Category: Vivo

Vivo pode comprar Desktop e se tornar líder de banda larga em SP

Vivo pode comprar Desktop e se tornar líder de banda larga em SP

Vivo confirma negociações com Desktop (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

O cenário de telecomunicações brasileiro pode passar por mais uma consolidação. A Vivo divulgou um comunicado ao mercado demonstrando o interesse em adquirir a Desktop, provedora de pequeno porte que comercializa internet fixa por fibra óptica no estado de São Paulo.

De acordo com o comunicado da Vivo divulgado nesta quarta-feira (29), a empresa afirma que “mantém conversas a respeito de potencial operação envolvendo a Companhia e a Desktop S.A”. A Desktop também divulgou um fato relevante com a mesma informação.

Nenhum negócio foi fechado, ao menos por enquanto. “Não há qualquer definição ou formalização sobre uma operação”, afirma o comunicado da Vivo.

Desktop é a terceira maior operadora de internet de SP

A Desktop é uma operadora de pequeno porte com sede em Sumaré (SP), constituída em 2006 e que ganhou tração ao longo do tempo. Parte do crescimento foi feito de forma inorgânica, com a aquisição de diversos provedores menores que atuavam no estado.

Com presença apenas no estado de São Paulo, a Desktop possui 1,04 milhão de assinantes de banda larga fixa por fibra óptica. A empresa também atua com TV por assinatura e telefonia fixa, mas também lançou recentemente uma operadora móvel virtual utilizando a rede da TIM.

Desktop atua em 184 cidades de São Paulo com internet por fibra óptica (Imagem: Desktop/Divulgação)

Apesar de se enquadrar como prestadora de pequeno porte, a Desktop não é uma operadora tão pequena. Trata-se da sexta maior empresa de banda larga fixa no Brasil, atrás apenas dos grupos Claro, Vivo, Oi, Giga+ e Brisanet. No estado de São Paulo, a Desktop ocupa o 3º lugar em participação de mercado, atrás apenas de Claro e Vivo.

Falando de infraestrutura, a rede de fibra óptica da Desktop está disponível para 4,4 milhões de domicílios (home passed) de 184 municípios paulistas. Com backbone tem 10 mil km de extensão, a companhia também presta serviços empresariais como link dedicado, conexão entre filiais e telefonia corporativa.

Desktop seria terceira consolidação da Vivo em 10 anos

Se o negócio com a Desktop se concretizar, a Vivo somaria três grandes aquisições em um intervalo de 10 anos.

Em 2016, a Vivo assumiu a operação da GVT em um negócio de R$ 22 bilhões. Essa operação permitiu que a operadora espanhola expandisse sua atuação com serviços fixos para mais estados do Brasil além de São Paulo.

O grande negócio mais recente foi a fatia da Oi Móvel, adquirida em dezembro de 2020 em conjunto com as concorrentes Claro e TIM. A Vivo herdou 12,6 milhões de clientes de 11 DDDs, mas depois cancelou 3,4 milhões de chips inativos.

Vale ressaltar que um negócio dessa magnitude precisa ser aprovado pelo Cade e Anatel. Se a aquisição se concretizar, a Vivo ultrapassaria a Claro em número de clientes de internet fixa em SP e se tornaria líder de mercado no estado.
Vivo pode comprar Desktop e se tornar líder de banda larga em SP

Vivo pode comprar Desktop e se tornar líder de banda larga em SP
Fonte: Tecnoblog

Como desativar o serviço de correio de voz da Vivo, Claro e TIM

Como desativar o serviço de correio de voz da Vivo, Claro e TIM

Saiba as diferentes formas de desativar a caixa postal da Vivo, Claro e Tim (Imagem: Lupa Charleaux/Tecnoblog)

Você pode bloquear o correio de voz no celular Android ou no iPhone entrando em contato com a sua operadora telefônica. Cada empresa oferece diferentes opções para desabilitar o serviço de caixa postal.

Para cancelar a caixa postal da Vivo, o cliente deve ligar para o atendimento eletrônico ou enviar um SMS para a operadora. Em todos os casos, a pessoa receberá uma mensagem confirmando o fim do serviço.

Dá para desativar o correio de voz da Claro ligando para o atendimento eletrônico da empresa. Outra opção é enviar um SMS para o suporte e solicitar o cancelamento do serviço de caixa postal.

Já para desativar a caixa postal da TIM, o cliente deve ligar na central de atendimento da operadora e solicitar o cancelamento. Também é possível acessar o site Meu TIM para desabilitar o recurso.

A seguir, veja detalhes de como cancelar o serviço de correio de voz para cada uma das operadoras.

ÍndiceComo desativar o serviço de caixa postal da VivoComo cancelar o serviço de correio de voz da Vivo pelo telefoneComo cancelar o serviço de caixa postal da Vivo por SMSComo desativar o serviço de caixa postal da ClaroComo cancelar o serviço de correio de voz da Claro pelo telefoneComo cancelar o serviço de caixa postal da Claro por SMSComo desativar o serviço de caixa postal da TIMComo cancelar o serviço de correio de voz da TIM pelo telefoneComo cancelar o serviço de caixa postal da TIM pelo sitePosso apagar as mensagens da caixa postal sem precisar desativar o correio de voz?É possível voltar a ativar o serviço de correio de voz da Vivo, Claro e TIM?

Como desativar o serviço de caixa postal da Vivo

Os clientes da Vivo podem cancelar o serviço Vivo Recado por telefone ou enviando SMS para a empresa. Saiba como desativar a caixa postal da operadora nos guias abaixo:

Como cancelar o serviço de correio de voz da Vivo pelo telefone

1. Ligue para *555 no celular com chip Vivo

Use o app Telefone do seu celular e, como se fosse realizar uma chamada, disque *555.

Você deve ligar para *555 para desativar o correio de voz da Vivo por telefone (Imagem: Lupa Charleaux/Tecnoblog)

2. Digite # para acessar as opções do correio de voz da Vivo

Ouça as mensagens e opções do Vivo Recado e digite # no teclado numérico do app Telefone para ouvir mais opções. Se necessário, informe sua senha para acessar os recados na caixa postal.

3. Digite 1 para acessar novas opções do Vivo Recado

Ouça a propaganda da Vivo e aguarde o atendimento eletrônico falar as opções do Vivo Recado. Então, digite 1 para avançar.

4. Digite 6 para desativar a caixa postal da Vivo

Novamente, ouça as opções do atendimento eletrônico e, então, digite 6 para bloquear o serviço de caixa postal da Vivo.

