o melhor tipo de rede móvel para celular?

O 5G é o melhor tipo de rede móvel para celular atualmente disponível. As redes de quinta geração entregam velocidades altíssimas de download e upload, além de menor latência (ping) quando comparado com 4G, 3G e 2G.

H+ é melhor que 3G?

Sim. H+ é uma sigla para HSPA+ ou DC-HSPA+, os padrões mais modernos das redes móveis de terceira geração. No entanto, é válido lembrar que alguns aparelhos, como o iPhone, exibem o ícone 3G para redes H+.

H+ é melhor que 4G?

Não. O H+ pertence à tecnologia 3G, enquanto o 4G permite maiores velocidades de download e upload, além de menor tempo de resposta.

Por que meu celular exibe H+ em vez de 4G?

Quando o celular exibe H+ na barra de status, significa que o dispositivo está conectado em uma rede 3G. Isso pode acontecer por diversos motivos, incluindo a indisponibilidade da rede 4G, força do sinal, compatibilidade do dispositivo e configurações de rede no sistema operacional.

Alguns celulares importados não possuem todas frequências utilizadas pelas operadoras brasileiras e podem não funcionar no 4G em todos os lugares. Certifique-se de saber se o celular é compatível com o 4G do Brasil.

Se tudo estiver certo e o 4G ainda não funcionar, você pode desativar e ativar a tecnologia nos menus de configuração para tentar forçar a conexão no padrão mais novo. Caso o problema não seja resolvido, procure o atendimento da sua operadora.

O que mais gasta internet móvel?

Certas tarefas no smartphone gastam muita internet móvel, incluindo streaming de vídeos (Netflix, YouTube, Amazon Prime Video, HBO Max), redes sociais com vídeos (TikTok, Instagram, Kwai), download de aplicativos na App Store ou Play Store e serviços de arquivos na nuvem (Google Drive, OneDrive, Dropbox).

Tome muito cuidado se você costuma rotear a internet do celular para outros dispositivos. Eles podem interpretar que estão em uma rede Wi-Fi convencional e fazer atualizações automáticas, o que também pode drenar a sua franquia de dados móveis.

Se você está prestes a esgotar o pacote de internet, pode seguir algumas dicas de como economizar dados móveis, incluindo desligar o uso em segundo plano e bloquear o acesso à internet de determinados aplicativos.

O 4G gasta franquia mais rápido do que 3G?

O 4G tem maior eficiência na transmissão de dados que o 3G. Por esse motivo, a franquia pode acabar mais rápido no 4G uma vez que você poderá fazer downloads e uploads em menos tempo.

O esgotamento do pacote de dados depende exclusivamente do perfil de consumo do usuário, e não da tecnologia. Um vídeo baixado na rede 4G gasta a mesma quantidade de dados se for baixado na rede 3G, mas no 4G será mais rápido pois a taxa de transferência é maior.

Qual é a diferença entre dados móveis e Wi-Fi?

Wi-Fi e dados móveis são padrões de comunicações sem fio que se diferem no tipo de rede para transmissão de dados, o que impacta em segurança, velocidade e consumo de energia.

Dados móveis utilizam redes celulares como 3G, 4G e 5G para internet móvel. O sinal é enviado pelas torres de operadoras, que fornecem sinal para centenas ou milhares de dispositivos ao mesmo tempo. Trata-se de uma rede que fornece segurança, mas a velocidade por usuário varia entre diversos fatores como distância, ocupação da rede e frequências utilizadas.

Já a conexão Wi-Fi é um padrão de rede sem fio local, com cobertura limitada a poucos metros. Em geral, o Wi-Fi é utilizado em conjunto com uma conexão de banda larga fixa (via cabo ou fibra óptica), que permite uso à vontade, sem franquia de dados. Uma das vantagens do Wi-Fi frente às redes móveis é o menor consumo de energia, mas é necessário se atentar para a segurança, especialmente em redes públicas.
O que são dados móveis? Veja a diferença entre E, G, H+, 4G e 5G no celular

O que são dados móveis? Veja a diferença entre E, G, H+, 4G e 5G no celular
Fonte: Tecnoblog

O que é VoWiFi? Entenda como funciona e as vantagens da chamada por Wi-Fi

O que é VoWiFi? Entenda como funciona e as vantagens da chamada por Wi-Fi

O VoWiFi permite realizar chamadas de voz por meio de redes Wi-Fi. A principal vantagem dessa tecnologia é proporcionar ligações com boa qualidade, especialmente quando não há cobertura da rede celular ou o sinal está muito fraco.

Para funcionar, as chamadas por Wi-Fi (Wi-Fi Calling) precisam ser oferecidas pela sua operadora de telefonia. Além disso, é necessário ter um smartphone compatível com o recurso habilitado.

A seguir, o Tecnoblog explica como funciona o VoWiFi, bem como quais são as suas vantagens e limitações.

ÍndiceO que significa VoWiFi?Por que aparece Voz Wi-Fi no meu celular?Como funciona a chamada por Wi-Fi?Preciso baixar apps para fazer chamada Wi-Fi?Posso fazer ligação por Wi-Fi sem ter crédito no celular?Posso ligar para telefone fixo usando Wi-Fi?Quais são as vantagens das ligações por Wi-Fi?Quais são as limitações das ligações por Wi-Fi?Qual é a diferença entre VoWiFi e VoLTE?Qual é a diferença entre VoWiFi e VoIP?

O que significa VoWiFi?

VoWiFi é uma sigla para Voice over Wi-Fi, que em português significa chamada de voz por Wi-Fi. Trata-se de uma tecnologia que permite fazer ligações pela internet em vez de se conectar a uma torre de celular, e está disponível em diversos smartphones e operadoras móveis.