5. Digite 1 para cancelar o correio de voz da Vivo

Digite 1 para confirmar o cancelamento do Vivo Recado. Depois, aguarde a mensagem do atendimento eletrônico confirmando a ação.

Como cancelar o serviço de caixa postal da Vivo por SMS

1. Envie uma SMS com a palavra “SAIR”

Abra o app Mensagens no seu celular e envie um SMS com a palavra “SAIR” (sem aspas e tudo maiúsculo) para um dos números abaixo conforme o seu plano:

Assinante Vivo Recado: enviar SMS para 5550;

Assinante Vivo Recado Premium: enviar SMS para 5557.

É necessário enviar um SMS com a palavra “SAIR” para desativar a caixa postal da Vivo (Imagem: Lupa Charleaux/Tecnoblog)

Como desativar o serviço de caixa postal da Claro

Há duas formas dos clientes da Claro cancelarem o serviço Claro Recado. A seguir, saiba o passo a passo para desabilitar a caixa postal da operadora por telefone ou por SMS:

Como cancelar o serviço de correio de voz da Claro pelo telefone

1. Ligue para *555 no telefone Claro

Como se fosse realizar uma ligação, use o app Telefone do seu celular e disque *555.

Ligue para *555 para desativar o serviço de correio de voz da Claro por telefone (Imagem: Lupa Charleaux/Tecnoblog)

2. Digite # para abrir as configurações do Claro Recado

Ouça as opções do atendimento eletrônico e digite # no teclado numérico do app Telefone para acessar as opções do Claro Recado.

3. Digite 5 para bloquear a Caixa Postal da Claro

Mais uma vez, escute as opções do atendimento eletrônico e digite 5 para remover o correio de voz da Claro.

4. Digite 1 para confirmar o bloqueio da Caixa Postal da Claro

Por fim, digite 1 para confirmar o bloqueio da Caixa Postal da Claro. Em seguida, aguarde um SMS com o protocolo de cancelamento do serviço.

Como cancelar o serviço de caixa postal da Claro por SMS

1. Envie “SAIR” para 555

Use o app Mensagens para enviar um SMS com a palavra “SAIR” (tudo maiúsculo e sem aspas) para o número *555 e aguarde uma mensagem da Claro confirmando o cancelamento do serviço de caixa postal.

Você deve enviar SMS para 555 para cancelar a caixa postal da Claro (Imagem: Lupa Charleaux/Tecnoblog)

Como desativar o serviço de caixa postal da TIM

Os clientes da TIM podem solicitar o cancelamento do serviço de caixa postal por telefone ou acessando o site da operadora. A seguir, veja os guias para desativar a função:

Como cancelar o serviço de correio de voz da TIM pelo telefone

1. Ligue para a Central de Atendimento da TIM

Disque *114 (celular) ou 1056 (telefone fixo) para ligar na central de atendimento da TIM e solicite o cancelamento do Correio de Voz.

É necessário ligar para *114 para solicitar o cancelamento do correio de voz da TIM (Imagem: Lupa Charleaux/Tecnoblog)

Como cancelar o serviço de caixa postal da TIM pelo site

1. Acesse o site Meu TIM

Use o navegador do seu PC ou celular para acessar o site meutim.tim.com.br e faça login na sua conta na operadora.

Página inicial do site Meu TIM (Imagem: Reprodução/TIM)

2. Clique em “Serviços” para encontrar mais opções

Clique na opção “Serviços”, no menu na parte superior da tela do site, para ver mais opções.

Acessando a opção “Serviços” no site Meu TIM (Imagem: Reprodução/TIM)

3. Selecione “Caixa Postal” para ver detalhes do serviço da TIM

No submenu no canto superior esquerdo da tela, escolha a opção “Caixa Postal” para ver detalhes do serviço e como cancelar o correio de voz da TIM.

Acessando a opção “Caixa Postal” no site Meu TIM (Imagem: Reprodução/TIM)

4. Clique em “Desativar” correio de voz da TIM

Clique no botão azul “Desativar”, no canto direito da página, para cancelar o serviço de correio de voz da TIM. Em seguida, um número de protocolo do cancelamento do serviço será exibido.

Desativando a opção “Caixa Postal” no site Meu TIM (Imagem: Reprodução/TIM)

Posso apagar as mensagens da caixa postal sem precisar desativar o correio de voz?

Há algumas formas de apagar as mensagens da caixa postal sem desativar o serviço de correio de voz. Contudo, os métodos variam conforme a sua operadora. Veja abaixo:

Vivo: as mensagens da caixa postal são deletadas automaticamente após 7 dias;

Claro: ligue gratuitamente para *555 e ouça os recados para, assim, limpar a caixa postal;

TIM: as mensagens do correio de voz são excluídas automaticamente após 7 dias;

Limpar as notificações: independentemente da sua operadora, você pode remover as notificações de correio de voz do celular.

É possível voltar a ativar o serviço de correio de voz da Vivo, Claro e TIM?

Sim, dá para contratar novamente o serviço de voz. Cada operadora possui uma forma de reativar a caixa postal para receber recados:

Vivo: ligue para *555 em um celular com chip da Vivo e siga as orientações do atendimento eletrônico. Esse serviço é pago;

Claro: ligue para *555 usando um smartphone com chip da Claro e siga as orientações do atendimento eletrônico. O serviço é cobrado para clientes Claro Pré-Pago;

TIM: ligue para *114 (celular) ou 1056 (telefone fixo) e solicite a reativação do serviço de caixa postal na central de atendimento. Esse serviço é cobrado dos clientes.

Como desativar o serviço de correio de voz da Vivo, Claro e TIM

Como desativar o serviço de correio de voz da Vivo, Claro e TIM
Fonte: Tecnoblog

Vivo deverá investir R$ 4,5 bilhões para mudar regime de telefonia fixa

Vivo deverá investir R$ 4,5 bilhões para mudar regime de telefonia fixa

Loja da Vivo (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

Em fato relevante, a Vivo divulgou ao mercado que chegou a um acordo com a Anatel, Tribunal de Contas da União (TCU) e o Ministério das Comunicações sobre as condições para mudar o regime de atuação na telefonia fixa. A companhia, que atua como concessionária, poderá se tornar uma autorizada com algumas contrapartidas — incluindo investimentos bilionários em locais sem retorno financeiro.

De acordo com o Teletime, a Vivo deverá assumir um compromisso de R$ 4,5 bilhões em contrapartidas e investimentos para alterar o regime de concessão para a autorização. Metade do montante será destinado para ampliar a rede de transporte (backhaul), enquanto a fatia restante deverá ser empregada na ampliação de cobertura móvel.

A Vivo também deverá garantir a prestação de serviços essenciais de telefonia fixa até 2028 em regiões onde não houver outra alternativa. Após o período, a operadora fica desobrigada de fornecer o acesso — como o caso de outras operadoras que atuam no regime de autorização.

Para se tornar autorizada, a Vivo deverá desistir da arbitragem movida contra a Anatel. Em 2023, a agência reguladora havia determinado a cifra de R$ 8,7 bilhões para a conversão do regime.

Apesar dos termos do acordo serem estabelecidos, a formalização ainda deve demorar alguns meses, pois as condições precisam ser validadas oficialmente pela Vivo, Anatel, Ministério Público e o TCU.

De acordo com os dados mais recentes da Anatel, a Vivo tem 4,2 milhões de acessos de telefonia fixa no regime de concessão. Esse número já foi bem maior: em 2008, a tele chegou a ter mais de 10 milhões de linhas. Com a popularização da internet e dos celulares, o telefone fixo deixou de ser tão importante como antigamente — mas ainda resiste no Brasil.

Regime de concessão x autorização

Base de clientes fixos da Vivo encolheu nos últimos anos (Imagem: George Chandrinos/Pixabay)

No estado de São Paulo, a Vivo atua como operadora de telefonia fixa no regime público de concessão. A companhia surgiu a partir da privatização da antiga Telesp, e incorporou toda a rede construída pela estatal.

Existem diversas vantagens para a conversão do regime. No serviço concessionário, as teles têm obrigações regulatórias muito maiores, incluindo a universalização do serviço, garantia de continuidade e controle tarifário mais rigoroso. Essas exigências não são impostas no modelo de autorização.

Para as teles, um dos grandes entraves do regime de concessão é a reversibilidade dos bens — incluindo a rede fixa. Uma possível extinção da concessão implicaria na devolução desses bens ao Estado, o que traz insegurança para a operadora.

No caso da Vivo, o regime de concessão é aplicado apenas para o estado de São Paulo. Nas demais regiões, outras operadoras atuam como concessionárias; a maior delas é a Oi, com atendimento em 25 estados mais o Distrito Federal.
Vivo deverá investir R$ 4,5 bilhões para mudar regime de telefonia fixa

Vivo deverá investir R$ 4,5 bilhões para mudar regime de telefonia fixa
Fonte: Tecnoblog

Claro, TIM e Vivo respondem crítica de operadoras do Rio Grande do Sul

Claro, TIM e Vivo respondem crítica de operadoras do Rio Grande do Sul

Grandes teles dizem que estão prontas para auxiliar as menores (Ilustração: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Resumo

Claro, TIM e Vivo disseram que estão prontas para auxiliar operadoras virtuais (as chamadas MVNOs) no Rio Grande do Sul após sofrerem críticas por falta de roaming durante enchentes no estado.
As operadoras menores atendem cerca de 32 mil pessoas, que permanecem sem conexão nas cidades gaúchas, de acordo com a estimativa de um diretor da Telecall.
As grandes teles destacaram ao Tecnoblog a necessidade de solicitação oficial e condições técnicas para liberação de roaming sem custo.

Uma polêmica se instalou no campo das telecomunicações em meio às enchentes no Rio Grande do Sul: as operadoras do tipo MVNO reclamaram de que as grandes teles não haviam liberado o roaming para elas. Diante das críticas, a Claro, a TIM e a Vivo disseram ao Tecnoblog que estão à disposição para abrir suas redes às empresas menores.

A declaração inicial em tom crítico às operadoras foi feita por Marcelo Duarte, diretor da Telecall, de acordo com matéria no site especializado Convergência Digital. Ele afirmou que as dez operadoras virtuais atendem 32 mil pessoas em cidades gaúchas. No entanto, este contingente estaria sem rede, já que as empresas estariam fora do roaming.

Porto Alegre sofre com alagamentos (Imagem: Gustavo Mansur/Governo RS)

Não custa lembrar: desde o fim de semana passado, as três grandes teles estão com rede aberta entre si. Isso significa, por exemplo, que os clientes da Claro e da TIM podem se conectar às antenas da Vivo numa região em que somente esta última rede esteja disponível.

As grandes teles ressaltaram ao Tecnoblog que a solicitação de roaming sem custo precisa ser feita de forma oficial e que a empresa solicitante deve ter condições técnicas de trabalhar neste formato.

Desafios do Rio Grande do Sul

@tecnoblog Internet no Rio Grande do Sul e doações de Musk e Apple para a capital gaúcha; uso de telefone fixo no Brasil e os novos iPads #tecnoblog #tecnologia #resumodenotícias #internet #riograndedosul #elonmusk #apple #telefonefixo #brasil #ipads #techtok #techtokbrazil ♬ som original – Tecnoblog

O transbordamento dos rios gaúchos levou a um esforço sobre-humano para a retomada da infraestrutura de internet. Técnicos de companhias grandes e pequenas estão em campo para reposicionar os equipamentos e retomar a conexão. De acordo com a Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint), um terço dos clientes de provedores de pequeno porte permaneciam sem banda larga fixa.

Por sua vez, a Claro, a TIM e a Vivo liberaram pacotes gratuitos de internet móvel, movimento que deve beneficiar em especial os clientes do pré-pago. A medida vale inclusive para consumidores sem créditos.

Já a Agência Nacional de Telecomunicações acompanha a situação de perto e divulga boletins diários. O mais recente, concluído nesta sexta-feira (dia 10/05) às 19h, indica que três cidades permanecem completamente sem rede móvel: Ivorá, Tabaí e Tunas. Outras 150 estão com serviço parcial de telefonia.

Infraestrutura de telefonia móvel no RS (Imagem: Divulgação/Anatel)

Enquanto isso, emerge a dúvida sobre o motivo pelo qual o Brasil não utiliza um sistema mais moderno, robusto e eficiente de alertas de emergência. Conforme contamos ontem no Tecnoblog, um projeto com tecnologia similar à dos Estados Unidos e Japão foi concluído pela Anatel em dezembro de 2023. Ele transforma os smartphones em verdadeiras sirenes, que apitam mesmo quando estão em modo silencioso/não perturbe.

A ferramenta foi entregue ao Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional (MIDR), que não realizou nenhum tipo de implementação nos cinco primeiros meses de 2024. A pasta nos informou que a liberação do chamado Cell Broadcast está em processo de finalização e que a tecnologia será testada em breve. O MIDR não divulgou nenhum cronograma.