Por que aparece Voz Wi-Fi no meu celular?

Se seu celular Android exibe o ícone Voz Wi-Fi ou VoWiFi, significa que o smartphone utilizará a rede Wi-Fi para fazer e receber chamadas tradicionais, com o mesmo número do seu chip. Dessa forma, o celular não se conectar com as torres de telefonia da sua operadora.

O mesmo acontece caso apareça Vivo Wi-Fi ou Claro WiFi na barra de status do iPhone. Nesse caso, o aparelho utilizará a tecnologia Wi-Fi Calling para fazer e receber ligações.

Os indicadores da tecnologia Wi-Fi Calling podem aparecer a qualquer momento que o celular estiver conectado a uma rede Wi-Fi. Em alguns casos, a tecnologia VoWiFi somente é ativada quando o aparelho está fora da área de cobertura ou com sinal de celular fraco.

Símbolos de Wi-Fi Calling em smartphones com Android e iOS (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Como funciona a chamada por Wi-Fi?

O funcionamento da chamada Wi-Fi é muito similar a uma chamada convencional. Em vez do celular se comunicar com as torres de telefonia, a voz é convertida em dados, que são enviados para o roteador Wi-Fi. Em seguida, os bytes passam pela conexão à internet e chegam aos servidores da operadora pela internet (IMS).

Na operadora, a chamada é decodificada e processada como em uma ligação feita pela rede móvel tradicional. De lá, a ligação é encaminhada para o próximo interlocutor, seja um celular ou telefone fixo.

Funcionamento da tecnologia Wi-Fi Calling (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Preciso baixar apps para fazer chamada Wi-Fi?

Não é preciso baixar aplicativos para utilizar a tecnologia Wi-Fi Calling. É necessário ter aparelho e plano de serviço compatível e ativar o VoWiFi no celular.

Posso fazer ligação por Wi-Fi sem ter crédito no celular?

Não. As chamadas feitas pela tecnologia Wi-Fi Calling são tarifadas de acordo com o plano de serviço do usuário. Em situações como essa, é possível fazer ligações pelo Wi-Fi utilizando aplicativos como WhatsApp e FaceTime.

Posso ligar para telefone fixo usando Wi-Fi?

Sim. A tecnologia VoWiFi permite ligar para telefone fixo ou celular. A ressalva fica para números de emergência, como 190 e 192, pois as operadoras não conseguem determinar a localização no Wi-Fi Calling e encaminhar a chamada para a central mais próxima.

Quais são as vantagens das ligações por Wi-Fi?

O VoWiFi tem benefícios para quem deseja realizar ligações em locais sem sinal de celular. As principais vantagens das chamadas por Wi-Fi são:

Cobertura expandida: o Wi-Fi Calling permite que você faça e receba ligações pelo seu número em qualquer local com internet via Wi-Fi, útil em locais onde não há cobertura ou o sinal é fraco.

Mesma tarifa do plano móvel: como o VoWiFi funciona via internet, você pode fazer e receber ligações com o seu número em viagens ao exterior e evitar tarifas de roaming internacional.

Não precisa de cadastros: como a autenticação do Wi-Fi Calling é feita por SIM Card, não é necessário digitar senhas ou criar contas.

Não precisa de aplicativos: basta ativar as chamadas Wi-Fi diretamente nos ajustes do seu smartphone.

Quais são as limitações das ligações por Wi-Fi?

Apesar das vantagens em termos de cobertura, o VoWiFi tem algumas desvantagens que podem prejudicar ou inviabilizar seu uso. As principais limitações das chamadas Wi-Fi são:

Compatibilidade: nem todos os celulares possuem o recurso Wi-Fi Calling embarcado.

Disponibilidade pela operadora: nem todas as teles oferecem o VoWiFi para seus clientes.

Segregação de planos: algumas operadoras, como a Claro, limitam a tecnologia de chamada Wi-Fi para clientes com planos pós-pagos.

Qualidade das ligações: se a rede Wi-Fi e a conexão à internet não forem estáveis, é possível enfrentar quedas nas chamadas.

Qual é a diferença entre VoWiFi e VoLTE?

A tecnologia VoWiFi permite que um smartphone se conecte ao Wi-Fi e faça ligações convencionais utilizando a rede de internet. Por outro lado, as chamadas VoLTE utilizam redes móveis com tecnologia 4G LTE ou 5G para estabelecer a comunicação.

Qual é a diferença entre VoWiFi e VoIP?

O VoWiFi permite que você faça chamada convencionais pela internet quando seu celular está conectado em redes Wi-Fi, e depende da recursos fornecidos pela operadora. Já a tecnologia VoIP compreende todas as chamadas que passam pela internet, incluindo ligações via WhatsApp, Skype, FaceTime e afins.
O que é VoWiFi? Entenda como funciona e as vantagens da chamada por Wi-Fi

O que é VoWiFi? Entenda como funciona e as vantagens da chamada por Wi-Fi
Fonte: Tecnoblog

Claro TV+ reformula planos de TV e inclui assinaturas da Netflix e Globoplay

Claro TV+ reformula planos de TV e inclui assinaturas da Netflix e Globoplay

Claro TV+ Box: planos agora incluem assinatura da Netflix (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

A Claro fez uma mudança estratégica no segmento de entretenimento. Além de fornecer canais ao vivo, todos os planos de TV Box e TV a cabo convencional agora incluem assinatura da Netflix e do Globoplay. Com a novidade, os preços dos serviços ficaram mais caros.