Atualmente, a Defesa Civil oferece alertas por SMS: basta enviar o CEP de interesse para o número 40199. Este serviço é gratuito.

Mobilização tech

Grupo Multi doa quase 50 mil itens ao Rio Grande do Sul (Imagem: Divulgação/Multi)

A situação do Rio Grande do Sul gerou mobilização em gigantes de tecnologia. O empresário Elon Musk prometeu doar mil terminais de internet via satélite da Starlink para as equipes de resgate. Ele não irá cobrar assinatura. A Vivo colocou 60 telefones satelitais à disposição das autoridades.

CEOs do porte de Tim Cook (Apple), Michael Dell (Dell Technologies) e Pat Gelsinger (Intel) prometeram ajuda, mas sem entrar em detalhes sobre valores ou esforços. Liderada pelo empresário Alexandre Ostrowiecki, a antiga Multilaser enviou perto de 50 mil produtos aos gaúchos, entre eles lanternas, itens de saúde e brinquedos infantis.
Claro, TIM e Vivo respondem crítica de operadoras do Rio Grande do Sul

Claro, TIM e Vivo respondem crítica de operadoras do Rio Grande do Sul
Fonte: Tecnoblog

Dia das Mães: Claro, TIM e Vivo fazem promoções com bônus de internet móvel

Dia das Mães: Claro, TIM e Vivo fazem promoções com bônus de internet móvel

Claro, TIM e Vivo fazem promoções no Dia das Mães (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Dia das Mães é uma data muito importante para as operadoras de telefonia, e Claro, TIM e Vivo fazem promoções com internet extra no ano de 2024. Dependendo do pacote escolhido, é possível ter bônus de até 100 GB em comparação com o plano principal.

A época é boa para quem quer rever o plano de celular. Os bônus de internet deixam os pacotes mais atrativos, e pode ser vantajoso mudar para uma oferta mais barata e continuar com o pacote de dados similar ao atual.

Além de fazer promoções em serviços, as teles também promovem ofertas em aparelhos quando adquiridos junto ao plano de celular. Nesse caso, vale a pena verificar se o desconto realmente vale a pena, especialmente considerando que o benefício é geralmente condicionado a fidelidade de 12 meses.

Todos os planos listados abaixo são válidos para São Paulo (DDD 11), e podem variar conforme a região.

Achados do TB
Sabe onde encontrar as melhores ofertas para o Dia das Mães? Nos grupos do Achados do TB no Telegram ou WhatsApp. Quem participa dos nossos canais tem acesso a uma curadoria quase diária das melhores promoções em itens de tecnologia do varejo. Sem “metade do dobro” e nem produtos que não valem a pena, tudo passa pela cuidadosa curadoria de ofertas do Tecnoblog.

ÍndiceClaro dá bônus de até 20 GBClaro ControleClaro PósTIM tem ofertas com até 100 GB de bônusTIM ControleTIM Black e TIM Black FamíliaVivo dá até 20 GB de bônus no Dia das MãesVivo ControleVivo PósVivo Total

Claro dá bônus de até 20 GB

Apesar de ter removido as redes sociais ilimitadas dos novos planos, a Claro tem boas ofertas para o Dia das Mães. A tele não fez promoções para o Claro Flex, com bônus de internet apenas no controle ou pós-pago.

Todos os planos incluem ligações ilimitadas para qualquer operadora, inclusive DDD, além de SMS à vontade. O uso do WhatsApp é ilimitado, mesmo para chamadas de voz e vídeo.

Loja da Claro em São Paulo (Imagem: Felipe Ventura / Tecnoblog)

Claro Controle

Franquia de internetFranquia de appsPreço mensal20 GB, sendo: 15 GB do plano5 GB de bônus de Dia das Mães3 GB para YouTubeR$ 49,90 no débito automático R$ 54,90 no boleto25 GB, sendo: 20 GB do plano5 GB de bônus de Dia das Mães5 GBR$ 59,90 no débito automáticoR$ 64,90 no boleto30 GB, sendo:25 GB do plano5 GB de bônus de Dia das Mães5 GBR$ 69,90 no débito automáticoR$ 74,90 no boleto

Nos planos controle, a franquia de aplicativos pode ser utilizada com Instagram, Facebook, TikTok, YouTube, X (Twitter) e Claro TV+. Há uma exceção para o pacote mais barato, com dados exclusivos para YouTube.

Quem efetuar o pagamento da fatura pela carteira digital Claro Pay terá mais 2 GB bônus. Ao combinar um plano controle com internet fixa ou TV por assinatura a operadora bonifica 5 GB extras de internet móvel.

Claro Pós

Franquia de internetFranquia de appsPreço mensal45 GB, sendo: 25 GB do plano 20 GB de bônus de Dia das Mães25 GBR$ 109,90 no débito automático R$ 119,90 no boleto70 GB, sendo: 50 GB do plano 20 GB de bônus de Dia das Mães50 GBR$ 159,90 no débito automáticoR$ 169,90 no boleto95 GB, sendo: 75 GB do plano20 GB de bônus de Dia das Mães75 GBR$ 209,90 no débito automáticoR$ 219,90 no boleto170 GB, sendo:150 GB do plano20 GB de bônus de Dia das Mães150 GBR$ 309,90 no débito automáticoR$ 319,90 no boleto

A franquia de aplicativos pode ser utilizada com Instagram, Facebook, TikTok, YouTube, X (Twitter), Netflix, Globoplay, Disney+, Star+, Max e Claro TV+.

O pós-pago da Claro também inclui cobertura em roaming internacional, permitindo a utilização do plano brasileiro em viagens ao exterior. A cobertura varia de acordo com o pacote:

quem contratar 25 GB ou 50 GB terá o Passaporte Américas;

a versão de 75 GB inclui Passaporte Américas e Europa;

o pacote mais caro, com 150 GB, dá acesso ao Passaporte Mundo, com serviço em mais de 80 destinos estrangeiros.

Quem contratar um plano a partir de 100 GB e fizer o combo residencial, com TV por assinatura e/ou banda larga fixa garante o dobro da franquia principal e linhas dependentes gratuitas.

TIM tem ofertas com até 100 GB de bônus

A TIM também faz promoções dos planos móveis no Dia das Mães. O maior destaque vai para os planos familiares, com bônus de internet móvel de até 100 GB.

Loja da TIM (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

TIM Controle

A TIM aumentou o bônus de internet no Dia das Mães. Anteriormente, o pacote de R$ 54,99 mensais tinha até 21 GB de internet; com a promoção, é possível ter até 29 GB de dados:

PlanoApps ilimitadosPreço mensal29 GB, sendo: 5 GB do plano 24 GB de bônusWhatsAppFacebook MessengerR$ 54,99 Cartão de crédito ou boleto36 GB, sendo: 6 GB do plano 20 GB de bônusWhatsAppFacebook MessengerFacebookInstagramX (Twitter)R$ 54,99 no boleto R$ 64,99 no cartão de crédito

O plano de 29 GB inclui, por três meses, acesso ilimitado ao Instagram, Facebook e X (Twitter). É possível manter o benefício no futuro com a contratação de um pacote adicional.

TIM Black e TIM Black Família

O pós-pago da TIM ficou mais atrativo no Dia das Mães. Todos os planos incluem acesso ilimitado ao WhatsApp, Messenger, Instagram, Facebook e X (Twitter), bem como ligações à vontade para qualquer operadora:

PlanoExtrasPreço mensal75 GB, sendo:15 GB do plano 60 GB de bônusRoaming Américas Deezer PremiumR$ 119,90 no boleto77 GB, sendo: 15 GB do plano 60 GB de bônusDeezer PremiumR$ 119,99 no cartão de crédito90 GB, sendo: 20 GB do plano 60 GB de bônusDisney+ Roaming Américas Deezer PremiumR$ 139,99 no boleto92 GB, sendo: 22 GB do plano 70 GB de bônusRoaming Américas Deezer PremiumR$ 144,99 no cartão de crédito115 GB, sendo: 25 GB do plano90 GB de bônusDisney+, Amazon Prime, Max ou YouTube PremiumRoaming Américas Deezer PremiumR$ 159,99 no boleto115 GB, sendo: 25 GB do plano90 GB de bônusApple TV+ Roaming AméricasR$ 159,99 no boleto117 GB, sendo: 27 GB do plano 90 GB de bônusRoaming Américas Deezer PremiumR$ 164,99 no boleto

Nos planos familiares, a TIM tem duas boas ofertas: são até 100 GB de internet extra, que podem ser compartilhados em até quatro linhas móveis:

PlanoLinhasExtrasPreço mensal200 GB, sendo:100 GB do plano 100 GB de bônusAté 4 linhasAmazon Prime, YouTube Premium, Netflix, Max ou Combo Disney+ e Star+ Deezer Premium Roaming Américas e EuropaR$ 304,99 no boleto200 GB, sendo: 100 GB do plano100 GB de bônusAté 4 linhasApple One (50 GB) Roaming Américas e EuropaR$ 304,99 no boleto

Vivo dá até 20 GB de bônus no Dia das Mães

Em 2024, a Vivo fez promoções nos planos controle, pós-pago individual e no combo Vivo Total. Dessa vez, a operadora não apresentou ofertas no Vivo Família.

Loja da Vivo (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

Vivo Controle

Nos planos controle, a Vivo dá bônus de 6 GB para quem contratar um pacote na promoção do Dia das Mães

PlanoPreço mensal20 GB, sendo: 8 GB do plano principal3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático 6 GB de bônus do Dia das MãesR$ 55,0022 GB, sendo: 10 GB do plano principal3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático 6 GB de bônus do Dia das MãesR$ 70,00

A Vivo também comercializa o plano com 22 GB em duas opções mais caras, por R$ 80 mensais: trata-se do Vivo Controle Educação, com assinatura do app de cursos online Vivae, e do Vivo Controle Saúde, com acesso ao serviço Vale Saúde Sempre Individual.

Também é possível incrementar o plano controle com uma franquia extra para redes sociais. Com mais R$ 5 mensais, o cliente tem direito a mesma quantidade de gigabytes do plano principal para utilizar exclusivamente com Instagram, TikTok, YouTube, Twitter (X), Facebook, Pinterest, Tinder e Facebook Messenger.

Vivo Pós

PlanoPacote de internetFranquia de internet dedicadaPreço mensalVivo Pós com Amazon PrimeInclui assinatura do Amazon Prime46 GB, sendo: 20 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático20 GB exclusivos para Prime Video ou Prime MusicR$ 130,00Vivo Pós com GloboplayInclui assinatura do Globoplay Padrão (sem canais ao Vivo)56 GB, sendo: 30 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático30 GB para usar com GloboplayR$ 145,00Vivo Pós com SpotifyInclui assinatura do Spotify Premium56 GB, sendo: 30 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático25 GB para usar com SpotifyR$ 145,00Vivo Pós com NetflixInclui assinatura Netflix Padrão66 GB, sendo: 40 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático40 GB para usar com NetflixR$ 160,00Vivo Pós com Disney+Inclui assinatura Disney+66 GB, sendo: 30 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático40 GB para usar com Disney+R$ 160,00Vivo Pós com Premiere Inclui assinatura Premiere Play66 GB, sendo: 40 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático40 GB para usar com PremiereR$ 160,00Vivo Pós com TravelInclui Vivo Travel Mundo76 GB, sendo: 50 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital 3 GB de bônus débito automático(não possui)R$ 190,00

Vivo Total

A Vivo também fez promoções de Dia das Mães nos combos Vivo Total Essencial e Pro. Quem contratar o pacote no período promocional terá 20 GB de bônus no móvel:

CelularBanda larga fixaPreço mensal1 linha inclusa 43 GB, sendo: 20 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital300 Mb/s de download 150 Mb/s de uploadR$ 150,001 linha inclusa 73 GB, sendo: 20 GB do plano 20 GB de bônus Dia das Mães 3 GB de bônus fatura digital500 Mb/s de download 250 Mb/s de uploadR$ 180,00
Aviso de ética: ao clicar em um link de afiliado, o preço não muda para você e recebemos uma comissão.Dia das Mães: Claro, TIM e Vivo fazem promoções com bônus de internet móvel

Dia das Mães: Claro, TIM e Vivo fazem promoções com bônus de internet móvel
Fonte: Tecnoblog

Rio Grande do Sul: Claro, TIM e Vivo liberam internet grátis

Rio Grande do Sul: Claro, TIM e Vivo liberam internet grátis

Cidades do Rio Grande do Sul passam por enchente histórica (Foto: Ricardo Stuckert/Presidência da República)

Resumo

Liberação de internet gratuita: As operadoras Claro, TIM e Vivo liberaram acesso gratuito à internet móvel para os afetados pelos temporais no Rio Grande do Sul, visando facilitar comunicações e acesso a informações urgentes.