Em novembro de 2023, os planos de TV da Claro passaram a incluir assinatura da Globoplay sem aumento no preço. Agora, com a chegada da Netflix, a operadora subiu o valor mensal nos pacotes a partir do Claro TV+ Box.

Além de Globoplay e Netflix, os planos Claro TV+ incluem mais de 120 canais lineares de TV por assinatura. Também é possível contratar canais à la carte, como HBO, Telecine e Premiere.

Apesar da novidade, a Claro já comercializava a Netflix para clientes de TV por assinatura de forma avulsa. A operadora permitia a contratação diretamente pelo controle remoto do decodificador, e a cobrança do serviço ocorria diretamente na fatura de serviços.

A Claro afirma ter fechado o ano de 2023 com cerca de 1 milhão de assinantes de TV por internet com o Claro TV+ Box e Claro TV+ App. De acordo com Ricardo Falcão, diretor de TV da Claro, ambos os serviços representam mais de 70% das vendas dos produtos de TV paga da operadora.

Planos da Claro ficam mais caros após chegada da Netflix

Os pacotes passaram a integrar o plano Padrão com Anúncios da Netflix, que é normalmente vendido pela plataforma por R$ 18,90 mensais.

Comparando com os planos antigos da Claro, as mensalidades subiram R$ 20 após a inclusão da Netflix. Um ponto negativo é que o cliente perdeu flexibilidade de escolha. No novo portfólio, o único plano sem Netflix é o Claro TV+ App, que continua sendo comercializado por R$ 69,90 mensais e inclui assinatura do Globoplay.

Aplicativo Claro TV+ em TV da Samsung (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

Quem quiser uma experiência aprimorada de TV paga com equipamento dedicado (via TV Box ou TV a cabo convencional) terá apenas opções de planos com Netflix:

Claro TV+ App (sem equipamento): R$ 69,90 mensais, com Globoplay incluído

Claro TV+ Box (versão streaming/IPTV): R$ 109,90 mensais, com Globoplay e Netflix com anúncios

Claro TV+ 4K (versão TV a cabo tradicional): R$ 139,90 mensais, com Globoplay e Netflix com anúncios

Caso queira, é possível fazer o upgrade do plano da Netflix. Se você optar pelo plano Padrão sem anúncios, pagará R$ 30 a mais por mês; no plano Premium, o acréscimo é de R$ 37 mensais.

Planos com equipamento Soundbox baixaram de preço

Se por um lado os planos de TV Box e TV a cabo aumentaram, a Claro reduziu a mensalidade da versão Soundbox no novo portfólio. O serviço inclui equipamento com alto-falantes Bang & Olufsen e som Dolby Atmos.

Anteriormente, o Claro TV+ Soundbox custava R$ 179,90 mensais com Globoplay incluso, seja na versão de TV a cabo convencional ou streaming/IPTV.

Nos novos pacotes, a mensalidade do Claro TV+ Soundbox passa a ser de R$ 149,90, e inclui tanto o Globoplay como Netflix com anúncios. Assim como nos demais produtos, é possível fazer o upgrade da Netflix para o plano Padrão sem anúncios ou Premium.
Claro TV+ reformula planos de TV e inclui assinaturas da Netflix e Globoplay

Claro TV+ reformula planos de TV e inclui assinaturas da Netflix e Globoplay
Fonte: Tecnoblog

Como ativar o VoWiFi no celular para fazer chamadas de voz por Wi-Fi

Como ativar o VoWiFi no celular para fazer chamadas de voz por Wi-Fi

Wi-Fi Calling está disponível em smartphones com Android e iOS (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Ativar o Wi-Fi Calling (VoWiFi) no celular é uma etapa necessária para quem deseja fazer chamadas de voz usando uma rede Wi-Fi. Essa configuração é vantajosa para quem busca melhorar a qualidade de uma ligação quando o sinal da rede celular está fraco.

Você pode encontrar o recurso nas configurações de rede do Android ou iOS, desde que a sua operadora de telefonia ofereça o serviço para o plano contratado.

A seguir, o Tecnoblog mostra o passo para ativar as chamadas de voz por Wi-Fi em smartphones Motorola, Samsung, Xiaomi ou no iPhone.

ÍndiceComo ativar chamadas por Wi-Fi no celular Motorola1. Entre nas configurações de rede do Android2. Vá aos ajustes de redes móveis3. Ative as chamadas por Wi-Fi no celular MotorolaComo ativar chamadas por Wi-Fi no celular Samsung1. Entre nas configurações do celular Galaxy2. Acesse os ajustes de chamada Wi-Fi e ative o recurso no celular SamsungComo ativar chamadas por Wi-Fi no celular Xiaomi1. Entre nas configurações de redes móveis2. Escolha o chip desejado3. Ative as Chamadas Wi-Fi no celular XiaomiPasso extra: desbloquear as chamadas Wi-Fi nos celulares da XiaomiComo ativar chamadas por Wi-Fi no iPhone1. Acesse os Ajustes do iOS e abra o menu Celular2. Entre na opção Voz e Dados e Ligações Wi-FiComo saber se o Wi-Fi Calling está ativo no celular?Por que não consigo usar o VoWiFi no celular?Posso usar o VoWiFi para fazer chamadas sem um chip SIM?

Como ativar chamadas por Wi-Fi no celular Motorola

1. Entre nas configurações de rede do Android

Abra as Configurações do smartphone (ícone de engrenagem) e, em seguida, entre na opção Rede e internet.

2. Vá aos ajustes de redes móveis

Na seção Rede e internet, toque em Rede móvel. Caso tenha mais de um chip, escolha a linha desejada. Em seguida, toque em Avançado no final da tela.