Bônus de dados: Durante o período emergencial, as companhias ofereceram entre 5 GB e 10 GB de franquia de internet móvel. A medida vale inclusive para clientes sem crédito no pré-pago ou inadimplentes.

Rede aberta: As operadoras também adotaram a rede aberta na região, para que os moradores tenham acesso a qualquer torre de telefonia que esteja operante. Para tanto, é preciso ativar o roaming no smartphone.

Ações de suporte adicional: Além da conectividade, as operadoras promoveram iniciativas como campanha de arrecadação de doações financeiras na Vivo e de itens de maior necessidade nos prédios administrativos e lojas físicas da Claro.

As operadoras de telefonia Claro, a TIM e a Vivo liberaram o acesso gratuito à internet móvel nas cidades do Rio Grande do Sul afetadas pelos fortes temporais desde a semana passada. A decisão permite que os usuários da região utilizem a rede, mesmo que tenham plano pré-pago e estejam sem créditos.

Em resposta ao Tecnoblog, as três grandes empresas nacionais de telecomunicações confirmaram que os bônus foram habilitados às pessoas das mais de cem localidades atingidas pela chuva torrencial e pelos alagamentos. Na prática, os gaúchos poderão utilizar as redes 5G e 4G para acessar sites e apps, em especial para saber as últimas informações e trocar mensagens com familiares e amigos.

Acesso gratuito à internet

Empresas de telefonia liberam acesso à internet no RS (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Confira o resumo das medidas adotadas pelas operadoras, com base no que elas nos disseram:

Claro: concedeu bônus de 5 GB para clientes do Prezão (válidos por 7 dias), do Claro Controle e do Claro Flex (30 dias). A decisão vale inclusive para clientes sem créditos ou inadimplentes. Começou a ser implementada na quinta-feira (dia 02/05).

TIM: liberou bônus de internet de 10 GB para clientes do pré e do controle.

Vivo: concedeu franquia de 10 GB para clientes do pré da região (válidos por 5 dias).

Rede aberta para atender mais pessoas

Além de oferecer franquia gratuita de internet, as operadoras também adotaram o procedimento de rede aberta nas cidades atingidas pelas chuvas e enchentes. Isso significa que os clientes da TIM poderão se conectar às antenas da Claro numa região em que somente esta última esteja operante.

Os próprios gaúchos confirmaram que os telefones estavam se conectando a outras redes, depois que eu soltei uma postagem sobre o assunto na rede X (antigo Twitter).

Usuários de iPhone devem habilitar a opção do Roaming de Dados (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

A rede aberta permite utilizar serviços emergenciais, como ligações para os socorristas, além de receber os alertas por SMS da Defesa Civil estadual.

Para tanto, é necessário que o smartphone esteja com a função de roaming habilitada. Ela costuma vir ativa por padrão, mas como algumas pessoas mexem neste ajuste, aqui estão os passos para reconfigurar o aparelho.

Android (Samsung): vá em Config → Conexões → Redes Móveis → ative a opção de Dados em Roaming.

iPhone (iOS): acesse Ajustes → Celular → selecione seu SIM card → marque a opção de Roaming de Dados

Outras ações das operadoras

A Fundação Telefônica Vivo iniciou uma campanha de arrecadação de alimentos, kits de higiene e outros itens de maior necessidade. A organização irá dobrar o valor doado pelas pessoas.

Já a Claro abriu pontos de coleta em prédios administrativos e lojas físicas. A companhia tenta levantar doações de alimentos não perecíveis, roupas, itens de higiene pessoal e limpeza, cobertores, fraldas e água mineral.
Rio Grande do Sul: Claro, TIM e Vivo liberam internet grátis

Rio Grande do Sul: Claro, TIM e Vivo liberam internet grátis
Fonte: Tecnoblog

Exclusivo: Veek prepara plano de celular grátis na rede da Vivo

Exclusivo: Veek prepara plano de celular grátis na rede da Vivo

Veek permitirá que clientes escolham entre rede da Vivo ou TIM (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

O mercado de operadoras virtuais terá uma nova sacudida nos próximos meses: a Veek, que oferece serviço de celular na modalidade freemium, permitirá que o cliente escolha qual sinal quer usar. Um novo acordo foi firmado com outra fornecedora de infraestrutura, e os clientes terão a rede da Vivo à disposição.

Alberto Blanco, CEO da Veek, contou com exclusividade ao Tecnoblog que a empresa firmou um acordo com a Telecall, operadora que utiliza a rede da Vivo. O funcionamento será em paralelo com a rede existente, da Vero/Americanet (e sinal da TIM).

“O que a gente quer é ter mais uma opção de rede, porque existem algumas localidades em que a rede da Vivo tem cobertura melhor. O cliente vai poder brincar com a rede ‘roxa’ e a rede ‘azul’. Não vamos deixar a Americanet, é um excelente parceiro que nos possibilitou desenvolver nossa oferta gratuita, o Freemium, e temos muita gratidão com a empresa.”Alberto Blanco, CEO da Veek

Essa é a primeira vez que uma MVNO permite que o cliente escolha qual rede irá utilizar. O executivo ainda diz que o acordo com a Telecall dá mais segurança para a continuidade da operação da Veek:

“A gente já teve alguns tropeços no passado, então ter duas redes nos dá mais segurança. É muito mais uma questão de dar opção aos nossos clientes, mas [o acordo] permite maior segurança para continuidade do negócio.Alberto Blanco, CEO da Veek

A operação ainda não tem data certa para começar, mas Blanco revela que a Veek trabalha para lançar a operação comercial com o sinal da Vivo em agosto de 2024.

Os detalhes da Veek com a rede da Vivo

Com as duas teles simultâneas, as operações ficarão separadas, com chips diferentes para a rede da Vivo ou TIM. O cliente poderá escolher qual sinal prefere, e o SIM Card correspondente será enviado para o endereço.

Clientes existentes da Veek, com a rede da TIM, poderão migrar para o sinal da Vivo e vice-versa. Nesse caso, será necessário trocar de chip; após a ativação, a Veek fará uma portabilidade numérica interna.

Plano grátis também estará disponível na rede da Vivo

Um dos questionamentos do Tecnoblog é se o Freemium ficará restrito ao serviço da TIM e Americanet. Blanco confirma que as ofertas serão as mesmas em qualquer uma das redes, inclusive o Freemium.

Atualmente, para ter o Freemium é necessário comprar o chip no valor de R$ 120. O plano inclui até 2 GB de internet por mês, ligações ilimitadas e 30 SMS por dia, desde que o cliente faça “check-ins” diários. O check-in é o ato de entrar no aplicativo e assistir uma publicidade.