3. Ative as chamadas por Wi-Fi no celular Motorola

Na seção Chamadas, entre em Chamadas por Wi-Fi. Em seguida, ative o seletor para ligar o Wi-Fi Calling.

Caso o Wi-Fi Calling estiver disponível pela sua operadora e plano de serviço, um ícone indicador com o símbolo de telefone e Wi-Fi será exibido na barra de status superior.

Como ativar chamadas por Wi-Fi no celular Samsung

1. Entre nas configurações do celular Galaxy

Abra as Configurações do seu Samsung Galaxy (ícone de engrenagem), e depois entre em Conexões.

2. Acesse os ajustes de chamada Wi-Fi e ative o recurso no celular Samsung

Entre na opção Chamadas Wi-Fi ou Chamadas Voz WIFI. Em seguida, ative a chave para cada chip SIM individualmente.

Se o recurso for disponibilizado pela sua operadora móvel e plano de celular, as chamadas poderão utilizar Wi-Fi caso apareça o ícone indicador Voz WIFI ou VoWiFi na barra de status.

Como ativar chamadas por Wi-Fi no celular Xiaomi

1. Entre nas configurações de redes móveis

Abra as Configurações do seu smartphone Xiaomi (ícone de engrenagem), e em seguida entre na opção Cartões SIM e redes móveis.

2. Escolha o chip desejado

O ajuste de Wi-Fi Calling é feito individualmente para cada linha. Selecione a linha desejada.

3. Ative as Chamadas Wi-Fi no celular Xiaomi

Na seção Chamadas Wi-Fi, ative a opção Fazer chamadas usando Wi-Fi no seu smartphone Xiaomi.

Se o VoWiFi estiver disponível pela sua operadora móvel e plano de celular, as ligações de voz poderão ser realizadas pela rede Wi-Fi caso apareça o ícone indicador VoWiFi na barra de status.

Passo extra: desbloquear as chamadas Wi-Fi nos celulares da Xiaomi

Se a opção Chamadas Wi-Fi não estiver disponível no seu smartphone da Xiaomi, você pode tentar desbloquear a função de Wi-Fi Calling utilizando um código secreto.

Para isso, abra o discador (como se fosse ligar para alguém) e digite o código *#*#869434#*#*. Será exibida uma mensagem “VoWiFi carrier check was enabled” ou “VoWiFi carrier check was disabled“.

A partir desse momento, retome o tutorial e tente ativar as chamadas Wi-Fi pelas configurações do telefone. Vale lembrar que o código pode não funcionar em todos os aparelhos da Xiaomi.

Como ativar chamadas por Wi-Fi no iPhone

1. Acesse os Ajustes do iOS e abra o menu Celular

Entre em Ajustes (ícone de engrenagem), depois toque em Celular. Caso tenha mais de uma linha móvel no seu iPhone (chip + eSIM ou dois eSIMs), selecione o SIM desejado.

2. Entre na opção Voz e Dados e Ligações Wi-Fi

Selecione o menu Ligações Wi-Fi. Em seguida, ative a opção Ligações Wi-Fi Neste iPhone.

Se a função Wi-Fi Calling estiver disponível pela sua operadora e plano de serviço, as chamadas de voz poderão ser realizadas pela rede Wi-Fi.

No Brasil, apenas Claro e Vivo oferecem suporte ao Wi-Fi Calling no iPhone. Você pode conferir se o serviço está ativo caso o nome da operadora indique VIVO Wi-Fi ou Claro WiFi.

Como saber se o Wi-Fi Calling está ativo no celular?

Para certificar-se que o Wi-Fi Calling está funcionando, verifique se a barra de status do seu smartphone exibe o ícone da tecnologia VoWiFi. Não é necessário fazer uma ligação para que a indicação seja exibida.

No Android, o ícone pode aparecer de diferentes formas:

Voz WIFI (em aparelhos Samsung com chip Vivo)

VoWiFi (em aparelhos Xiaomi ou celulares da Samsung com chip Claro)

Ícone de Wi-Fi ao lado de um telefone (celulares da Motorola ou da Samsung utilizando Americanet)

No iPhone, é possível verificar como fica o nome da operadora na tela de bloqueio ou na central de controle. Quando o Wi-Fi Calling está ativo é exibido “Vivo Wi-Fi” ou “Claro WiFi”.

Símbolos de Wi-Fi Calling em smartphones com Android e iOS (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Dependendo da operadora e do aparelho, a rede celular pode ser priorizada em relação ao Wi-Fi Calling. Nesses casos, o ícone só será exibido caso esteja fora da área de cobertura ou quando o celular estiver em modo avião, mas conectado à uma rede sem fio.

Por que não consigo usar o VoWiFi no celular?

O impedimento no uso do VoWiFi pode estar relacionado à disponibilidade do serviço junto à operadora de telefonia ou a configurações no sistema do smartphone, entre outros fatores.

Em primeiro lugar, é necessário certificar-se de que você pode utilizar o Wi-Fi Calling. Nem todas as operadoras suportam a tecnologia, ou permitem que todos os clientes acessem o serviço:

A Vivo oferece o serviço de voz Wi-Fi para todos os clientes.

A Claro oferece a tecnologia VoWiFi, mas somente para usuários do pós-pago puro (não vale controle, pré-pago ou Claro Flex).

Operadoras virtuais da Americanet (como a Veek, por exemplo) possuem Wi-Fi Calling, mas somente em aparelhos com Android.

A TIM não possui a tecnologia de ligações por Wi-Fi para nenhum cliente.

A maioria das operadoras virtuais do brasileiras não oferecem VoWiFi, incluindo Correios Celular, Surf Telecom, Uber Chip, Inter Cel etc.

Se você é um cliente elegível ao VoWiFi e tem um aparelho compatível, certifique-se de ativar nas configurações do aparelho.

Se ainda assim não funcionar, faça um teste em uma rede diferente. A estabilidade e o alcance da conexão Wi-Fi também pode influenciar o desempenho do VoWiFi. Caso perceba oscilações, você pode tentar melhorar a qualidade do sinal Wi-Fi ao reposicionar o roteador e remover obstáculos, por exemplo.

Caso ainda assim não funcione, entre em contato com o atendimento da sua operadora para obter suporte. Em alguns casos é necessário que o VoWiFi e o VoLTE sejam ativados manualmente por um atendente.

Posso usar o VoWiFi para fazer chamadas sem um chip SIM?

Não. O funcionamento do Wi-Fi calling depende da autenticação feita pelo dispositivo com o eSIM ou SIM card válido. Mesmo que você não tenha sinal de celular, é necessário ter o chip para utilizar a tecnologia VoWiFi.

No entanto, é possível fazer chamadas por Wi-Fi via serviços VoIP como WhatsApp, Skype, FaceTime, Instagram, entre outros. Nesse caso, as ligações são feitas de forma independente da operadora, mas o outro interlocutor precisa utilizar o mesmo aplicativo.
Como ativar o VoWiFi no celular para fazer chamadas de voz por Wi-Fi

Como ativar o VoWiFi no celular para fazer chamadas de voz por Wi-Fi
Fonte: Tecnoblog

Como uma VPN pode trazer benefícios em serviços de streaming

Como uma VPN pode trazer benefícios em serviços de streaming

VPN da Surfshark desbloqueia Netflix de outros países (Imagem: Divulgação/Surfshark)

Quando se fala de VPN, normalmente se pensa em um recurso para proteger o acesso à internet. Na prática, as VPNs são úteis em diversas aplicações, até mesmo para entretenimento. A Surfshark possui servidores em 100 países, e é possível se conectar em outras regiões para acessar conteúdos de streaming que não estão disponíveis no Brasil.

Ao utilizar uma VPN da Surfshark, todo o tráfego da sua conexão à internet é redirecionado para os servidores da empresa, sem registros de dados. Se você for um assinante da Surfshark, poderá escolher entre mais de 3,2 mil servidores de alta velocidade em 100 países. E se você ainda não é um assinante, pode aproveitar uma promoção do Surfshark com até 82% de desconto e quatro meses grátis.

Acesse catálogos de outros países

Os serviços de streaming possuem catálogos diferentes em cada país. Se você viajar para os Estados Unidos e se conectar a uma rede Wi-Fi local, encontrará títulos na Netflix que não existem no Brasil.

Com a VPN Premium da Surfshark, você pode ter a mesma experiência de streaming de um viajante internacional, no conforto de sua casa, sem gastar com passagens aéreas e hotéis. Se você cansar do conteúdo de um país, pode mudar para outro com apenas um clique.

A Surfshark consegue desbloquear bibliotecas da Netflix de 16 países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e Japão. A VPN da Surfshark também permite acessar catálogos estrangeiros do Amazon Prime Video, Hulu, Disney+ e YouTube.

Um levantamento da Surfshark comparou a biblioteca da Netflix entre vários países. Sabia que o Brasil ocupa a posição 35 número de títulos? Se você enjoou do acervo nacional, vale a pena usar a Surfshark VPN e conferir o que está à disposição nas demais regiões.

Streaming em alta qualidade

É muito chato ver filmes e séries com qualidade ruim ou travamentos na conexão. Isso pode acontecer em regiões com muitas pessoas acessando o mesmo servidor.

Você pode escapar desse problema ao adotar a Surfshark. Além de permitir escolher outras regiões, todos os servidores do serviço de VPN possuem portas de internet com pelo menos 1 Gb/s de velocidade — e vários equipamentos já foram atualizados para 10 Gb/s ou mais.

Com tamanha velocidade, a VPN Premium da Surfshark consegue entregar maior largura de banda por usuário, reduzindo diversos fatores que podem prejudicar a transmissão de vídeos. E você pode aproveitar a excelente oferta da Surfshark que dá quatro meses grátis e até 82% de desconto

Você pode utilizar a Surfshark na sua TV

Sabia que você pode utilizar a Surfshark na sua TV, sem depender de ligar o computador via cabo HDMI? O serviço de VPN possui aplicativos para o sistema Android TV, que está presente em diversas smart TVs.

App da Surfshark em smart TV com Android (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Também é possível utilizar a Surfshark VPN em uma TV box com Android TV ou por meio do Amazon Fire TV Stick. Estes dispositivos liberam funções smart em televisores mais antigos.

A Surfshark também funciona com smart TVs da Samsung e da LG, além de consoles de videogame. Uma rápida configuração de rede pode habilitar o recurso SmartDNS, que libera bibliotecas de conteúdo de outros países.

Você também pode acessar a Surfshark VPN no seu computador Windows, Mac ou Linux, iPhone, celular com Android e tablet de várias marcas.

Promoção da Surfshark com desconto de até 82%

Quer aproveitar os benefícios da VPN no streaming? A Surfshark está com uma promoção imperdível. Se você assinar agora, terá até quatro meses grátis e desconto de até 82%.