Para usar serviços de celular de graça, clientes precisam assistir publicidade no app da Veek (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

Quem precisar de mais dados poderá comprar pacotes adicionais. A Veek também vende planos de celular tradicionais, sem anúncios. O pacote mais barato custa R$ 30 mensais com 3 GB, e os dados não utilizados acumulam para os próximos meses.

Veek quer ser a operadora de outras empresas

Além de comercializar telefonia móvel com sua marca própria, a Veek também está no caminho para ser fornecedora de solução para outras empresas. “A gente consegue com facilidade criar um app com mudanças de marca, customizações específicas e de conteúdo. Já temos quatro ou cinco pilotos rodando”, afirma o executivo.

Blanco nos revelou que o Botafogo deve lançar uma nova MVNO através da Veek, também com o plano Freemium. É a segunda vez que o clube tenta lançar sua própria operadora — em dezembro de 2020, a Botafogo Celular foi lançada em parceria com a Dry Company, derivada da Surf Telecom e TIM.

Além disso, a Veek vê futuro em parcerias com foco empresarial. O CEO comentou sobre um acordo feito com uma rede de postos de combustíveis, cujo público-alvo do serviço móvel são os próprios frentistas.

Nesse projeto, a matriz utiliza a plataforma de check-ins para divulgar sobre metas, promoções e pequenos treinamentos em troca de internet grátis. A ideia nasceu a partir de um programa de benefícios oferecido aos funcionários da empresa de combustíveis, em que os principais resgates eram créditos para celular pré-pago.
Exclusivo: Veek prepara plano de celular grátis na rede da Vivo

Exclusivo: Veek prepara plano de celular grátis na rede da Vivo
Fonte: Tecnoblog

Vivo T3x é anunciado com Snapdragon 6 Gen 1, tela de 120 Hz e certificação IP64

Vivo T3x é anunciado com Snapdragon 6 Gen 1, tela de 120 Hz e certificação IP64

Após diversos rumores e vazamentos, a vivo oficializou um novo aparelho no mercado indiano, o vivo T3x. Ele chega logo após o vivo T3 ser lançado no país, sendo uma versão menos potente para trazer preço acessível.

O vivo T3x traz algumas especificações interessantes no display e câmera, além da fabricante chinesa destacar o seu design luxuoso. Segundo informações oficiais, ele é o aparelho mais fino do segmento a trazer unidade de bateria com 6.000 mAh.O celular tem tela LCD de 6,72 polegadas com resolução Full HD+ (2.408 x 1.080 pixels), taxa de atualização de 120 Hz e brilho máximo de 1.000 nits, além de um furo centralizado para abrigar o sensor frontal.Clique aqui para ler mais

Vivo T3x é anunciado com Snapdragon 6 Gen 1, tela de 120 Hz e certificação IP64
Fonte: Tudocelular

Vivo é a internet mais reclamada na Anatel; Claro e TIM têm piores índices no móvel

Vivo é a internet mais reclamada na Anatel; Claro e TIM têm piores índices no móvel

Vivo teve maior índice de reclamação na Anatel (Imagem: Bruno Gall De Blasi/Tecnoblog)

A Anatel divulgou o Panorama de Reclamações de 2023, que apresenta uma análise sobre as queixas feitas contra serviços de telecomunicações ao longo do ano. A Vivo é a operadora de banda larga com mais queixas, enquanto Claro e TIM tiveram os piores resultados no móvel pré-pago e pós-pago. A agência registrou queda de 24,1% no volume de protocolos.

A agência afirma que a queda no número de protocolos pode estar relacionada com melhorias implementadas pelas operadoras nas centrais de atendimento de primeiro nível e no funcionamento dos serviços. No entanto, o próprio portal de reclamação na Anatel só permite abrir uma solicitação caso o consumidor já tenha um protocolo de atendimento emitido pela ouvidoria da prestadora.

Dentre os números absolutos, a Claro foi a operadora mais reclamada em 2023, com mais de 440 mil protocolos abertos. A Vivo figura no segundo lugar, seguida por TIM e Oi:

Número de reclamaçõesClaroOiTIMVivoBanda larga103.30059.82830.12198.838Celular pré-pago74.945–67.17864.910Celular pós-pago187.591–148.612135.748Total de reclamações*440.449135.800251.359359.836*O total de reclamações também leva em conta os serviços de TV por assinatura e telefonia fixa.Tabela elaborada pelo Tecnoblog com dados da Anatel.

Vivo é a mais reclamada na banda larga fixa

No serviço de banda larga, a Claro é a operadora com o maior número de protocolos absolutos, com 103,3 mil reclamações. No entanto, a Anatel adota outra métrica para melhor comparação: o Índice de Reclamação (IR) leva em conta a proporção entre o número de assinantes e protocolos abertos.

A adoção do índice como forma comparativa é justa: uma operadora com maior participação de mercado naturalmente terá mais reclamações que uma concorrente com a metade do número de clientes.

Entre as três maiores operadoras de internet fixa, a Vivo obteve a pior nota, com 1,25 reclamação a cada mil assinantes. A Oi figura em segundo lugar, com IR de 1,01, enquanto a Claro tem o índice de 0,87.

A Anatel não levou em conta a participação da TIM e Sky nos resultados anuais, pois as prestadoras não possuem grande participação de mercado no serviço de banda larga fixa. No entanto, o IR dessas teles pode ser pior que da concorrência: em dezembro de 2024, a Sky registrou 3,79 protocolos para cada mil assinantes, enquanto a TIM teve índice de 3,47.

TIM e Claro são as mais reclamadas no serviço móvel

A Anatel divide as reclamações de telefonia móvel nos segmentos pós-pago e pré-pago.

No pós-pago, modalidade com cobrança recorrente mensal via boleto ou cartão de crédito, a TIM foi a operadora com pior colocação, com 0,56 reclamação para cada mil assinantes. A Claro aparece em seguida, com IR de 0,45, enquanto a Vivo é a menos reclamada, com nota 0,25.

Já no pré-pago, que exige recargas, a Claro é a operadora que lidera o índice de reclamações com 0,18, seguida por TIM (0,16) e Vivo (0,14). Na comparação com o ano anterior, a TIM foi a prestadora com maior redução de protocolos, com queda de 8,3%.

Claro é a operadora de celular pré-pago com mais reclamações na Anatel em 2023 (Imagem: Divulgação)

O assunto mais reclamado no celular pré-pago foi “Bloqueio, desbloqueio ou suspensão”. No pós-pago, as principais queixas estão relacionadas a cobrança.