É um preço muito bom para um serviço de VPN premium. A promoção é por tempo limitado, e está disponível para os planos Surfshark Starter, Surfshark One e Surfshark One+. O serviço ainda oferece garantia de 30 dias e devolve o dinheiro caso não queira continuar com a assinatura.
Como uma VPN pode trazer benefícios em serviços de streaming

Como uma VPN pode trazer benefícios em serviços de streaming
Fonte: Tecnoblog

O que é VoLTE no celular? Conheça benefícios e limitações desse tipo de chamada

O que é VoLTE no celular? Conheça benefícios e limitações desse tipo de chamada

VoLTE ativo com chamada HD em Galaxy S23 Ultra (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

VoLTE é um tipo de ligação por voz que utiliza redes 4G para transmissão de dados. Seu principal benefício é permitir chamadas em alta qualidade (HD). O uso do VoLTE está condicionado à oferta do serviço pela operadora de telefonia.

Neste artigo, o Tecnoblog explica como funcionam as chamadas VoLTE no celular, além de listar as vantagens e limitações dessa tecnologia. Entenda o que significam as siglas VoLTE 1 e VoLTE 2, como é feita a cobrança das chamadas via 4G, entre outros detalhes.

ÍndiceO que significa VoLTE?Por que aparece VoLTE 1 e VoLTE 2 no celular?Como funcionam as chamadas VoLTE?VoLTE consome dados da franquia de dados móveis?Toda operadora tem suporte a VoLTE?O VoLTE tem suporte a videochamadas?Quais são as vantagens das chamadas VoLTE?Quais são as limitações das ligações VoLTE?Posso desativar as chamadas VoLTE no celular?Qual é a diferença entre VoLTE e Wi-Fi Calling?Posso fazer chamadas HD no 5G?

O que significa VoLTE?

VoLTE é uma sigla para Voice over LTE, ou seja, Voz em redes LTE (Long Term Evolucion). Trata-se de um padrão de redes móveis que habilita chamadas de voz convencionais em redes 4G.

Sem a tecnologia VoLTE, um smartphone precisa utilizar as tecnologias 3G ou 2G ao fazer e receber chamadas pela operadora. Originalmente, a tecnologia 4G era restrita para comunicação de dados de alta velocidade, sem abranger serviços de voz.

A primeira rede comercial com VoLTE foi ativada em 2012. No Brasil, a tecnologia começou a ser implementada em 2017. As operadoras começaram a adotar o VoLTE após a liberação da faixa de 700 MHz pela Anatel, uma vez que a frequência permite maior cobertura de sinal e garante maior estabilidade nas chamadas de voz.

Por que aparece VoLTE 1 e VoLTE 2 no celular?

Se seu celular exibe o status VoLTE 1, VoLTE 2 ou apenas VoLTE, significa que o smartphone está apto a fazer e receber chamadas de voz utilizando 4G.

Os dizeres VoLTE 1 e VoLTE 2 estão associados com o chip (SIM Card) do celular. O ícone VoLTE 1 indica que a operadora do chip 1 fornece chamadas por 4G, e o ícone VoLTE 2 indica o mesmo para o chip 2.

Como funcionam as chamadas VoLTE?

As ligações por VoLTE utilizam a rede de dados para transmissão de voz. A chamada funciona de forma digital, semelhante à tecnologia VoIP, como nas ligações via WhatsApp ou Skype.

O mecanismo do VoLTE é diferente das tecnologias anteriores, nas quais as chamadas acontecem por comutação de circuitos, que dependem de linhas dedicadas para estabelecer a comunicação entre o chamador e o recebedor.

Na tecnologia VoLTE, a comunicação entre o smartphone e a operadora ocorre através da rede de dados de alta velocidade (4G ou superior). Para fazer uma chamada, o celular precisa se conectar aos servidores dedicados com tecnologia IMS (IP Multimedia Subsystem).

Para melhorar a confiabilidade das ligações, as redes das operadoras priorizam dados trafegados pelas chamadas VoLTE em relação às demais aplicações, como internet móvel. Além disso, algumas empresas priorizam a utilização do VoLTE em faixas de frequência menores, como 700 MHz, que garantem maior cobertura.

Apesar do VoLTE ser baseado em dados, a utilização das chamadas de voz via 4G não descontam do pacote de dados de internet móvel. Dentre benefícios como melhor qualidade e consumo de energia, a tecnologia VoLTE permite que as operadoras reduzam o espectro dos padrões anteriores e priorizem tecnologias mais recentes, como 4G e 5G.

VoLTE consome dados da franquia de dados móveis?

Não. Apesar de utilizar a rede de dados para fazer chamadas, as ligações realizadas utilizando a tecnologia VoLTE não consomem dados do seu pacote de internet móvel. A cobrança das chamadas VoLTE seguem as mesmas tarifas das ligações feitas com tecnologias 2G e 3G.

Toda operadora tem suporte a VoLTE?

Não. Atualmente, Vivo e TIM oferecem a tecnologia VoLTE para todos os seus clientes. A Claro oferece VoLTE com restrições: somente usuários de planos pós-pagos têm acesso à tecnologia.

A tecnologia VoLTE não está disponível em diversas operadoras virtuais (MVNOs) do Brasil. Nesses casos, o smartphone precisa utilizar as redes 2G ou 3G para realizar chamadas de voz.

Pessoa em ligação (imagem ilustrativa: Pixabay)

O VoLTE tem suporte a videochamadas?

Existe a tecnologia ViLTE, que utiliza os mesmos recursos do VoLTE para chamadas de vídeo. No entanto, o padrão é pouco utilizado e não é suportado por todos os smartphones.

Quais são as vantagens das chamadas VoLTE?

O uso de VoLTE traz diversos benefícios para o usuário, incluindo uso simultâneo de dados, economia de energia e qualidade. A seguir, entenda melhor sobre cada um deles:

Ligações em alta qualidade: a tecnologia VoLTE é compatível com codecs com maior resolução, permitindo chamadas HD com melhor qualidade da voz.

Uso de dados simultâneos: o VoLTE funciona sob a infraestrutura do 4G, e a rede de dados de alta velocidade continua disponível durante chamadas de voz.

Eficiência de energia: a tecnologia VoLTE permite maior duração da bateria, uma vez que o smartphone não precisa se conectar simultaneamente em uma rede 2G ou 3G para receber ligações.

Cobertura indoor: o VoLTE pode ser utilizado com 4G ou 5G de 700 MHz, que permite maior penetração de sinal em ambientes internos quando comparação com frequências utilizadas pelo 2G e 3G.

Ligações completam mais rápido: as ligações feitas utilizando tecnologia VoLTE começam a chamar em menos de dois segundos, enquanto no 2G e 3G pode demorar mais de cinco segundos.

Quais são as limitações das ligações VoLTE?

As limitações do VoLTE incluem compatibilidade de aparelhos, disponibilidade da operadora e restrição de planos. Veja, abaixo, como cada uma delas pode afetar a sua experiência:

Compatibilidade: nem todos os aparelhos são compatíveis com a tecnologia VoLTE, e nem toda operadora dá suporte a todos os aparelhos compatíveis com o padrão de chamada via 4G.

Nem toda chamada é HD: para ter chamadas em alta qualidade, é necessário que a operadora ofereça suporte aos codecs HD e ambos os interlocutores precisam utilizar o recurso.

Configuração: alguns aparelhos (especialmente modelos com Android comprados no exterior) precisam de configuração manual para funcionar com o VoLTE.

Restrição de planos: a Claro restringe a tecnologia VoLTE para clientes com planos pós-pagos, deixando de fora usuários com plano controle, pré-pago ou Claro Flex.

Disponibilidade da operadora: nem toda operadora oferece VoLTE aos seus clientes, exigindo a utilização das redes 2G e 3G para chamadas de voz.

Roaming internacional limitado: são poucos os países que oferecem VoLTE para usuários de roaming internacional, sendo necessário utilizar redes 2G e 4G para fazer ligações convencionais.

Posso desativar as chamadas VoLTE no celular?

Sim. Você pode desativar as chamadas por VoLTE nas configurações de rede do seu celular, forçando a utilização do 2G e 3G para ligações convencionais. Embora esse ajuste não seja recomendado, desativar as chamadas 4G pode ser útil em locais onde o 4G está congestionado ou com mau funcionamento.

Qual é a diferença entre VoLTE e Wi-Fi Calling?

As chamadas por VoLTE são feitas através da rede 4G, fornecida pelas torres das operadoras de telefonia. O Wi-Fi Calling é um serviço oferecido pelas operadoras que permite fazer e receber chamadas através redes Wi-Fi, sem depender das torres de telefonia.

As chamadas Wi-Fi são úteis em locais atendidos por internet via Wi-Fi, mas sem cobertura da operadora de celular ou em regiões com sinal fraco.

Posso fazer chamadas HD no 5G?

Sim, é possível fazer chamadas HD em redes 5G. A tecnologia VoLTE é compatível com os padrões 5G SA e 5G NSA; além disso, o mercado trabalha para a padronização do formato VoNR, uma espécie de evolução do VoLTE dedicada para redes de quinta geração.
O que é VoLTE no celular? Conheça benefícios e limitações desse tipo de chamada

O que é VoLTE no celular? Conheça benefícios e limitações desse tipo de chamada
Fonte: Tecnoblog

5G, telemarketing, crise da Oi: veja destaques da telefonia em 2023

5G, telemarketing, crise da Oi: veja destaques da telefonia em 2023

Confira os principais destaques de telecom do ano de 2023 (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Chegamos ao final de 2023, um ano muito importante para a telefonia no Brasil. O período foi marcado pela expansão do 5G e pela forte atuação da Anatel contra o telemarketing abusivo e a pirataria. Grandes empresas também fizeram importantes movimentações (ou quase saíram de cena, caso da Oi).

Nas linhas a seguir, confira sete destaques sobre o universo das telecomunicações. São fatos importantes que marcaram o ano.

Índice1. O 5G começou a ganhar tração no Brasil2. A Brisanet virou operadora de celular3. A Starlink popularizou a internet via satélite4. A Anatel afrouxou regras para as operadoras5. Combate a pirataria e IPTV6. Mais tentativas de combate ao spam telefônico7. A crise da Oi continuaO que esperar de 2024?

1. O 5G começou a ganhar tração no Brasil

A tecnologia 5G começou a ser implementada no Brasil em 2022, mas foi somente em 2023 que a quinta geração da internet móvel tomou forma e se expandiu.

Os dados mais recentes da Anatel mostram que 17,6 milhões de celulares brasileiros são compatíveis com a tecnologia 5G. No final de 2022, tínhamos apenas 5,8 milhões de dispositivos aptos a se conectarem às redes de quinta geração.

Teste de velocidade 5G (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

A cobertura também se expandiu. De acordo com o portal Teleco, o sinal 5G está presente em 297 municípios brasileiros. A TIM lidera o ranking, com 202 cidades cobertas, seguida por Claro (198), Vivo (137) e Algar (3).

Apesar do salto significativo, o 5G ainda precisa crescer muito. A cobertura ainda deixa muito a desejar nas cidades já atendidas (Claro, estou olhando para você!), e o número de aparelhos compatíveis com a quinta geração ainda é menor que dispositivos com tecnologias anteriores (4G, 3G e 2G).

2. A Brisanet virou operadora de celular

Oferta de lançamento da Brisanet dá 3 meses grátis de 4G e 5G (Imagem: Reprodução/Brisanet)

A Brisanet estreou sua rede móvel em novembro de 2023. Com forte atuação no Nordeste, a empresa havia arrematado licenças de 2,3 GHz e 3,5 GHz no leilão da Anatel.