Cobrança é o assunto mais reclamado em telecom

O estudo da agência mostra que a cobrança de serviços pós-pagos ou créditos do pré-pago são os principais motivos para os consumidores abrirem uma reclamação, com mais de 436 mil protocolos. Ainda assim, houve queda de 32,6% em relação ao número de chamados do ano anterior.

Outras reclamações financeiras também tiveram números relevantes, como “Cobrança em desacordo com o contratado”, “Cobrança após cancelamento”, “Cobrança indevida de multa por fidelização (multa rescisória)” e “Cobrança de serviço, produto ou plano não contratado”. Ao todo, esses itens representam 18% do total de protocolos.

As reclamações sobre qualidade de funcionamento dos serviços tiveram redução de 14%, com cerca de 45 mil protocolos a menos que em 2022. O desempenho foi visto principalmente nos serviços de telefonia fixa e celular pós-pago.

Em relação ao cancelamento de serviços, a Anatel teve 59 mil reclamações a menos que o ano anterior, com queda de 46% no celular pré-pago e 36% no celular pós-pago. As reduções ocorreram principalmente em chamados sobre cancelamento indevido do pré-pago e dificuldade de cancelamento do pós-pago.

O relatório completo está disponível no site da Anatel.
Vivo é a internet mais reclamada na Anatel; Claro e TIM têm piores índices no móvel

Vivo é a internet mais reclamada na Anatel; Claro e TIM têm piores índices no móvel
Fonte: Tecnoblog

TIM quer roaming obrigatório nas estradas; Vivo se diz preocupada

TIM quer roaming obrigatório nas estradas; Vivo se diz preocupada

Anatel toma subsídios sobre regras para roaming (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Resumo

A Anatel conduziu uma tomada de subsídios para revisar as regras de roaming, com participação de várias operadoras.
A TIM defendeu a obrigatoriedade do roaming em estradas e rodovias, para garantir sinal de telefonia em áreas remotas. Ela argumentou seria uma solução rápida, simples e de custo menor.
A Vivo expressou preocupações com possíveis problemas técnicos e impactos nas vantagens competitivas derivadas de investimentos em cobertura específica de rodovias.
Atualmente, existe obrigatoriedade de roaming em municípios com menos de 30 mil habitantes, mas não em rodovias.

A Anatel encerrou a tomada de subsídios para reavaliar as regras do serviço de roaming, em que usuários de determinada operadora podem utilizar as redes de concorrentes. As operadoras contribuíram com suas sugestões, e a TIM defendeu que as teles fossem obrigadas a abrir o roaming em estradas e rodovias.

A TIM foi uma das operadoras que participou da tomada de subsídios n° 25, e defendeu que a necessidade de instrumentos de política pública que assegurem a abertura das redes 4G para terceiros, e que as operadoras disponibilizem o acesso aos seus clientes via roaming nos trechos sem cobertura própria.

De acordo com a operadora, essas ações são “fundamentais” para garantir a cobertura abrangente em áreas remotas, rodovias e localidades com menos de 30 mil habitantes.

Para a TIM, o roaming tem vantagem na “rapidez na implementação e simplicidade na operação e governança”, além de ter menor custo de implementação em comparação com outras soluções, como o RAN Sharing.

Atualmente, as operadoras são obrigadas a abrir suas redes em roaming nos municípios com menos de 30 mil habitantes. Isso não significa, no entanto, que o serviço celular estará disponível nessas localidades para usuários de todas as teles, visto que a tele sem cobertura não é obrigada a contratar a concorrente e oferecer serviço nessas localidades.

Antena da TIM conectada via satélite cobre trecho de estrada em General Salgado/SP (Imagem: Reprodução/TIM)

Além da TIM, outras entidades também sugeriram o roaming obrigatório. A Transatel, que atua como MVNO e serviços de Internet das Coisas, defende a abertura de redes em rodovias federais em todas as tecnologias atualmente implementadas e futuras, como 2G, 3G, 4G e 5G.

TIM quer garantir roaming com VoLTE e VoNR

Uma das “dificuldades” do 4G e 5G é que as redes são focadas em dados, e não incluem chamadas de voz de forma nativa. Para isso, é necessário que as operadoras implementem tecnologias como VoLTE e VoNR, que funcionam como uma espécie de VoIP (chamadas pela internet).

A TIM defende que a Anatel crie políticas para “garantir conectividade e experiência de uso adequadas ao usuário visitante”. Dessa forma, a operadora propõe que é necessário que o serviço de voz seja prestado através de tecnologia VoLTE nas redes 4G e VoNR nas redes 5G.

A sugestão da TIM é, de fato, sensata: caso um cliente de outra operadora acesse a rede 4G de outra operadora sem a tecnologia VoLTE disponível, ficará impossibilitado de fazer chamadas de voz, tendo apenas internet móvel disponível. Ainda que seja possível fazer ligações em apps como WhatsApp, ter chamadas telefônicas tradicionais é imprescindível para contactar serviços de emergência.

No entanto, é importante salientar que nem todas as teles brasileiras possuem VoLTE ou oferecem o serviço para todos os clientes, especialmente as operadoras virtuais (MVNOs). Das grandes teles, Vivo e TIM têm implementações a nível nacional para toda a base; já a Claro restringe as chamadas por 4G apenas para clientes do pós-pago puro, deixando de lado quem contrata um plano pré-pago ou controle.

Vivo mantém cautela com possível roaming obrigatório

Enquanto a TIM defende a abertura das redes nas estradas, a Vivo considera o tema “complexo”. Na tomada de subsídios, a tele ressalta que “existe uma diferença fundamental entre a oferta de roaming em municípios e localidades e a oferta de roaming em rodovias”.

De acordo com a Vivo, parte significativa dos trechos de rodovias com cobertura são atendidos por antenas que cobrem áreas urbanas dos municípios e localidades localizados às margens da rodovia. Segundo a tele, isso poderia causar problemas técnicos.

Ainda sobre a obrigatoriedade, a Vivo se preocupa com vantagens competitivas em antenas instaladas especificamente para cobrir trechos de rodovia, o que poderia desestimular investimentos futuros.

“Uma eventual obrigação de abertura do roaming neste trecho simplesmente anularia a vantagem competitiva almejada (e que justificou o investimento)”, diz o representante da Vivo.

Com informações: Telesíntese
TIM quer roaming obrigatório nas estradas; Vivo se diz preocupada

TIM quer roaming obrigatório nas estradas; Vivo se diz preocupada
Fonte: Tecnoblog