Por enquanto, apenas 28 cidades possuem sinal 4G e 5G com rede própria da Brisanet (no Ceará e Rio Grande do Norte). Os chips são vendidos diretamente nas lojas da operadora, que ainda promove uma oferta de lançamento que dá três meses de serviço grátis.

Antes disso, a Brisanet atuava como operadora móvel virtual (MVNO) por meio da rede da Vivo. Nessa nova empreitada, todas as antenas e equipamentos são da própria Brisanet.

3. A Starlink popularizou a internet via satélite

Antena Starlink de segunda geração (imagem: Divulgação/SpaceX)

Em maio, a Starlink baixou pela segunda vez o preço na mensalidade da internet via satélite, o que permitiu maior acesso ao serviço. A base de clientes dobrou de tamanho no intervalo de um ano, com cerca de 11,6 mil assinantes, segundo os dados mais recentes da Anatel.

Não dá para negar que a companhia de Elon Musk ajudou muito na inclusão digital de áreas remotas do Brasil, especialmente em zonas rurais não atendidas com fibra óptica ou sinal de celular. O mercado também é atendido pelas operadoras de satélite Hughes e Viasat, entre outras, mas os planos são caros, limitados e com altíssima latência.

4. A Anatel afrouxou regras para as operadoras

Fachada da sede da Anatel (Imagem: Reprodução/Anatel)

Em outubro, a Anatel aprovou o novo Regulamento Geral de Direitos do Consumidor (RGC), que estabelece os direitos e deveres das operadoras e dos usuários. No olhar do consumidor final, várias regras pioraram:

As operadoras ficaram desobrigadas a manter atendimento telefônico 24h, com obrigação apenas entre 6h e 22h

Elas poderão vender planos com atendimento exclusivamente digital, sem suporte humano por telefone ou lojas físicas

Também ficam desobrigadas a manter lojas físicas, sendo facultativa a existência de atendimento presencial

5. Combate a pirataria e IPTV

Lote de TV box apreendido em Resende (RJ) (Imagem: Divulgação/ABTA)

A agenda antipirataria da Anatel continuou a todo vapor em 2023. Ao longo do ano, a agência derrubou 3,9 mil servidores que distribuíam canais de TV pirata e streaming irregular.

A Anatel também multou a primeira pessoa física pela venda de TV box ilegal. Anteriormente, todas as sanções eram contra lojas e pessoas jurídicas.

Outros órgãos também trabalham para combater a pirataria. Uma força-tarefa composta pelo Ministério da Justiça, Polícias Civis e agências da Argentina, EUA, Peru e Reino Unido retirou do ar 606 sites com conteúdo que infringe direitos autorais.

6. Mais tentativas de combate ao spam telefônico

Anatel anunciou identificador de chamadas aprimorado (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

O prefixo 0303 foi lançado em 2022, e já ajudou bastante o usuário de telefonia a decidir se quer ou não receber chamadas de televendas. Ainda que o esforço tenha surtido efeito, o telemarketing abusivo continuou perturbando as redes de telefonia.

Em novembro, a Anatel aplicou multas milionárias contra Claro e Bradesco por disparo em massa das chamadas robocalls, que são chamadas automatizadas que tocam no telefone e derrubam as ligações em menos de três segundos.

Uma das grandes novidades de 2023 foi o lançamento do site Qual Empresa Me Ligou, que permite identificar o dono de uma linha telefônica e descobrir a origem das irritantes chamadas. O sistema exibe apenas dados de linhas telefônicas registradas por empresas.

Outro destaque é a chegada do novo identificador de chamadas inteligente. A Anatel anunciou a implementação do protocolo STIR/SHAKEN, que garante a autenticidade de chamadas de telemarketing. Ele prevê a exibição do nome da empresa, marca e assunto na tela de identificação.

7. A crise da Oi continua

Clientes da Oi Fibra podem ser vendidos para outra operadora (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Em 2022, a Oi encerrou a recuperação judicial que se arrastava desde 2016. Problema resolvido? Que nada: a Justiça aceitou um novo pedido de recuperação judicial em março. A operadora alegou dificuldades financeiras e incapacidade de honrar compromissos.

As dívidas desta nova recuperação judicial chegam a R$ 43,7 bilhões. Para tentar se salvar, a Oi colocou à venda a companhia ClientCo, que reúne a carteira de clientes de fibra óptica.

A rede de fibra foi vendida na recuperação judicial anterior. A Oi fez o spin off dos ativos e criou a rede neutra V.tal, cujo controle foi transferido para um fundo do BTG Pactual.

O que esperar de 2024?

Para 2024, é provável que nós vejamos uma expansão ainda maior do 5G. As operadoras precisam investir na melhoria de cobertura nas cidades atualmente atendidas, mas a tecnologia também deve desembarcar em novas localidades.

Assim como nos anos anteriores, espere mais concentrações de provedores regionais de internet. Esse movimento pode acontecer tanto via aquisições por players maiores ou por fusões entre empresas menores.

Vamos acompanhar de perto a situação da Oi, que pode vender a carteira de fibra óptica para outra operadora. O mercado especula que a base de clientes poderia ser assumida por Claro, TIM e Vivo. Trata-se de um negócio extremamente complexo, visto que a Oi Fibra depende do contrato com a rede neutra da V.tal.
5G, telemarketing, crise da Oi: veja destaques da telefonia em 2023

5G, telemarketing, crise da Oi: veja destaques da telefonia em 2023
Fonte: Tecnoblog